Monte um horário de estudos que funcione!

1. Introdução

Se você deseja se destacar em qualquer prova de vestibular, ter um horário de estudos é uma das principais dicas que eu dou. Assim, você terá um foco maior para as suas atividades, além de elevar a produtividade e o seu desempenho. Mas muitas pessoas têm dificuldades de criar o seu e ainda cometem alguns erros no momento dessa elaboração.

Pensando nisso, elaborei este material explicando algumas das vantagens que isso traz para o seu dia a dia,  explicando quais são os equívocos cometidos pelos estudantes, além de apresentar alguns conselhos que podem ser seguidos. Quer sair na frente e montar um horário de estudos que funcione?? Continue a leitura e saiba mais!

2. Quais as vantagens de um horário de estudos que funciona?

Primeiro, vamos conhecer as vantagens de um horário de estudos que de fato funciona? A seguir, trouxe as principais delas.

2.1. A maioria das pessoas não sabe se organizar

Seja qual for o vestibular a ser prestado, você precisa ir além de seus concorrentes. Nesse sentido, ter um horário de estudos será fundamental para o seu sucesso, pois a maioria das pessoas não sabe se organizar. Por meio dessa definição, você automaticamente vai planejar a organização das matérias de forma mais positiva, entendendo qual é o período do dia mais adequado para se dedicar a cada atividade.

Além disso, vai otimizar o tempo de seus estudos, contribuindo para uma maior produtividade. Exemplo: se você não tem um período do dia específico para essa dedicação e não define uma rotina, poderá trazer ansiedade e procrastinação, o que afetará ainda mais os resultados.

2.2. A maioria dos estudantes não segue uma rotina de estudos

Quais são os principais diferenciais de contar com uma rotina de estudos? Entre elas, destaco:

  • aumenta a autoconfiança;
  • contribui para a sua concentração;
  • aumenta o desempenho de suas atividades;
  • permite aproveitar mais o tempo livre.

Outro ponto importante em ter um horário de estudos é que você conseguirá destrinchar a matéria ao longo do ano. Afinal, não existe a possibilidade de aprender todo o conteúdo da noite para o dia, não é verdade? É um esforço diário, de acordo com as suas particularidades.

2.3. A maioria dos estudantes não sabe montar uma rotina de estudos

Não basta querer contar com uma rotina de estudos, é preciso entender como elaborá-la. Se a maioria das pessoas não consegue chegar a esse ponto, consequentemente poderá ser prejudicada em seu aprendizado. Se você sabe montar a sua, terá um diferencial e tanto nas provas!

Para isso, siga algumas de minhas dicas:

  • defina seus objetivos de estudo;
  • estabeleça um local adequado;
  • monte um cronograma com as disciplinas (é diferente de ter um horário, vou explicar mais adiante);
  • escolha um método mais adequado (de acordo com o seu aprendizado);
  • tenha um bom planejamento;
  • acompanhe continuamente seu desempenho.

3. Por que a maioria das pessoas não sabe montar um horário de estudos que funciona?

Sabemos que uma das vantagens de contar com um horário de estudos é o fato de a maioria das pessoas não saber como montar. Mas por que elas não têm esse conhecimento?

3.1. Confundem cronograma de estudos com horários de estudos

Aqui está um dos principais segredos em relação ao horário de estudos. As pessoas tendem a confundir com o cronograma. “Mas Bruno, qual é a diferença entre horário de estudos e cronograma de estudos?”. Simples! O cronograma de estudos é uma ferramenta que vai te permitir entender quando estudar determinado conteúdo e como cumprir a matéria prevista para chegar ao seu resultado.

Já o horário de estudo é o entendimento de quais são os períodos do dia mais adequados para que você possa cumprir esse cronograma. Aqui, você vai avaliar a sua rotina e também os períodos que você é mais produtivo para definir o seu, o que permitirá melhores resultados.

