Chat with us, powered by LiveChat
Funções Inorgânicas – Óxidos

Funções Inorgânicas – Óxidos

Nesse último resumo de funções inorgânicas vamos estudar os óxidos. Para entender os outras funções inorgânicas, leia nossos outros resumos: Ácidos e Bases e Sais.

Óxidos podem ser definidos como compostos formados por oxigênio e um outro elemento que não seja o flúor. Compostos com oxigênio e flúor não entram para a classificação dos óxidos por apresentarem propriedades distintas.

Os óxidos podem ser classificados como ácidos, básicos, neutros, anfóteros ou peróxidos e possuem algumas regras para nomeá-los que veremos a seguir.

Óxidos ácidos ou anidridos

São compostos que reagem com água formando ácidos e reagem com bases formando sal e água. Podem ser formados por ametais ou metais com números de oxidação elevados. São compostos moleculares geralmente solúveis em água. A maioria dos óxidos ácidos formados por ametais são gasosos à temperatura ambiente.

Exemplos:

SO3 + H2O →H2SO4

SO3 + 2NaOH → Na2SO4 + H2O

CrO3 + H2O → H2CrO4

CrO3 + 2NaOH → Na2CrO4 + H2O

Óxidos básicos

São compostos que reagem com água produzindo base e reagem com ácido produzindo sal e água. São formados por metais com números de oxidação baixos (+1, +2 ou +3). São compostos iônicos e, portanto, geralmente sólidos à temperatura ambiente. São pouco solúveis em água, com exceção dos óxidos formados por metais alcalinos e alcalino terrosos.

Exemplos:

CaO + H2O → Ca(OH)2

CaO + 2HNO3 → Ca(NO3)2 + H2O

Óxidos neutros ou indiferentes

São óxidos que não reagem com água nem com ácidos e também não reagem com bases. São formados por ametais e, portanto por ligações covalentes. São gasosos à temperatura ambiente. Os mais comuns são CO, N2O e NO.

Óxidos anfóteros

Reagem com ácidos ou bases produzindo sal e água. Não reagem com água. Podem ser formados por metais e semimetais. São iônicos, geralmente são sólidos à temperatura ambiente e insolúveis em água.

Exemplos: SnO2, SnO, Al2O3, PbO e PbO2.

ZnO + 2HCl →ZnCl2 + H2O

ZnO + 2NaOH → Na2ZnO2 + H2O

Peróxidos

Reagem com água ou ácido diluído formando peróxido de hidrogênio (H2O2). Nos peróxidos o oxigênio possui número de oxidação -1, enquanto que nos demais óxidos o oxigênio tem numero de oxidação -2.

Exemplos: K2O2, BaO2.

Na2O2 + 2H2O →2NaOH + H2O2

Na2O2 + H2SO4 → Na2SO4 + H2O2

Nomenclatura

De uma maneira geral, para nomear os óxidos, podemos dividi-los em dois grandes grupos: os moleculares e os iônicos.

Óxidos moleculares

São compostos formados por ametais e oxigênio unidos através de ligações covalentes.

Devemos indicar os números de átomos de oxigênio e do ametal presentes na estrutura por um prefixo (mono, di, tri, etc.) como mostra o esquema.

O prefixo mono pode ser omitido.

Exemplos: NO – monóxido de mononitrogênio ou óxido de nitrogênio.

NO2 – dióxido de nitrogênio

N2O – óxido de dinitrogênio

N2O3 – trióxido de dinitrogênio

Cl2O6 – hexóxido de dicloro

Óxidos iônicos

São compostos formados por metais unidos ao oxigênio através de ligações iônicas.

Exemplos: CaO – óxido de cálcio

Na2O – óxido de sódio

No caso em que os metais tenha duas cargas possíveis, nós podemos indicar a carga em algarismos romanos e entre parênteses ou conforme o esquema a seguir.

Exemplos: FeO – óxido ferroso ou óxido de ferro (II)

Fe2O3 – óxido férrico ou óxido de ferro (III).

Para os óxidos ácidos ou anidridos temos outra possibilidade de nomenclatura:

Exemplos: SO3 – anidrido sulfúrico

SO2 – anidrido sulfuroso.

No caso dos peróxidos devemos substituir a palavra óxido por peróxido:

Exemplos: Na2O2 – peróxido de sódio.

BaO2 – peróxido de bário.

O que achou deste post? Deixe seu comentário e continue acompanhando o Blog do Kuadro para mais Resumos Teóricos!

Blog Kuadro