sombra

A ansiedade e o vestibulando

Uma das maiores inimigas do vestibulando é a ansiedade. Quando somada com a autocobrança, com a pressão social e, claro, com a expectativa colocada em cima de uma vaga numa faculdade, ela ajuda a atingir, de forma nítida e frequente, o desempenho do aluno na prova, dificultando cada vez mais o seu controle. Além disso, a ansiedade também é responsável por prejudicar as áreas do cérebro que influenciam as memórias (dando aquele branco), e também, pode influenciar outros sistemas do corpo, provocando reações físicas, como a fadiga e o desgaste.

A redução do estresse diário e a percepção da respiração são alguns dos meios facilitadores para controlar sua ansiedade. Mas é claro que, quando estamos numa crise, não vamos conseguir focar nisso, não é mesmo? Eis a importância de começar a incluir novos hábitos na sua rotina para conseguir lidar com ela. A seguir, separamos algumas dicas para te ajudar:

Aceite o que você não pode mudar

“Porque isso está acontecendo comigo?” Procurar as respostas para essa pergunta te deixa ainda mais ansioso. Existem coisas que não conseguimos mudar de jeito nenhum e, ainda não conseguimos voltar no tempo para poder mudar algumas situações que se passaram. Ficar pensando nelas pode te ajudar a criar uma bola de neve gigante, te atrapalhando cada vez mais e te privando de inúmeras situações, já que você só irá focar nela depois de ocorrida (o próximo tópico fala bastante sobre isso).

Esteja presente

Claro que você iria se deparar -mais uma vez- com a sugestão da meditação, mas dessa vez a questão é ainda um pouco mais específica. O objetivo é concentrar-se 100% em determinada atividade (um hobby ou um esporte, por exemplo) para que o seu cérebro fique totalmente ocupado com o momento, o bloqueando para que ele não pense no que poderia ter sido e não foi e nas possibilidades do futuro. Essas coisas costumam intensificar e provocar a ansiedade.

A importância do sono

A ansiedade nunca está sozinha. Ela nem pede para entrar, e quando entra, as vezes está acompanhada da insônia. O sono é um dos fatores mais importantes para a “arquivação” da sua memória. É como se você organizasse todo o material aprendido durante o dia numa pasta e o sono fosse o responsável por guardá-lo nas gavetinhas do seu cérebro para você acessar quando necessário. Seu sono é extremamente importante para a consolidação da sua memória e do seu conhecimento, o priorize!

Dedique um tempo para si mesmo

Assim como qualquer outra coisa, precisamos de um tempo para entender o que realmente está se passando dentro de nós. A importância de nos ouvir e sermos capazes de conseguir enxergar o que queremos para nós mesmos é excepcional para traçarmos nossos rumos e decidirmos sobre nossas escolhas. Se permita reservar tempo e energia para si mesmo!

Peça ajuda

Assim que o item anterior for concluído, você terá algumas conclusões que podem te influenciar a pedir ajuda. A ansiedade não é igual para todo mundo, ela se manifesta de formas divergentes em cada um. Se você não consegue se controlar durante uma crise e isso acaba de prejudicando muito, talvez o necessário a se fazer é pedir ajuda. Um amigo, um familiar, um psicólogo ou seu orientador pedagógico; busque pessoas nas quais você confia e consegue se sentir seguro. Saiba que você não está sozinho!

Existem vários outros meios de se livrar da ansiedade. Incluindo esses daqui na sua rotina o quanto antes irá te ajudar bastante!

Qualquer dúvida ou ajuda, é só deixar uma mensagem (via TwitterInstagram, Facebook ou aqui mesmo nos comentários) pra gente!

O que você achou?