Detonando na Matemática

Detonando na Matemática

Aprender e detonar na matemática é um processo que exige uma constante evolução, não há fórmula mágica, reprogramação de DNA, coaching quântico ou milagre que faça você se tornar um estudante de sucesso. A construção é um processo longo, moroso, difícil e que deve ser encarado com bastante paciência, resiliência, pragmatismo e dedicação. 

O contato diário com a matemática, exercício do raciocínio a todo momento e construção de analogias, é necessário, e, para que isso seja atingido, devemos exaltar a importância da matemática básica e sua fundamentação. 

Nos meus mais de 10 anos como monitor e tutor, percebi alguns detalhes no estudo da matemática que são renegados pelos alunos e taxados como simples demais, por isso desnecessários para a aprovação.

Em um mundo, hoje, recheado de notícias falsas, informações de fácil e rápido acesso, a importância de uma base acadêmica bem construída e consolidada fica cada vez mais evidente nos vestibulares mais concorridos do país.

Pesquisando sobre as diferentes formas de aprender, conheci o fantástico trabalho da professora Barbara Oakley (valeu, Arthur 😉 ) e você pode conferir aqui nesse Tedx. Ela deixa bastante evidente, de forma muito simples e objetiva, como nosso cérebro funciona em dois modos complementares e necessários! Efetivamente, precisamos de momentos de reflexão e “viagem”, e isso deve ocorrer de forma natural e corriqueira no dia a dia, ou seja, um hábito. Quem diria que a matemática também é aprendida quando estamos desatentos, né?

Uma análise estatística feita no SuperProf mostra que a maioria das matérias cobradas na prova de matemática do ENEM são: as grandezas proporcionais, geometria espacial e plana, funções e aritmética! As temidas análise combinatória, probabilidade, geometria analítica, trigonometria e inequações constituem APENAS 13% de todo o conteúdo dos últimos 10 anos do ENEM! 

Obviamente, esses conteúdos mais complexos não devem ser ignorados! Mas podemos e CONSEGUIMOS POTENCIALIZAR conteúdos, aprimorando nosso conhecimento da matemática básica. 

Proporção : a maior dificuldade é saber identificar de forma rápida se grandezas são direta ou inversamente proporcionais, matematizá-las e acertar a questão.  Sem a proporção, não conseguimos de maneira alguma ser uma pessoa crítica, que compreende a realidade. Saber se a quantidade de comida no meu prato corresponde ao preço que pagarei, se divido a conta do bar igualmente com os amigos, planejar uma festa surpresa, são só alguns dos muitos exemplos no nosso dia a dia.

Geometria espacial e plana : Esse conteúdos não são excludentes! A geometria espacial fica muito mais simples quando você a “planifica” e aplica todos os conceitos iniciais de ângulos, distância, ortogonalidade, triângulos, áreas, volumes. Simplifique seu raciocínio! Observe-a  no dia a dia! Observe se seu carro ou ônibus passa em algum lugar ou entra em uma vaga, se atente a viadutos, construções e monumentos, a organização do centro da sua cidade ou até mesmo da sua mesa de estudos !  

Funções: Ah, as funções! Provavelmente o conteúdo mais  presente na sua vida e necessita de toda base possível! Operações com potências de mesma base, manipulação algébrica de frações, fatorações, propriedade distributiva, sinais, plano cartesiano, números negativos, interpretação de tabelas, gráficos e dados. Enfim, uma infinidade de conteúdos básicos que você utiliza implícita e explicitamente para qualquer questão de função ! Não há como digerir toda a informação sem saber o que é função : relação entre duas grandezas ! 

Observe quando uma tomada de decisão dependa de outra, como uber ou ônibus, é função tempo X dinheiro! Ou se vale a pena encarar aquele rodízio de japonês quando uma bandeja te satisfaz 😉 . Traga a matemática para o seu dia a dia, faça dela sua aliada e elimine a decoreba!

Bernardo Pena (@becapena)
Professor de Matemática, engenheiro de formação e educador por vocação! Bernardo é engenheiro pelo CEFET-MG, trabalha há 12 anos no ensino de exatas com foco em estudantes do Ensino médio. Começou como professor particular, rapidamente migrou para monitorias em colégios, clínicas de acompanhamento e cursinhos de Belo Horizonte, sempre priorizando o desenvolvimento dos alunos, despertando neles o real interesse pela Física e pela Matemática.

Blog Kuadro