Química Orgânica: Descubra os principais temas cobrados no ENEM

O que é a Química Orgânica?

A Química Orgânica estuda os compostos do carbono de origem animal e vegetal. Neste ponto, é importante citar que nem todos os compostos de carbono são orgânicos. Por exemplo, o CaCO3, o CO2 e o HCN são compostos formados por carbono, mas são compostos minerais.
Um fato histórico importante sobre a orgânica, e bastante citado em provas de vestibulares, é a Síntese de Wöhler. Neste processo, o cientista alemão Fredrich Wöhler obteve, pela primeira vez na história, um composto orgânico (Ureia) a partir de compostos inorgânicos.
Para deixar o seu estudo ainda mais direcionado, reunimos aqui os conteúdos mais cobrados de Química Orgânica no ENEM. Abordaremos os temas de funções orgânicas (dando destaque para as 4 funções mais cobradas no ENEM), reações orgânicas e combustíveis.

Principais temas de Química Orgânica no ENEM:

Funções Orgânicas

As funções orgânicas são reconhecidas pela presença de grupos de átomos comuns (grupos funcionais) a suas moléculas.
Na química orgânica, existem 16 funções: Hidrocarboneto, Álcool, Fenol, Ácido Carboxílico, Aldeído, Cetona, Éster, Éter, Haleto orgânico, Haleto de ácido, Amina, Amida, Nitrocomposto, Nitrila, Ácido Sulfônico e Composto de Grignard. As funções em destaque são as mais cobradas de Química Orgânica no ENEM.

1 – Hidrocarbonetos

São compostos formados somente por carbono e hidrogênio (CxHy) e constituem os combustíveis fósseis. Essas substâncias estão muito presentes em nosso dia-a-dia, como, por exemplo, em plásticos, gás de cozinha, petróleo e solventes.
Podem ser saturados e insaturados. Os saturados (alcanos) e os hidrocarbonetos aromáticos (insaturados com anel benzênico -também chamado anel aromático) realizam reações de substituição, já os insaturados não-aromáticos (alcenos e alcinos) participam de reações de adição.
>> Quer entrar na faculdade pelo ENEM? Conheça o Curso Semiextensivo do Kuadro. <<

2 – Álcool

São compostos caracterizados pela presença de grupamento(s) (-OH) ligado(s) a carbono(s) saturado(s). O álcool é classificado de acordo com o tipo de carbono com o qual a hidroxila está ligada:

  • Primário: (-OH) ligado a carbono primário (que faz ligação com somente um carbono);
  • Secundário: (-OH) ligado a carbono secundário (que faz ligação com dois carbonos somente);
  • Terciário: (-OH) ligado a carbono terciário (que faz ligação com três carbonos).

Dentre as suas principais reações estão as reações de oxidação, desidratação, eliminação e esterificação.

3 – Ácido carboxílico

Os ácidos carboxílicos são substâncias que possuem o grupo carboxila (-COOH). Realizam reações importantes, como:

  • Esterificação;
  • Salificação (Reagem com uma base, resultando em um sal e água);
  • Eliminação (Responsável pela produção de Anidridos de Ácido);
  • Redução (A ligação dupla do carbono da carbonila é reduzida, formando álcool).

Essa classe de compostos é responsável pela derivação de outras funções orgânicas:

  • Ésteres;
  • Sais orgânicos;
  • Anidridos de ácidos;
  • Cloretos de Acila.

Também sintetizam proteínas, ácidos nucleicos e aminoácidos.

4 – Cetona

Caracterizada pela presença de um grupo carbonila (-CO) ligado a dois carbonos. As cetonas são obtidas em laboratório por processos conhecidos como:

  • Ozonólise de alcenos;
  • Hidratação de alcinos;
  • Síntese de Frields-Crafts;
  • Oxidação de álcoois secundários.

Assim como nos aldeídos, suas reações são do tipo adição nucleofílica. Sofrem reação de oxidação (resultando em Éster) e de halogenação do carbono α em meio ácido ou básico. Além disso, sofrem outras reações menos citadas como reação com HCN (resultando em cianoidrina), adição de aminas primárias e secundárias (resultando em iminas) e formação de hemiacetal (também chamado acetal).

5 – Éster

Caracterizado pela presença de grupos (R1-COO-R2). A reação para sua obtenção é conhecida como esterificação e é uma reação importantíssima para o ENEM.
A reação de esterificação acontece entre um ácido carboxílico e um álcool, resultando em éster mais água.

Nomenclatura

De forma geral, todas as funções orgânicas seguem padrões semelhantes de nomenclatura. Confira a figura abaixo.

Banner ENEM

Combustíveis orgânicos

São substâncias orgânicas bastante empregadas no mundo atual como fonte de energia e, por isso, é recorrente na prova de Química Orgânica no ENEM. Entretanto, há um constante investimento na busca por outras fontes de energia a fim de amenizar, ou acabar, com a queima desses combustíveis e a consequente liberação de CO2 (gás estufa) para o meio ambiente.
São divididos em combustíveis fósseis e biocombustíveis.

1 – Combustíveis fósseis

Formados a partir da decomposição de plantas e de outros organismos vivos que existiram há milhares de anos. Estão entre eles:

  • Carvão mineral;
  • Petróleo (e seus derivados);
  • Gás natural.

Carvão
Temos dois grupos de carvão:

  • Carvão mineral: rocha sedimentar resultante de um processo milenar. Origina-se da decomposição de restos vegetais em ambientes anaeróbios pela ação de bactérias anaeróbias. Existem quatro tipos de carvão mineral, de acordo com o teor de carbono:
    • Turfa (mais impuro);
    • Linhito;
    • Hulha;
    • Antracito (mais puro).
  • Carvão vegetal: é obtido hoje por meio da queima ou carbonização da madeira na ausência quase completa de oxigênio. Sua formação é bem mais rápida (questão de dias) e possível de ser controlada pelo homem. Bastante utilizado como combustíveis de lareiras e churrasqueiras.

>> Quer passar em Medicina pelo ENEM? Estude com o Curso Medicina do Kuadro. <<
Petróleo
É uma combinação complexa de hidrocarbonetos resultante da decomposição de matéria orgânica a altas pressões e a altas temperaturas. Pode ser extraído tanto do oceano, quanto do continente.
Por ser uma mistura complexa, em seu refino, o petróleo passa por colunas de fracionamento, a fim de separar os seus hidrocarbonetos constituintes. Posteriormente, os resíduos desse processo e hidrocarbonetos de cadeias longas são quebrados em moléculas menores pelo processo de craqueamento. Os principais derivados do petróleo são:

  • Parafina;
  • GLP;
  • Nafta;
  • Ligroína;
  • Querosene;
  • Diesel

Gás natural
Pode ser encontrado em poços petrolíferos, em jazidas de carvão mineral ou em jazigos isolados. Composto em sua maioria por gás metano, origina-se da decomposição de matéria orgânica também, sendo encontrado em pântanos e em lixões (responsável por incêndios e explosões).

2 – Biocombustíveis

São de origem biológica, mas não são resultantes do processo de fossilização. Também estão sendo bastante estudados, pois são fontes de energia renováveis, baratas e que agridem bem menos o ambiente em comparação com os combustíveis fósseis. Obtidos a partir de plantas oleaginosas como a cana-de-açúcar, a soja, a canola e o milho, explorando processos naturais como a fermentação.
Bom, terminamos aqui o nosso resumo especial de Química Orgânica no ENEM. Tratamos as principais funções orgânicas que caem no ENEM, pincelamos suas principais reações e suas nomenclaturas. Além disso, falamos sobre combustíveis orgânicos! Outro tema certo na prova de Química do ENEM! Esperamos que tenha aproveitado. Bons estudos!

O que achou deste post? Continue acompanhando o Blog do Kuadro!

Assista às nossas Aulas Ao Vivo, totalmente gratuitas, sobre assuntos importantes para vestibular!

Estude para o ENEM com o Kuadro

Precisa se preparar para o ENEM? Nós podemos te ajudar!
Conheça nossos cursos:
CURSO SEMIEXTENSIVO
CURSO MEDICINA

Como ir bem na prova discursiva de Química da fuvest?

A segunda fase da Fuvest, entre todos os seus testes, possui 6 questões que envolvem toda a química lecionada no ensino médio. Por um momento isso pode parecer muito conteúdo para ser colocado em um pequeno número de questões, certo? Nós, do Kuadro, não queremos que você pense assim.

Observar o perfil da prova durante a sua preparação é uma boa medida para se tranquilizar e ganhar confiança. E para te ajudar nisso, analisamos a incidência de todos os conteúdos cobrados em química nos últimos 4 anos do vestibular da Fuvest.

Prova discursiva de química da FUVEST

Analisando a tabela acima, preparamos algumas dicas que aumentarão consideravelmente o seu desempenho na prova de Química da Fuvest:

  • 91 % das questões de química da segunda fase se concentram em 7 assuntos. Ou seja: todo ano existe praticamente uma questão de cada um desses conteúdos. Está ficando bem mais fácil saber onde focar, não é?
  • Alguns conteúdos só foram cobrados na primeira fase desde 2014: propriedades periódicas, reações nucleares e modelos atômicos. Isso não quer dizer que eles não cairão nas próximas provas, mas sim que você não deve priorizá-los em seus estudos.
  • O estilo das provas objetiva e discursiva de química da Fuvest são parecidos. Uma boa maneira de praticar é fazer as provas antigas. Elas lhe fornecerão uma maior experiência na hora de encarar as questões.
  • Reações químicas estão presentes na maioria das questões da prova discursiva de química. Seja como tema principal de algum item ou como maneira de cobrar conceitos como ácidos e bases, química orgânica ou equilíbrios químicos. Por isso, é de grande importância ganhar muita experiência em provas de química, para saber com confiança a maioria das reações que poderão ser cobradas.
  • Boa parte das questões de química trabalham com gráficos e tabelas. Principalmente quando estão relacionados a conteúdos como equilíbrios químicos, termoquímica e eletroquímica. Por isso, é importante saber analisá-los e tirar conclusões das informações disponíveis.

Com esse artigo, esperamos facilitar os seus estudos. Ficou alguma dúvida? Venha conversar conosco, sua opinião é muito importante para crescermos junto com você!

FUVEST: Como ir bem em Química na prova objetiva?

Ao fazer uma prova de matemática, história ou física da Fuvest, você vai encontrar muitas questões que cobram muito dos conteúdos e pouco de habilidades interdisciplinares. Entretanto, química é uma exceção a essa “regra”. Apesar de continuarmos enfrentando um vestibular que cobra amplamente toda a matéria do ensino médio, é inevitável notar o grande número de questões que abordam mais de uma área da química ou que às vezes necessitam de um certo domínio da física ou da matemática.

Para facilitar o seu entendimento, o Kuadro traz para você uma pesquisa que aponta quantas questões de cada conteúdo caíram nos últimos anos na parte objetiva de química da Fuvest. Lembre-se que a cada ano as perguntas mudam. Mas a proporção entre os conteúdos tende a permanecer a mesma durante um certo período de tempo.

Prova objetiva de química da FUVEST

Observando a tabela acima, saiba algumas dicas que podem ser um diferencial para a sua aprovação:

  • Estude química orgânica. 20% da prova gira em torno desse conteúdo. Entretanto, é importante saber como estudar, pois existem uma infinidade de reações orgânicas. Uma boa ideia é focar no aprendizado das características e propriedades químicas das funções orgânicas. Isso facilitará bastante o estudo das reações. Lembre-se: aprenda mais e decore menos!
  • As reações químicas entre os mais variados compostos são, sem dúvida, o assunto mais cobrado na parte de química do vestibular da Fuvest. Por isso, a ideia para ir bem não é aprender inúmeros métodos específicos, mas saber vários tipos de reações. Uma boa dica é começar pelas reações que envolvem ácidos, bases, óxidos e sais, que são as mais recorrentes.
  • Estequiometria, gases, soluções e equilíbrios são conteúdos que caem sempre. Eles compõem, em sua maior parte, o que chamamos de físico-química. Tenha bastante atenção, afinal em toda prova você encontrará questões dessas matérias.
  • Ainda relacionado com a dica anterior, não se esqueça de que não é suficiente saber apenas os conceitos de química para resolver questões de química. Principalmente na área de físico-química. Muitos erros ocorrem no desenvolvimento do raciocínio que depende de conceitos da matemática básica (porcentagem, rendimento, aritmética). 

Seguindo essas dicas e fazendo a prova atenciosamente, não tem erro. A parte objetiva da prova de química da Fuvest será um sucesso. E para garantir ainda mais a sua vitória, estamos a disposição para tirar a sua dúvida. Venha conversar com o Kuadro!

LOGO-KUADRO-branco

PDF – MÉTODO KUADRO DE APROVAÇÃO

Preencha o formulário e receba o seu PDF