5 coisas que você precisa saber sobre a prova da AFA

5 coisas que você precisa saber sobre a prova da AFA

A prova da AFA (Academia da Força Aérea) é o vestibular para quem deseja se formar como Oficial Aviador, Intendente e da Infantaria. É um concurso bastante concorrido e que exige muito conhecimento dos candidatos.

Por ser um exame para carreiras específicas, ele possui regras próprias. Saiba mais sobre a prova da AFA!

1 – Curso de formação

O curso de formação da AFA permite que os alunos sigam em três áreas distintas. Independentemente da carreira escolhida, o estudante da academia tem contato com uma base humanística, científica, filosófica e voltada para a liderança.

Ao fim da preparação para todas essas áreas, o estudante recebe o diploma de Bacharel em Administração com ênfase em Administração Pública. Além disso, eles se formam na carreira escolhida.

  • Oficiais da Intendência: formado como Bacharel em Ciência da Logística. Nessa área, os profissionais desempenham funções logísticas e financeiras;
  • Oficial da Infantaria: formado como Bacharel em Ciências Militares. Carreira voltada para combate em terra, o que inclui tarefas em operações especiais e defesa aérea. Somente homens podem se habilitar na área,
  • Aviadores: formado como Bacharel em Ciências Aeronáuticas. O estudantes aprendem sobre instrução de voos e são preparados para a pilotagem militar.

2 – Etapas do processo seletivo

O curso da Academia da Força Aérea inclui cinco etapas: prova escrita, exame médico, teste de aptição psicológica, avaliação do condicionamento físico e validação documental. Para os aspirantes à carreira de aviador, também é necessário fazer um teste de pilotagem militar.

A primeira etapa costuma acontecer no mês de junho. A prova cobra conhecimentos em: português, inglês, redação, matemática e física. O concurso tem duração de 5 horas e meia, para a realização de 64 questões e a produção textual.

3 – Regras do processo

A AFA não permite o adiamento ou segunda chamada de qualquer fase. Independentemente do motivo, nenhum candidato tem tratamento diferenciado para a realização da prova. Ou seja, se alguém não puder fazer a prova por motivo de saúde, por exemplo, o exame não será reagendado.

É de responsabilidade do candidato se informar e comparecer no dia, horário e local programado para o exame. Para evitar equívocos, é recomendável ir até o endereço alguns dias antes para se habituar ao trajeto.

Também é importante que o estudante saia de casa com bastante antecedência. Assim, mesmo que houver imprevistos, como acidentes no percurso ou problemas no metrô, o candidato poderá se reprogramar.

4 – Cidades para fazer o exame

Apesar da AFA estar localizada no interior paulista, mais precisamente em Pirassununga, estudantes de outras cidades e regiões tem a opção de fazer o concurso onde for mais prática e perto.

A 1º fase acontece simultaneamente em 16 cidades brasileiras. São elas:

  • Belém (PA)
  • Recife (PE);
  • Salvador (BA);
  • Rio de Janeiro (RJ);
  • Belo Horizonte e Barbacena (MG);
  • São Paulo e Pirassununga (SP);
  • Curitiba (PR);
  • Campo Grande (MS);
  • Porto Alegre (RS);
  • Brasília (DF);
  • Manaus (AM);
  • Porto Velho (RO),
  • Boa Vista (RR).

Por sua vez, a inspeção de saúde, o exame de aptidão psicológica e o teste de condicionamento físico são realizados em menos cidades, de acordo com a localidade da prova escrita. Confira:

  • candidatos de Recife, Salvador e em Natal realizam as demais etapas em Recife;
  • candidatos do Rio de Janeiro, Barbacena e Belo Horizonte fazem as etapas na cidade do Rio de Janeiro;
  • candidatos de São Paulo, Pirassununga, Campo Grande e Curitiba realizam as outras fases em São Paulo
  • capital;
  • candidatos de Manaus, Porto Velho e Boa Vista realizam as demais fases em Manaus;
  • candidatos de Porto Alegre realizam as demais etapas em Canoas,
  • candidatos que fizeram a prova teórica em Brasília e Belém farão os outros testes nessas mesmas cidades.

5 – Habilitação para a matrícula

Além de passar em todos os testes, os aspirantes às carreiras da AFA precisam preencher alguns requisitos. Primeiramente, eles devem ser brasileiros natos de acordo com a Constituição e terem concluído o Ensino Médio.

Também é necessário que o estudante tenha mais do que 17 anos e menos que 23 anos no dia 31 de dezembro no da matrícula. Assim como outros concursos públicos, a AFA não permite o ingresso de pessoas que estão respondendo por crimes comuns, eleitorais ou militares.

Na última etapa, a instituição exige a apresentação de uma série de documentos, como certidão de nascimento, título de eleitor, certidão negativa de antecedentes criminais e carteira de vacinação.

No Kuadro, os alunos se preparam da melhor forma para a prova da AFA! O nosso curso preparatório militar oferece videoaulas, exercícios, simulados e todo o suporte pedagógico que os estudantes precisam. Inscreva-se já!

Blog Kuadro