Chat with us, powered by LiveChat
ENEM informações gerais

ENEM: provas e informações gerais

O que você precisa saber sobre o ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) se tornou nos últimos anos a mais importante e esperada prova do país. Um bom desempenho no concurso pode garantir não só uma vaga em uma boa universidade. Ele é responsável por todos os programas de processos seletivos promovidos pelo Governo Federal.

Nesse ano, várias coisas serão testadas pela primeira vez, como o calendário das provas. Vamos mostrar todas elas neste post para que você não fique com dúvidas. Pode ir navegando pelos subtítulos para encontrar o que mais te gera dúvidas sobre o ENEM.

As provas do ENEM

Aqui estão grandes mudanças que o exame sofreu dos últimos anos para esse. Todas elas são oriundas da consulta pública realizada pelo INEP nos meses de janeiro e fevereiro de 2017. A primeira, e talvez mais importante, é que as provas não serão realizadas mais em dias conseguintes. Elas acontecerão em 2 domingos consecutivos. Dias 5 e 12 de novembro.

Outra alteração é na ordem das provas. No primeiro domingo, dia 05 de novembro, será aplicadas as provas de Linguagens, Ciências Humanas e Redação. Nesse dia a prova terá duração de 5h30. Já no segundo domingo, dia 12 de novembro, as provas aplicadas serão de Matemática e Ciências da Natureza e por isso a duração será de 4h30.

Como você viu, além da Redação existem outras 4 áreas do conhecimento cobradas na prova do ENEM. No entanto essas áreas não aparecem dessa maneira no currículo convencional, certo? Isso porque o INEP agrupa disciplinas em 4 grandes áreas. Vamos te explicar como isso funciona.

Disciplinas nas provas do ENEM

A prova do ENEM tem por característica ser uma prova muito criativa. Ela cobra do candidato muito conhecimento amplo e pensamento crítico. Nela, você não pode se basear apenas no seu conhecimento teórico. Precisa sempre estar pronto para interpretar contextos cotidianos e relacionar o que você aprendeu com o seu dia-a-dia. Por isso as disciplinas estão agrupadas da seguinte maneira:

  • Linguagens, códigos e suas tecnologias: Compreendem as matérias curriculares de: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Literatura, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação.
  • Ciências Humanas e suas tecnologias: Nelas estão contidas disciplinas: História, Geografia, Filosofia e Sociologia.
  • Ciências da Natureza e suas tecnologias: Aqui estão as matérias de: Física, Química e Biologia.
  • Matemática e suas tecnologias: A única disciplina que manteve seu nome original e tem uma prova só para si é a Matemática.

Cada prova, das quatro mostradas, tem 45 questões que visam avaliar o aluno pela sua capacidade de raciocínio. Por isso a interpretação de texto é fundamental para quem quer se dar bem no ENEM. Enquanto a redação pede sempre a mesma categoria de texto que é a dissertativo-argumentativo.

Onde usar as notas do ENEM

Como já dito, o ENEM serve não só para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que garante vagas em diversas universidades públicas do país. Ele também pode ser utilizado para o ProUni (Programa Universidade para Todos) e para o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil). Todos são programas federais de incentivo ao Ensino Superior. O Sisu é o mais concorrido, pois oferta vagas para diversas federais e estaduais e para diversos cursos como Medicina e Direito.

Algumas universidade particulares também adotaram a nota do ENEM como critério para seus vestibulares. E obviamente, diversas delas participam do ProUni e do FIES.

Quem pode fazer o ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio serve exatamente para medir a qualidade do ensino médio no Brasil. Por isso ele é aberto para qualquer pessoa. Estudando ou não, formados no Ensino Médio, ou não (nesse último caso apenas como treineiro).

É a prova mais inclusiva do país e dela podem participar: Detentos, Cegos, Lactantes, Pessoas com deficiência visual, física, auditiva, intelectual, com dislexia ou autismo, idosos e inclusive pessoas que não têm condições de escrever ou de preencher o cartão-resposta. Cada caso especial deve ser informado durante a inscrição.

E aí, como está a sua preparação para o ENEM 2017?

Blog Kuadro