3.2. Têm preguiça de aprender

Outro motivo que sempre noto é que os alunos têm preguiça de aprender o que é. “Dá muito trabalho, deixa eu estudar do meu jeito”. Se você tem esse pensamento, saiba que pode perder oportunidades incríveis de sair na frente em qualquer prova que quiser.

Entender o conteúdo é fundamental para o seu sucesso. Mas estabelecer estratégias para você aprender esse conteúdo é o diferencial que pouca gente segue!

3.3. Não têm disciplina para seguir uma rotina de estudos

Não basta definir a sua rotina, é preciso ter disciplina para segui-la. Caso contrário, de nada adianta você contar com esses pontos bem definidos, concorda?

Recapitulando:

  • cronograma de estudos é diferente de horário de estudos. É legal ter os dois;
  • aprender a fazer um horário de estudos será o seu diferencial;
  • faça o seu horário e tenha disciplina para cumprir com o que foi definido!

4. Quais os erros cometidos pelos estudantes ao montar um horário de estudos?

Um segredo que compartilho com vocês: quais erros observei ao longo de minha experiência na educação? Confira!

4.1. Pedir outra pessoa para montar seu horário de estudos

O horário de estudos é de acordo com as suas características de aprendizado. Cada um tem o seu relógio biológico que deve ser respeitado para obter resultados mais positivos. Enquanto há estudantes que são muito produtivos na parte da manhã, outros funcionam melhor à tarde (a parte da noite foi feita para dormir, tudo bem?).

Essas características só serão entendidas por você. Então, outra pessoa não tem esse conhecimento para montar um horário de estudos. É uma responsabilidade sua!

4.2. Não deixar um tempo livre

Imagine só a seguinte situação: você estabeleceu um horário de estudos a ser seguido rotineiramente. Mas, logo na segunda-feira, precisou ir ao médico com a sua a mãe para uma consulta. Isso embaralhou todo o seu horário,. Consequentemente, trouxe frustração, pois o que foi definido não foi cumprido.

Deixar esse tempo livre é positivo não apenas para os imprevistos, como também para que você possa descansar um pouco e voltar com tudo para as atividades! O ideal é que pare alguns minutos ao longo do dia e pratique algum exercício simples, sem olhar para nenhuma tela nesse período (ou seja, nada de TV ou celular, ok?). Acredite: sua produtividade tende a aumentar!

4.3. Deixar um tempo para as revisões

Isso mesmo: tempo para a revisão é um erro cometido pelos alunos. Caso você cumpra o cronograma de forma adequada, não há necessidade de executar essa atividade. Em um conteúdo mais longo, por exemplo, você vai dedicar a esse tema por mais de uma semana, o que permite a fixação desse material. A revisão só é necessária para quem não aprendeu o tema.

4.4. Não separar um tempo para simulados

Entre as vantagens de fazer simulados ou provas antigas, destaco:

  • ter a oportunidade de testar o seu aprendizado;
  • poder se familiarizar com a prova;
  • treinar o seu tempo;
  • ter autocontrole;
  • contribuir para a sua rotina de estudos.

Por essa razão, selecione um período para que os pratique. O ideal é que esse tempo seja de acordo com a prova feita. Exemplo: se você vai fazer uma prova antiga do ENEM, selecione 4h30 de seu dia (para o teste sem a redação).

4.5. Estudar a mesma matéria por várias horas seguidas

Estudar a mesma matéria por várias horas seguidas (acima de 2 horas) não será positivo para a fixação do conteúdo. Muito pelo contrário: quem realiza essa prática não vai assimilar o que foi lido/estudado depois desse período.

5. Como montar um horário de estudos?

Agora que você já conhece os erros cometidos pela maioria dos alunos, vou explicar qual é o jeito certo de montar um horário de estudos.

5.1. Faça um planilha

Hoje, há variadas formas de você montar uma planilha. Seja no excel, seja em um próprio papel que estará em sua mesa de estudos, há a oportunidade de acompanhar a sua rotina conforme o estabelecido. Divida essa planilha em 7 colunas (representando cada dia da semana) e 16 linhas (as horas por dia que você estiver acordado).

