Chat with us, powered by LiveChat
Vestibular Medicina — 4 Fatos que Você Não Sabia

Vestibular Medicina — 4 Fatos que Você Não Sabia

O vestibular de medicina envolve uma série de ideias nebulosas, mitos e dúvidas. Todos sabem que passar no curso é um dos maiores desafios para quem está tentando ingressar na universidade. Porém, qual a razão?

Hoje o Kuadro separou algumas informações interessantes — e nada óbvias — sobre a profissão e o curso para quem sonha em passar no vestibular de medicina e se tornar um profissional da área.

1. A medicina é uma longa jornada

Todos sabem que o vestibular de medicina é realmente desafiador, mas isso é apenas o começo se comparado com a jornada para ser um verdadeiro médico. São seis anos de curso na universidade com disciplinas extremamente complexas em período integral. Porém, depois é preciso continuar estudando.

Após a faculdade, são mais dois anos de residência em algum hospital, por exemplo. Depois disso, mais dois ou três anos para conseguir uma especialização. Todos esses cursos envolvem processos de seleção tão desafiadores quanto o próprio vestibular de medicina. É por isso que dizem que o curso de medicina é somente para verdadeiros apaixonados.

2. Médicos têm grandes jornadas de trabalho

É bastante raro encontrar um médico que trabalha apenas em um hospital. Na verdade, é muito mais comum encontrarmos profissionais que, além de atender em hospitais, ainda fazem consultas em um ou até mesmo dois consultórios especializados. Apesar de ser um dia a dia bastante cheio, ele tem contato com pessoas diferentes a todo o momento.

O melhor de tudo é que o dia de um médico nunca será igual ao outro. Logo, ele dificilmente enjoa de sua rotina, como observamos com frequência em outras carreiras. Cada dia um novo desafio para superar.

3. Retorno financeiro

É um fato que o retorno financeiro para quem trabalha na área de medicina demora para chegar. Depois de passar algum tempo no cursinho e terminar os seis anos de universidade, você começará a receber algum salário, mas somente depois de todas as suas especializações e residência que terá um parâmetro mais claro.

Mais de metade dos médicos do país recebem até 16 mil reais e cerca de 15 % recebem mais de 24 mil. Parece que vale a pena, não é mesmo?

4. Também existe mestrado e doutorado

As especializações e residências são cursos práticos, ao contrário dos mestrados e doutorados. Quem opta pela carreira de medicina também pode escolher seguir uma carreira acadêmica ou de pesquisa, por exemplo. Para isso, os cursos stricto sensu — mestrados e doutorados, onde o aluno se aprofunda em uma área teórica e escreve uma tese — são mais bem vistos.

Vestibular medicina — curiosidades

Gostou de conhecer algumas curiosidades sobre o concorrido vestibular de medicina? Para ter acesso a mais conteúdos como este continue acompanhando o blog do Kuadro!

Blog Kuadro