Como estudar para o Enem sozinho

O Enem é a principal porta de entrada para o ensino superior brasileiro. Ele serve tanto para faculdades públicas, por meio do SiSU, como para faculdades pagas, pelo ProUNI. Por isso, grande parte dos estudantes começa a se preparar com antecedência. Mas você já se perguntou como estudar para o Enem sozinho?

Sim, isso é possível. Não é apenas o cursinho que define se o aluno vai ser aprovado ou não. Existem outros fatores, como o foco que cada um dedica para os estudos.

Embora um cursinho ajude a encurtar o caminho a percorrer, apenas ele não garante a aprovação do estudante. Aliás, é possível até passar no Enem sem necessariamente frequentar um curso tradicional. Saiba mais!

Dedique uma parte do dia para estudar para o ENEM

Mesmo que você não tenha um compromisso de ir sempre ao cursinho, o estudo deve acontecer da mesma forma. Por isso, é importante dedicar um período do dia fixo para que você estude.

Definir muito bem isso vai te ajudar a se programar e organizar para conseguir concluir os conteúdos cobrados. Além disso, você terá espaço para descansar e fazer as outras atividades do seu dia a dia.

Analise muito bem o edital dos vestibulares

Um cursinho para Enem te oferece um guia estruturado do que estudar para ir bem nesse tipo de vestibular. Sem isso, será sua missão correr atrás de informações.

Todos os processos seletivos oferecem um edital que explica muito bem o conteúdo programático daquele vestibular. Foque naquilo que será cobrado e esqueça o resto para não perder tempo.

Refaça provas dos anos anteriores

Uma boa maneira de conhecer o processo seletivo que irá prestar é refazer a prova dos anos anteriores. Assim, você consegue conferir se o tempo de estudo está sendo bem utilizado.

Além disso, ao refazer os exames passados, é possível observar quais matérias do Enem são mais complexas e, por isso, merecem maior atenção. Teste-se sempre e não tenha medo de errar. Quanto mais você tiver preparado para prova que irá fazer, mais fácil será para resolvê-la.

Priorize as disciplinas com menor aptidão

Refazendo as provas do Enem dos anos anteriores, você irá identificar as disciplinas que tem mais problemas. Foque nessas matérias e supere suas dificuldades. Assim, obterá uma bagagem mais completa até chegar o dia do vestibular.

Esforce-se também para ir bem nas disciplinas que fogem do estilo do curso prestado. Se você vai escolher a área de humanas, tente ir bem em exatas. Afinal, quem presta vestibular de humanas tende a ir bem nessas ciências e deixar de lado as outras. Pode ser o seu diferencial!

Faça bom uso da internet

Hoje em dia, o conhecimento não está disseminado apenas por meio de livros. A internet é uma ferramenta muito útil se você quer se informar e estudar – não serve apenas para games ou ver séries, hein?

Um bom exemplo é o nosso blog. Aqui você encontra dicas de como passar nos diversos vestibulares. Além dele, existem diversas outras fontes de informação.

Mas cuidado! Nem tudo que existe na internet é verdade. Muito rumores, boatos e fake news estão espalhados pela rede. Sempre investigue e analise bem para ver se o material é de qualidade.

Treine a escrita

Tão importante quanto ir bem na prova objetiva, é obter uma alta pontuação na redação do Enem. A parte discursiva pode até definir se um candidato entra ou não no curso desejado.

Por isso, vale a pena dedicar parte dos estudos para treinar a escrita. Nesse sentido, há alguns pontos que devem fazer parte da sua preparação. Confira:

  • acompanhar o noticiário, seja pela televisão, jornal ou internet. É fundamental que o estudante esteja informado sobre os mais variados assuntos para ter mais argumentos ao escrever;
  • ler bastante. Além dos conteúdos que já são obrigatório, é importante dedicar algum tempo para estudar a estrutura dos textos. Nesse aspecto, é interessante também ler as redações que obtiveram nota máxima e observar como elas foram escritas;
  • informar-se sobre os critérios cobrados. Afinal, o que o Enem leva em consideração na hora de corrigir as redações? O candidato precisa ir para o exame sabendo como será cobrado, para que possa dar o melhor nesses aspectos,
  • escrever. Busque temas de redações anteriores e elabore pelo menos uma por semana. Conforme os meses forem passando, tire alguns minutos para reler os textos anteriores e observar no que melhorou — e no que ainda pode melhorar.

Relaxe, se quiser passar no Enem

Foco e esforço no estudo são importantes para passar no vestibular. Mas tome cuidado para não surtar! Relaxar e sair com os amigos não é apenas recomendável, como essencial para que você consiga ir bem nos exames.
O lazer e o descanso ajudam a distrair um pouco a mente e afastar o nervosismo. Afinal, de nada adianta estar afiado na matéria, se no dia do exame o candidato simplesmente “travar”.

Conheça os cursinhos on-line

Os cursinhos tradicionais costumam ser bastante caros e longe da residência de grande parte das pessoas. Uma boa alternativa a isso é optar pelas opções on-line, como o Kuadro.

Com ele, você economiza em passagens, em mensalidades – o valor é bem menor – e pode organizar da forma que bem entender o seu tempo. A qualidade do ensino também não deixa nada a desejar.

Se mesmo assim, você quiser passar no Enem estudando por conta própria, saiba que não é impossível. Por exemplo, dentre todos os aprovados em todas as chamadas da Fuvest em 2016, 42,1% não frequentaram nenhum tipo de cursinho.

Você terá muito trabalho. O vestibular é um processo difícil e qualquer ajuda sempre vem a calhar. Mas agora que já sabe como estudar para o Enem, é arregaçar as mangas e ir em frente. Se quiser, saiba que pode contar com o Kuadro neste momento!

bolsa de estudos graduação e pós quero bolsa

O que você achou?