Como é a vida de quem passa no Vestibular do ITA?

Como é a vida de quem passa no Vestibular do ITA? Qual é o futuro depois de formado?

Continuando a entrevista com o professor Rossato, contamos agora como é lá dentro do ITA. Superar a concorrência de mais de 110 pessoas por uma vaga não é nada fácil. Tem de ralar muito nos estudos e, ainda por cima, se preparar psicologicamente para o momento da prova. O vestibular do ITA está longe de ser fácil. Mas a recompensa é grande (por isso atrai mais de 12 mil pessoas):

“As pessoas saem do ITA com uma capacidade tremenda de resolução de problemas“ declara o Luiz Carlos Rossato. Luiz é professor do ITA e coordenador de concursos da instituição. “Lá a informação não é apenas dada de mão beijada para o aluno. O professor ensina todo o processo para chegar na conclusão de um raciocínio”.

Basicamente, o aluno não sai do ITA apenas formado em engenharia. Ele sai com uma cabeça pensante. “Por exemplo, muitos dos que se formam no ITA vão para a área financeira. Sabe o que ele viu especificamente disso lá? Quase nada. A base matemática é muito boa e propicia isso”, conclui Luiz Carlos.

Mas, como é a vida de quem passa no ITA? Como são os alojamentos, como são as refeições, como é o lazer?

Alojamento do ITA

Quem passa no vestibular do ITA tem a possibilidade de morar dentro do campus da instituição. Para ficar no H-8 (nome do alojamento), é necessário pagar uma taxa pequena que inclui luz e água. De acordo com o site da instituição, o valor é de apenas R$ 50,00.

Os alunos são divididos em apartamentos, com 2 ou 3 quartos com capacidade para 2 pessoas. “O alojamento fica a mais ou menos 700 m da escola, o que facilita muita coisa”, comenta Luiz Carlos Rossato. “O espaço dispõe de muita segurança e tudo que é preciso para viver tranquilamente lá dentro, desde lojas a áreas de lazer”.

Lá dentro, o aluno pode contar com:

  • Piscina

  • Churrasqueira

  • Sala de jogos

  • Sala de estudos

  • Quadras poliesportivas

  • Sala de Música

  • Sala de Dança

  • Academia

  • Sala de Vídeo

  • Lanchonete

Outras facilidades do DCTA

O Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, o DCTA, tem diversas facilidades para que o aluno consiga viver uma vida tranquila. Lá dentro existem Agências Bancárias, Correios, Biblioteca, Posto de Gasolina, Barbearia, Salão de beleza, Praça de Esportes, Clubes Recreativos, Supermercado, Padaria e muitas outras coisas.

Dentro do campus há um refeitório onde são servidas 4 refeições gratuitas diariamente: um café da manhã, um almoço, um jantar e uma ceia (esta última não é servida de final de semana). Se o aluno preferir, pode se alimentar em um das diversas cantinas e restaurantes pagos dentro do do local.

Quem passou no Vestibular do ITA vai ter tempo para lazer?

“Com certeza sim”, declara Luiz Carlos Rossato. “O aluno só precisa saber administrar os seus horários. O curso é integral e exige alta dedicação em exercícios e trabalhos. Mas, o aluno tem a possibilidade de lazer sim. É essencial que faça isso”.

Lá dentro dá para se exercitar em salas de musculação, praticar esportes nas quadras, ir a um bar, restaurante. “O aluno não precisa sair de lá para conseguir nada. O campus oferece de tudo que ele precisa para ter uma grande qualidade de vida”, comenta Luiz Carlos.

Mas, ele não é obrigado a ficar dentro do DCTA. Cumprindo todas as obrigações, ele pode sair para a cidade e usar o tempo dele como bem entender. “Se ele quiser sair, passear em São Paulo, voltar às 3 horas da manhã, ele pode tranquilamente”, conclui Luiz Carlos.

Por fim, Luiz Carlos Rossato conclui que para qualquer faculdade ou trabalho, tem de buscar aquilo que te faça feliz. “Não adianta vir atrás do ITA atrás de status. Não é isso que vai deixar você satisfeito com sua vida. Por isso você deve escolher aquilo que te faça bem, te faça feliz”.

Quer saber mais sobre o ITA e sobre todos os outros vestibulares do país? Continue acompanhando o blog do Kuadro.