Como ir bem na prova discursiva de química da FUVEST

Como ir bem na prova discursiva de Química da fuvest?

A segunda fase da Fuvest, entre todos os seus testes, possui 6 questões que envolvem toda a química lecionada no ensino médio. Por um momento isso pode parecer muito conteúdo para ser colocado em um pequeno número de questões, certo? Nós, do Kuadro, não queremos que você pense assim.

Observar o perfil da prova durante a sua preparação é uma boa medida para se tranquilizar e ganhar confiança. E para te ajudar nisso, analisamos a incidência de todos os conteúdos cobrados em química nos últimos 4 anos do vestibular da Fuvest.

Prova discursiva de química da FUVEST

Analisando a tabela acima, preparamos algumas dicas que aumentarão consideravelmente o seu desempenho na prova de Química da Fuvest:

  • 91 % das questões de química da segunda fase se concentram em 7 assuntos. Ou seja: todo ano existe praticamente uma questão de cada um desses conteúdos. Está ficando bem mais fácil saber onde focar, não é?
  • Alguns conteúdos só foram cobrados na primeira fase desde 2014: propriedades periódicas, reações nucleares e modelos atômicos. Isso não quer dizer que eles não cairão nas próximas provas, mas sim que você não deve priorizá-los em seus estudos.
  • O estilo das provas objetiva e discursiva de química da Fuvest são parecidos. Uma boa maneira de praticar é fazer as provas antigas. Elas lhe fornecerão uma maior experiência na hora de encarar as questões.
  • Reações químicas estão presentes na maioria das questões da prova discursiva de química. Seja como tema principal de algum item ou como maneira de cobrar conceitos como ácidos e bases, química orgânica ou equilíbrios químicos. Por isso, é de grande importância ganhar muita experiência em provas de química, para saber com confiança a maioria das reações que poderão ser cobradas.
  • Boa parte das questões de química trabalham com gráficos e tabelas. Principalmente quando estão relacionados a conteúdos como equilíbrios químicos, termoquímica e eletroquímica. Por isso, é importante saber analisá-los e tirar conclusões das informações disponíveis.

Com esse artigo, esperamos facilitar os seus estudos. Ficou alguma dúvida? Venha conversar conosco, sua opinião é muito importante para crescermos junto com você!

O Bruno é formado no ITA, mestrado em Educação em Portugal e é CEO do Kuadro. Além de ser fera nas exatas é um grande empreendedor e vai compartilhar sua experiências por aqui de vez em quando.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog Kuadro