Fotografia de corais da Amazônia. Fonte: Greenpeace

Corais da Amazônia: conheça esse novo ecossistema

Sabemos que o Enem adora cobrar temas da atualidade em suas provas! Por isso, é muito importante que você saiba sobre um dos assuntos que estão em evidência no momento, que são os Corais da Amazônia. Você já ouviu falar deles?

O que são corais?

Os corais são animais, fazem parte do filo dos cnidários e da classe Anthozoa. Formam colônias nas quais vivem milhares de indivíduos.

Os recifes de corais são formados por uma associação entre os cnidários e microalgas – dinoflagelados fotossintetizantes. Estima-se que os corais existam há aproximadamente 250 milhões de anos.

Os corais são encontrados principalmente em regiões de águas rasas, quentes e claras, porém nas últimas décadas, também foram encontrados em águas profundas em vários países do mundo.

A importância dos corais está na diversidade de seres que vivem ao seu redor. Acredita-se que os corais abrigam cerca de uma a cada quatro espécies marinhas, sendo um habitat muito rico em biodiversidade.

A maior formação fica na Austrália, é conhecida como Grande Barreira de Corais e está ameaçada pelas mudanças climáticas e ações humanas.

Vista aérea de uma barreira de corais

Fonte: https://marsemfim.com.br/a-importancia-dos-corais/

A descoberta dos corais da Amazônia

Os corais da Amazônia foram encontrados em um ambiente improvável para esse tipo de formação natural, visto que as condições naturais eram consideradas desfavoráveis pelos pesquisadores brasileiros que estudavam a região. A descoberta recente foi possível devido à presença de espécies de peixes que são frequentes em recifes de corais.

 

Fotografia de corais da Amazônia. Fonte: Greenpeace

Corais da Amazônia. Fonte: Greenpeace

Esses recifes de corais conseguem sobreviver em condições ambientais que seriam desfavoráveis para a maioria dos corais conhecidos. Os recifes de corais da Amazônia vivem na região de encontro entre o rio Amazonas e o mar, onde há mistura de água doce e salgada.

É um ambiente com pouca luminosidade, as águas são turvas e ricas em sedimentos, uma vez que o rio traz uma grande quantidade de  sedimentos e matéria orgânica vinda da floresta. Por isso, muitos pesquisadores acreditavam que não seria possível encontrar corais nesse local.

Diferentemente dos outros tipos de corais que necessitam de boa iluminação para a ação de seres fotossintetizantes, nos recifes amazônicos são encontradas bactérias que os auxiliam na produção de energia.

Além dos corais, vivem ali diversos tipos de peixes, poríferos (esponjas gigantes), entre outros seres vivos. Por suas características tão específicas, espera-se encontrar muitas espécies novas nesse ambiente.

Os recifes de corais da Amazônia estão presentes em uma área extensa, com mais de nove mil quilômetros quadrados. Esse ecossistema está situado entre o Brasil e Guiana Francesa e é recém-descoberto: a existência dessa formação foi divulgada em 2016.

Imagem de mapa contendo a localização dos corais da Amazônia

Onde estão situados os corais da Amazônia. Fonte: http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Corais-da-Amazonia-Nosso- tesouro-recem-descoberto-e-ja-ameacado/

Riscos para os recifes de corais amazônicos

Apesar da descoberta recente, esses corais já são ameaçados. Algumas empresas estão interessadas em explorar a extração de gás e petróleo na região.

A perfuração e a contaminação por petróleo poderia causar graves impactos ambientais na região, causando a morte de diversas espécies, devastando um bioma de características únicas e ainda muito pouco conhecido.

É importante conhecer mais sobre esses corais e também preservá-los. Sabemos que no Enem e nos vestibulares, temas como esse são muito cobrados.

Por isso, separamos uma vídeo-aula completa sobre impactos ambientais. Veja abaixo:

Para mais resumos e conteúdos interessantes sobre vestibular, continue acompanhando o Blog do Kuadro!

A Carla é formada em Biologia pela UNICAMP. Ela é professora do Kuadro e pode ser vista em várias das nossas aulas ao vivo. Quer saber mais sobre a matéria? Deixe sua pergunta nos comentários.

Blog Kuadro