Como é a vida de um residente de medicina?

Como é a vida de um residente de medicina?

Muito se engana quem pensa que o desafio de um estudante de medicina se encerra quando ele entra na faculdade. Além de passar por um vestibular super concorrido, o futuro médico encara em média 6 anos de um curso puxado.

 

Mas só isso não basta para ele ser um profissional de ponta. Para se tornar um médico de primeira, é ideal realizar pelo menos dois anos de uma residência médica. Mas o que é isso? Qual o objetivo? O que faz um residente? A gente responde todas as suas dúvidas nessa postagem.

O que é residência de medicina?

A residência médica no Brasil é um espécie de pós-graduação. Os formados em medicina realizam atividades práticas orientados por profissionais especializados naquela área específica.

Para conseguir ingressar, o interessado precisa realizar um concurso público que acontece anualmente. Ao todo, são oferecidas entre 15 e 20 mil vagas divididas em 56 especialidades diferentes.

Qual o objetivo da residência de medicina?

O médico recém-formado já pode atuar profissionalmente como clínico geral. Mas por que tanta gente faz o período de residência médica? Existem dois grandes motivos.

O primeiro é a melhora de currículo. Ao realizá-la, o médico se torna especialista em alguma área e pode atuar nela após passado o período. Além do conhecimento agregado, isso trará um ganho financeiro, afinal, um especialista é mais valorizado no mercado que um generalista.

O segundo é o ganho pessoal – que vai ser tremendo. Ao atender tantos pacientes diariamente em situação de plantão ou através de consulta. A pessoa terá uma maturidade muito maior do que quando entrou.

Qual a rotina do residente de medicina?

Um residente de medicina irá trabalhar 60 horas semanais (12h por dia) e mais 12 de um plantão noturno semanal. Após um plantão, é exigido um horário mínimo de descanso de pelo menos 6h. Também é necessário que o residente tenha pelo menos um dia de folga semanal – preferencialmente nos finais de semana.

Toda a atividade realizada nesse período será supervisionada por um profissional especialista naquela competência na qual o residente passou em concurso. Além disso, ele ministrará atividades teórico-práticas, que devem corresponder entre 10% e 20% do tempo de residência.

Qual o valor da bolsa do residente de medicina?

Durante o período da residência – em média de 2 a 4 anos -, o residente receberá uma bolsa de pelo menos R$ 3.330,43. A instituição, se assim desejar, pode pagar um valor a mais nessa bolsa como forma de incentivo ao estudante.

Desse valor, é descontado 11% para o recolhimento do INSS. Entretanto, diferente de empregos regidos pela CLT, descontos de imposto de renda, imposto sindical, vale-refeição ou qualquer outro são ilegais.

O residente de medicina se torna especialista?

Para virar especialista em alguma área médica, o formado tem duas formas: prova ou residência. Se o médico realizou a residência durante o período estipulado, não há necessidade de realizar a prova para tirar o título.

Para dar o pontapé inicial no mundo da medicina, primeiro o interessado precisa passar no vestibular. A melhor forma de conseguir é através de um cursinho pré-vestibular de qualidade.

O Kuadro tem uma turma especial para quem quer prestar o curso. A Turma Medicina tem os melhores professores aliados ao melhor conteúdo para colocar você na frente na busca por uma vaga no ensino superior. Além disso, ela conta com um acompanhamento pedagógico especializado para garantir que você chegue lá.

Continue acompanhando o nosso blog para receber mais dicas sobre o mundo dos vestibulares. Qualquer dúvida, comente que a gente terá todo prazer em responder.

O Heitor é Jornalista e redator especialista em web. Escreve sobre curiosidades e assuntos gerais para tirar dúvidas dos nossos alunos e leitores. Se tiver aluma sugestão de tema, ou dúvida, é só deixar nos comentários!

Blog Kuadro