Kuadro
Entrar
VestibularEdição do vestibular
Antiguidade ClássicaGrécia AntigaRoma Antiga

(ENEM 2017)  TEXTO I

Sólon é o primeiro nome grego que nos vem à mente quando terra e dívida são mencionadas juntas. Logo depois de 600 a.C., ele foi designado “legislador” em Atenas, com poderes sem precedentes, porque a exigência de redistribuição de terras e o cancelamento das dívidas não podiam continuar bloqueados pela oligarquia dos proprietários de terra por meio da força ou de pequenas concessões.

 

FINLEY, M. Economia e sociedade na Grécia antiga. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2013 (adaptado).


 

TEXTO II

A “Lei das Doze Tábuas” se tornou um dos textos fundamentais do direito romano, uma das principais heranças romanas que chegaram até nos. A publicação dessas leis, por volta de 450 a.C., foi importante pois o conhecimento das “regras do jogo” da vida em sociedade é um instrumento favorável ao homem comum e potencialmente limitador da hegemonia e arbítrio dos poderosos.

 

FUNARI, P. P. Grécia e Roma. São Paulo: Contexto, 2011 (adaptado).


 

O ponto de convergência entre as realidades sociopolíticas indicadas nos textos consiste na ideia de que a

A

discussão de preceitos formais estabeleceu a democracia.

B

invenção de códigos jurídicos desarticulou as aristocracias

C

formulação de regulamentos oficiais instituiu as sociedades.

D

definição de princípios morais encerrou os conflitos de interesses.

E

criação de normas coletivas diminuiu as desigualdades de tratamento.

F

Não sei.