Entenda o que é o BNI do INEP

Entenda o que é o BNI do INEP

O BNI do INEP consiste em um Banco Nacional de Itens, responsável por fornecer materiais para as avaliações e provas que o instituto realiza. Para compor o BNI, o INEP realiza chamadas públicas para que a comunidade acadêmica possa ajudar a elaborar e revisar os itens.

O objetivo do BNI é ter uma grande quantidade de elementos com qualidade para a realização de exames em larga escala, como o Enem. Assim, ele consegue oferecer uma visão mais ampla do que os testes das escolas.

Exames que utilizam o BNI

Como já visto, o Banco Nacional de Itens serve para auxiliar na elaboração de diversos exames nacionais. Anualmente, o INEP abre chamadas para que os docentes participem. Cada tipo de prova requer um processo seletivo específico.

O BNI formula os seguintes testes:

  • Exame Nacional do Ensino Médio (Enem);
  • Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade);
  • Provinha Brasil;
  • Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb);
  • Programa Internacional de Avaliação dos Alunos (Pisa);
  • Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja);
  • Revalidação dos Diplomas Médicos (Revalida);
  • Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente;
  • Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa – Celpe-Bras,
  • Certificado de Proficiência na Língua Brasileira de Sinais – Prolibras.

Questões do Enem

Quando se fala em BNI, muitos estudantes pensam no Enem, pois as questões da prova são retiradas desse grande arquivo. Apesar de diversos professores auxiliarem na elaboração das perguntas, elas têm um formato que já é característico do exame.

O Enem é composto por questões que são contextualizadas. As perguntas não são simplesmente “o que é determinado fato”? O exame prefere colocar longos enunciados, que exigem interpretação de texto, além dos conhecimentos técnicos.

Todas as questões contam com cinco alternativas, sendo que apenas uma é correta. Mas a forma de perguntar pode variar. O exame pode, por exemplo, perguntar quais das afirmações está incorreta ou pedir para que o aluno analise quais são verdadeiras e marque a sequência adequada.

Como é o Enem

O Enem é composto por 180 perguntas, sendo 45 de Matemática e Tecnologias, 45 de Ciências da Natureza e Tecnologias, 45 de Ciências Humanas e Tecnologias e 45 de Linguagem, Códigos e Tecnologias. Embora haja uma divisão clara por disciplinas, esse tipo de prova costuma cobrar um conhecimento interdisciplinar do aluno.

Às vezes, há questões de biologia que requerem uma informação de história e assim por diante. Por esse motivo, é importante que o estudante não deixe de estudar qualquer matéria.

Teoria de Resposta ao Item

Acertar mais questões no Enem não necessariamente garante melhor desempenho. Como o exame utiliza a Teoria de Resposta ao Item, cada pergunta tem um grau de dificuldade, o que impacta na nota final dos candidatos.

Por esse método, as perguntas recebem as classificações de fáceis, médias e difíceis. A diferenciação é feita por meio de um pré-teste. Nele, as questões do BNI são resolvidas por estudantes do ensino médio. A partir de então, o INEP define o que costuma ser mais e menos acertado.

As perguntas que mais têm acertos, geralmente, são as mais fáceis. Assim como aquelas que os estudantes mais erram são as mais difíceis. Ao contrário do que alguns pensam, não é melhor acertar as mais complexas.

Para a banca examinadora, quem acerta as questões difíceis, mas erra as mais simples não demonstra conhecimento. Afinal, se o estudante dominasse os conceitos mais simples, ele acertaria as perguntas básicas. Nesse caso, é como se ele tivesse chutado, portanto, ele recebe menos pontos.

Essa diferenciação no valor da prova faz com que os estudantes não saibam antecipadamente como se saíram no exame. Ou seja, a surpresa é grande no momento da divulgação dos resultados.

Como se sair bem no Enem

Para garantir uma ótima nota no Enem, e a tão sonhada aprovação na universidade, é fundamental que você estude todos os conteúdos e veja as provas anteriores. Resolver questões que já foram cobradas e realizar simulados também ajudam a tornar o aprendizado mais eficaz.

Contar com um cursinho também pode facilitar a sua caminhada. Ainda mais se for on-line, como o Kuadro. Teste a nossa plataforma gratuitamente agora mesmo. Esteja preparado para as questões do BNI do INEP que terá no Enem!

Blog Kuadro