Redação no ENEM: 3 hábitos para tirar a nota mil

Redação no ENEM: 3 hábitos para tirar a nota mil

Quantas pessoas você conhece que têm medo de escrever redação e ficam apreensivas só de pensar que precisarão enfrentar a redação no ENEM?

A minha experiência como educador, que se aprofunda a cada dia aqui no Kuadro Spaces onde nosso contato com os alunos é ainda mais próximo, mostra que isso acontece com muitos alunos. Percebemos que a causa raiz desses sentimentos negativos, principalmente para os vestibulandos de Medicina, é não saber se estão no caminho correto.

Existe um segredo para transformar o medo e a apreensão em confiança e calma. Trata-se de acumular argumentos de segurança que te permitam questionar os argumentos de medo. Deixe-me ilustrar essa situação.

Imagine que você acabou de abrir a proposta de redação no ENEM. Depois de avaliar a proposta, percebe que se trata de um tema totalmente diferente daqueles que você esperava. Nesse momento, você se desespera e o primeiro pensamento que vem na sua cabeça é o seguinte: “não vou conseguir escrever porque nunca vi esse tema”. Isso é um argumento de medo.

Se você tiver o sangue frio para dizer a si mesmo algo do tipo: “você fez várias redações ao longo do ano, viu seu desempenho melhorar a cada novo texto e por isso tem condições de escrever sobre qualquer assunto”, então você está usando um argumento de segurança. Argumentos desse tipo jogam argumento de medo imediatamente por terra e te permitem começar a escrever mais uma redação maravilhosa.

Observe que argumentos de segurança são fatos concretos, inquestionáveis, pautados em dados e frutos de hábitos de estudantes muito bem preparados que, em geral, alcançam as aprovações que tanto buscam.

Por um minuto, pare e pense em hábitos que, uma vez adotados, vão te ajudar a gerar uma infinidade de argumentos de segurança.

Desde quando criamos o Kuadro, trabalhamos fortemente com nossos alunos na criação de argumentos de segurança. Esse trabalho ficou ainda mais intenso no Kuadro Spaces, onde nosso contato com o aluno é extremamente próximo.

Agora, vou compartilhar contigo um pouco dessa experiência e te apresentar 3 hábitos muito efetivos – que ajudamos nossos alunos a adquirir e que eu mesmo cultivei – e os argumentos de segurança que eles produzem.

1. Escreva uma redação por semana

Este hábito parece óbvio, é relativamente simples de adquirir, mas em geral poucos vestibulandos adotam. Quando você se concentra para escrever uma redação no ENEM, precisa interpretar uma proposta de texto, buscar informações em fontes diferentes, selecionar as mais relevantes e persuasivas e estruturar um texto com início, meio e fim. Quanto mais você repete esse exercício, mais informação você adquire e mais você desenvolve suas habilidades de interpretação, análise e síntese.

Tendo suas redações corrigidas, você identifica onde precisa melhorar e cria um círculo virtuoso de aperfeiçoamento.

Fazendo assim, você inibe argumentos de medo e, se eles surgirem, você rebate rapidamente com todo o arsenal de conhecimento e técnicas que você construiu ao longo da sua preparação.

2. Registre sua evolução ao longo do tempo

Uma vez que você adquire o hábito de escrever redações semanalmente e tê-las corrigidas, é quase que natural criar o hábito de registrar sua nota em cada redação. Anotar esse histórico de notas numa tabela vai te dar clareza sobre sua evolução. Com seu desempenho melhorando ao longo do tempo, virá a confiança tanto para inibir argumentos de medo quanto para retrucar dizendo: “desde quando você começou a escrever redações, seu desempenho apenas melhorou. Então, você tem capacidade de fazer um ótimo texto hoje!”

3. Participe de um grupo de correção de redações

Estudar com outras pessoas alinhadas com o mesmo objetivo que você vai te ajudar a crescer tanto na parte acadêmica quanto na pessoal.

No que se refere a redação no ENEM, isso fica muito evidente quando você pega a redação de um colega para corrigir. Você vai aprender com o que essa pessoa faz bem feito, mas também vai aprender a identificar erros que você deve evitar. Ao compartilhar esses aprendizados verbalmente no grupo, você os reforça no seu cérebro e aumenta sua capacidade de evitar erros primários.

Isso faz muita diferença na hora de revisar seu texto antes de entregar a prova, pois você identifica eventuais erros.

Se o medo bater, você retruca rapidamente com tranquilidade. Afinal de contas, você sabe que pode escrever seu texto tranquilamente, pois na revisão você vai perceber se estiver cometendo algum erro.

Espero que este texto tenha ajudado. Ele reflete muito o que fazemos no dia a dia com nossos alunos aqui no Kuadro Spaces.

 

Blog Kuadro