Chat with us, powered by LiveChat
Vestibular de meio do ano da Unesp foi suspenso

Vestibular de meio do ano da Unesp foi suspenso

Depois de 18 edições, a Unesp suspendeu a realização do vestibular do meio do ano. De acordo com a universidade, nos últimos cinco anos desse exame, ela acumulou um prejuízo de aproximadamente R$ 1 milhão.

Além de estar vivendo uma crise financeira, a Unesp também apresentou outro motivo para não abrir mais vagas no meio do ano. Esse processo seletivo ofertava apenas 360 vagas em 9 cursos de engenharia. Por outro lado, no vestibular de verão, os candidatos concorrem a 7,3 mil vagas.

Causas da suspensão

O anúncio da suspensão da prova da Unesp do meio do ano ocorre justamente no momento em que a universidade vive uma crise. Já faz alguns meses que a instituição está com problemas financeiros, motivo pelo qual o Conselho Universitário resolveu, este ano, parcelar os salários dos servidores referentes a 2018.

Apesar disso, a Unesp alega outros motivos para não fazer mais o vestibular de inverno. Segundo nota oficial, a universidade está pensando em outras formas de ingressos nos seus cursos. Entre elas, aproveitar mais a pontuação do Enem e buscar participantes de olimpíadas estudantis do ensino médio.

O número de candidatos nesse tipo de vestibular também está caindo. De 2016 para 2018, o número de inscritos no processo seletivo diminuiu em 24%. Essa diminuição refletiu no custo da prova por estudante, pois a universidade manteve a logística e operação — mesmo o concurso estando menos concorrido.

Cursos atingidos

O vestibular do meio de ano da Unesp só oferecia vagas em áreas de Engenharia. Os cursos disponíveis eram:

  • Engenharia Agronômica em Ilha Solteira e Registro;
  • Engenharia Aeronáutica – São João da Boa Vista;
  • Engenharia Ambiental – Sorocaba;
  • Engenharia Civil – Ilha Solteira;
  • Engenharia de Controle e Automação – Sorocaba;
  • Engenharia de Produção – Bauru;
  • Engenharia Elétrica – Ilha Solteira,
  • Engenharia Mecânica – Ilha Solteira.

Como será agora

A partir de agora, a Unesp só terá um vestibular, que ocorrerá no fim do ano. As vagas que antes eram disponibilizadas no meio do ano serão oferecidas nessa época.

A instituição ainda não definiu se o ano letivo desses cursos de graduação começará com outros. Ou, ainda, se eles seguirão o calendário anterior, isto é, com o início da graduação em agosto.

O mais importante para saber sobre essa decisão, é que ela não muda o número de vagas. A Unesp continuará oferecendo os cursos de antes, mas em outra época do ano.

O que fazer

Muitas vezes, os estudantes que não passam na prova de verão, reforçam os estudos para concorrer novamente no meio do ano. No caso dos cursos de Engenharia, isso é bastante comum, até porque, é uma das carreiras mais concorridas.

Para quem estava pensando em fazer o vestibular de inverno da Unesp, há duas opções pela frente: estudar e esperar pelo vestibular do fim de ano ou concorrer a uma vaga em outra instituição.

Felizmente, a Universidade do Estado de São Paulo não era a única a ter duas provas durante o ano. Outras importantes universidades em todo o país também abrem vagas nesse período. Entre elas estão:

  • Universidade de Brasília (UNB);
  • Universidade Estadual do Ceará (UECE);
  • Universidade Estadual de Goiás (UEG);
  • Faculdade de Tecnologia (Fatec);
  • Universidade Estadual de Santa Catarina (UDESC),
  • Universidade Estadual de Maringá (UEM);

Como concorrer às vagas

Nos vestibulares do meio de ano, há duas formas de ingresso: por um processo seletivo próprio ou pelo Enem. Se a universidade desejada tiver um exame específico, é importante que o estudante consulte as provas anteriores para saber como os conteúdos são cobrados.

Por outro lado, a seleção do Enem ocorre pelo SiSu. Nesse sistema, os alunos que fizeram o exame no ano anterior podem utilizar a pontuação para concorrer às vagas das instituições públicas.

Até o último dia de inscrição no SiSu, os candidatos podem mudar a opção de curso. Isso vai depender da posição em que estiverem no ranking. O sistema é atualizado diariamente, de acordo com a variação dos estudantes nos cursos.

Por exemplo: em um dia, 1.500 concorrem a uma vaga em Engenharia e, no outro dia, esse número sobe para 2.500. Se candidatos com melhores notas tiverem entrado para a seleção, eles ficarão na frente de quem escolheu o curso anteriormente. Por isso, é importante ter atenção ao ranking.

Como se preparar

Independentemente se você precisará fazer um novo vestibular ou tirar uma boa nota no Enem, é fundamental se preparar para o processo seletivo. Até porque, a concorrência está cada vez maior.

No Kuadro, temos cursinho on-line específico para você se sair bem no Enem e extensivo para se preparar para os outros exames. Comece já a estudar para o vestibular de meio de ano que deseja e garanta a sua aprovação!

Blog Kuadro