Aprendizagem criativa: conheça esse novo método

Aprendizagem criativa: conheça esse novo método

A aprendizagem criativa consiste em uma abordagem de ensino que já é bastante adotada no Brasil. Na prática, ela pode ser representada por ações que incentivem os jovens a construir o conhecimento de maneira mais ativa.

Muitas vezes, os alunos perdem o foco e a concentração porque as aulas são muito teóricas e distantes da realidade. Por outro lado, eles podem ter mais motivação se verem as informações recebidas sendo aplicadas. As feiras de ciências são um ótimo exemplo de aprendizagem criativa. Entenda melhor como ela surgiu e por que é importante até para o vestibular!

Como a aprendizagem criativa começou

A aprendizagem criativa não é um assunto recente. No Brasil e no mundo, educadores e organizações já perceberam o quanto ela pode impactar positivamente.

Em 2015, foi criada a Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa, cujo objetivo é divulgar ações especiais para auxiliar no ensino. Como as metodologias aplicadas ainda são feitas de maneira individual, a ideia dessa organização é discutir as melhores práticas e como adotá-las.

O que são os 4Ps

Na aprendizagem criativa, há um conceito bastante utilizado que é sintetizado por 4Ps: parcerias, projetos, paixão e pensar e compartilhar. A partir desses conceitos, é possível traçar as estratégias efetivas que guiarão o aprendizado.

Os 4Ps podem ser aplicados para a realização de projetos científicos. Neles, os estudantes podem escolher um tema que desperte paixão, para trabalhar em parceria, pensando e compartilhando informações.

Na prática, a intenção desse tipo de ensino é tirar os estudantes um pouco da teoria e garantir mais experiência. Entre as ações que permitem isso estão atividades de aprendizagem criativa que envolvem robótica, cultura maker, story board e resoluções de problemas.

Embora muita gente acredite que a aprendizagem criativa esteja relacionada apenas com a tecnologia, só ela não adianta. De acordo com discussões que aconteceram na Conferência Scratch Brasil 2017, as ferramentas auxiliam a acelerar os processos de aprendizado. Porém, as ideias são tão importantes quanto.

Desse modo, mais importante do que seguir um modelo pronto — como usar robótica — é necessário encontrar meios criativos de ensinar e aprender o conteúdo.

Aprendizagem criativa para vestibular

Boa parte dos métodos de aprendizagem criativa foi pensado para crianças e adolescentes que estão na escola. Ou seja, eles são mais focados na formação do indivíduo e não em uma fase tão específica quanto o vestibular.

No entanto, não significa que os cursinhos e professores não possam incentivar os alunos a buscar uma abordagem mais prática. A tendência é que, aos poucos, todos os tipos de cursos e aulas tenham uma abordagem menos tradicional e mais efetiva.

Como estudar de maneira criativa

Para quem está vivenciando o ano do vestibular, há diversas formas de tornar o estudo mais dinâmico. A primeira delas é optar por um cursinho on-line, assim, você poderá estudar quando e onde quiser.

No cursinho on-line, você não precisa gastar tempo para chegar até as aulas, nem estudar quando não estiver preparado. Embora seja importante ter uma rotina séria de estudos, o cronograma pode ser adaptado se houver necessidade.

Além disso, nos fins de semana, é interessante que o estudante assista a filmes relacionados com as matérias, vá ao teatro, ao museu e até a feiras de ciência. Nesses locais, muitas vezes, ele se depara com informações e conceitos que estudou, o que faz com que a memorização seja mais fácil.

Aprendizagem criativa nas universidades

Para os vestibulandos, é importante saber que novas formas de aprendizagem também estão sendo pensadas para as universidades. Neste ano, a Universidade de Pelotas (UFPel) irá implementar cursos de pós-graduação focados nesse assunto. A ideia é que mais pessoas se capacitem para aplicar os conceitos em sala de aula.

Como a evasão de alunos na graduação é grande, os especialistas estão debatendo formas de tornar o aprendizado mais dinâmico e atraente. Portanto, nos próximos anos, a tendência é que a aprendizagem criativa seja aplicada no ensino superior.

Quer ter uma aprendizagem criativa e começar a se preparar agora mesmo? Inscreva-se no cursinho do Kuadro. Temos uma plataforma própria repleta de recursos para otimizar o seu ensino. Aproveite!

Blog Kuadro