5.2. Marque os horários que você não pode estudar

Lembra que falei sobre os possíveis imprevistos que podem surgir ao longo do dia? Se você já tem aqueles horários nos quais não pode estudar, já deixe marcado em sua planilha. Seja para ir ao médico, seja para ir à igreja ou também para as refeições (alimentação saudável é fundamental para a sua produtividade), já deixe registrado para um melhor acompanhamento.

5.3. Marque os momentos que você não quer estudar

Falei também sobre a importância do tempo livre, certo? O autoconhecimento é essencial para você identificar aqueles períodos não-produtivos. Por isso, já assinale-os na sua planilha. Para quem tem alguma atividade que gosta de fazer diariamente (ir à academia, por exemplo), defina esse horário no momento de elaborar a sua rotina.

5.4. Distribua a disciplina de acordo com o peso de seu vestibular

Cada vestibular tem um peso diferente em relação às matérias. No ENEM, por exemplo, quem for estudar Matemática precisa estar atento a quatro frentes de conteúdo: Ensino Fundamental e as três séries do Ensino Médio. Nesse sentido, o ideal é que você se dedique pelo menos quatro horas para essa matéria ao longo da semana.

Leve em consideração, ainda, o seu curso e a universidade pretendida. Afinal, existem instituições que consideram um peso maior para cada disciplina de acordo com a sua área.

5.5. Distribua as disciplinas ao longo dos dias

Ao distribuir as disciplinas, lembre-se das dicas apresentadas neste material:

  • estudar o máximo de duas horas de uma determinada disciplina por dia;
  • deixar um tempo livre para as suas atividades pessoas obrigatórias;
  • reservar um período para os simulados;
  • concentrar, se possível, os estudos na parte da manhã.

6. Conclusão

Neste material, você pôde entender as vantagens de montar um horário de estudos, dicas para montar o seu, além de ficar por dentro dos principais erros cometidos pelos alunos. Ao adotar os conselhos que dei ao longo do conteúdo, consequentemente você terá uma melhor organização, o que permitirá um sucesso em qualquer prova a ser prestada!

CHECKLIST

O que você precisará fazer para montar o seu horário de estudos?

  • 1. Monte uma planilha com 16 linhas e 7 colunas.
  • 2. Entenda quais são os horários que você não pode estudar.
  • 3. Assinale aqueles que você não quer estudar por algum motivo pessoal.
  • 4. Distribua as disciplinas conforme o peso do vestibular (sem ultrapassar duas horas por dia).
  • 5. Separe um tempo para os simulados.
  • 6. Selecione os horários ao longo da semana para cada atividade.
  • 7. Não precisa de revisão!

Resumo

Preocupar-se em aprender o conteúdo vai além de você absorver a matéria. É preciso ter atenção quanto ao horário de estudos para que possa ter sucesso em seu vestibular!

Neste material, eu vou além do que apenas apresentar conselhos importantes para a sua rotina: ao longo de minha vivência na área da educação, pude presenciar alguns erros cometidos pelos estudantes no momento dessa elaboração. Vou compartilhar com você esse segredo para que você saia na frente e se destaque em qualquer prova!

O que você verá no e-book?

  • 1. Vantagens de um horário de estudos que realmente funcione!
  • 2. Motivos pelos quais os alunos não sabem montar o seu.
  • 3. Principais erros cometidos.
  • 4. Conselhos a serem adotados em sua rotina.

Não fique para trás. A partir dessas dicas, alunos dos mais diversos cursos obtiveram resultados surpreendentes. Que tal estar matriculado na universidade de seus sonhos no ano que vem? Confira o conteúdo!

Você quer receber conteúdos semanais como esse, além das notificações de lives abertas e gratuitas? Clica aqui para entrar na Mentoria da Aprovação na Univ. Pública!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *