Gabarito UFMA - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
1-10 de 10
Questão
2019Português

(UFMA 2019) Observe os enunciados abaixo e, em seguida, marque a opo que traz as funes sintticas dos termos destacados: I. O homemnervosoentrou no banco. II. O homem,nervoso, entrou no banco.

Questão
2009Filosofia

(Ufma 2009) A narrativa de Thomas More descreve uma ilha imaginária onde vive um povo com costumes bem diferentes do existente na Europa e, em especial, na Inglaterra do sec. XVI.  Dentre os vários contrastes entre a ilha de Utopus e a Sociedade Real da época, está a maneira singular dos utopianos em exercerem o poder do Estado. Qual o mecanismo de legitimação do Estado que Thomas More considera mais adequado?

Questão
2009Filosofia

(Ufma 2009) O homem sempre buscou explicações sobre os aspectos essenciais da realidade que o cerca e sobre sua própria existência. Na Grécia antiga, antes da filosofia surgir, essas explicações eram dadas pela mitologia e tinham, portanto, um forte caráter religioso. Historicamente, considera-se que a filosofia tem inicio com Tales de Mileto, em razão de ele ter afirmado que “a água é a origem e a matriz de todas as coisas”. Nesse sentido, pode-se dizer que a frase de Tales tem caráter filosófico pelas seguintes razões:

Questão
2008Filosofia

(Ufma 2008) O homem nasce livre, e por toda a parte encontra-se a ferros. O que se crê senhor dos demais, não deixa de ser mais escravo do que eles. Como adveio tal mudança? Ignoro-o. Que poderá legitimá-la? Creio poder resolver esta questão. ROUSSEAU, J. J. Do Contrato Social. Coleção Os Pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1978. A partir da afirmação acima, assinale a opção correta.

Questão
2008Filosofia

(Ufma 2008) Leia com atenção a seguinte afirmação de Rousseau. Enfim, cada um dando ninguém e, não existindo um associado sobre o qual não se adquira o mesmo direito que se lhe cede sobre si mesmo, ganha-se o equivalente de tudo que se perde, e maior força para conservar o que se tem. Se separar-se, pois, do pacto social aquilo que não pertence à sua essência, ver seguintes termos: Cada um de nós põe em comum sua pessoa e todo o seu poder sob a direção suprema da vontade geral, e recebemos, enquanto corpo, cada membro como parte indivisível do todo. Imediatamente, esse ato de associação produz, em lugar da pessoa particular de cada contratante, um corpo moral e coletivo, composto de tantos membros quantos são os votos da assembleia, e que, por esse mesmo ato, ganha sua unidade, seu eu comum, sua vida e sua vontade. ROUSSEAU, J. J. Do Contrato Social. Coleção Os Pensadores. O Pacto Social somente é possível a partir da vontade geral, descrita acima. Segundo Rousseau, tal conceito significa:

Questão
2007Filosofia

(UFMA - 2007) Habermas costuma ser descrito como o último grande racionalista (...) ele propõe, como nova perspectiva, outro conceito de razão: a razão dialógica, que brota do diálogo e da argumentação entre os agentes interessados numa determinada situação. (...) Para tanto, é necessária uma ação social que fortaleça as estruturas, capazes de promover as condições de liberdade e de não constrangimento imprescindíveis ao diálogo. COTRIM,Gilberto.Fudamentos de Filosofia - História e Grandes Temas. São Paulo. Ed. Saraiva, 2002. pág. 226. No trecho descrito acima, fica bem claro quando Habermas afirma:

Questão
2007Filosofia

(Ufma 2007) Ao longo da história do pensamento ético, várias questões surgiram e, com elas, a ética impulsionou-se. O pensador inglês David Hume formulou uma dessas questões. Assinale a alternativa que traz a questão proposta por David Hume relativa à ética.

Questão
2006Filosofia

(Ufma 2006) No capítulo X do livro VIII da Ética a Nicômaco, Aristóteles discursa sobre as constituições existentes, bem como sobre suas características. Tomando por base suas observações, é correto afirmar:

Questão
2006Filosofia

(Ufma 2006) Segundo Nicolau Maquiavel, aquilo que do ponto de vista da moral pode ser considerado um bem, no âmbito da política pode converter-se em um mal e vice-versa, pois o que qualifica a boa e a má ação na política é o êxito ou não da ação no trato com a circunstância. Baseado nessa premissa, é correto afirmar:

Questão
2005Filosofia

(Ufma 2005)A rua era das mais animadas da cidade; por todo o dia estivera cheia de gente. Mas agora, ao anoitecer, a multidão crescia de um minuto para outro; e quando se acenderam os lampiões de gás, duas densas, compactas correntes de transeuntes cruzavam diante do café. Jamais me sentira num estado de ânimo como o daquela tarde; e saboreei a nova emoção que de mim se apossara ante o oceano daquelas cabeças em movimento. Pouco a pouco perdi de vista o que acontecia no ambiente em que me encontrava e abandonei-me completamente à contemplação da cena externa. (Walter Benjamin Sobre alguns temas em Baudelaire) O texto nos leva a uma compreensão de estética como:

1-10 de 10
NOVIDADES
Kuadro