3 Dicas na Hora de Utilizar Resumos Para Vestibular

Resumos são extremamente úteis em diversos momentos da vida do vestibulando. Para fixar a matéria estudada, por exemplo, produzi-los pode ser uma boa pedida. Na hora da revisão são seus melhores amigos e ainda podem ajudar a tirar dúvidas que surgirem sobre o conteúdo. Quer dicas para otimizar seus resumos para vestibular? Confira neste artigo!

Descubra qual o melhor formato de resumo para você

Não existe a fórmula do resumo perfeito, mas sim qual o formato ideal para você. Experimente alguns modelos e veja qual mais se encaixa com as suas necessidades, seu cronograma e seu perfil. Um dos mais populares é o resumo por esquema. Nesse modelo, o foco está nas palavras-chave do conteúdo e na questão visual.

Para muitas pessoas, quanto mais cores, desenhos e organogramas estiverem em um resumo, melhor. Esse pode ser o seu caso também! Porém, existem pessoas que preferem focar em fichamentos sem firulas e ir direto ao ponto. Se você ainda não sabe qual o melhor dos estilos de resumos para vestibular tente se perguntar: como eu gostaria que me explicassem esse conteúdo? E parta daí!

Reescreva com suas próprias palavras 

Um resumo bem feito precisa ter sido lido e compreendido pelo aluno. De nada adianta apenas copiar as informações principais de uma matéria e não entender com exatidão o que acontece naquele conteúdo, certo? A melhor forma de fixar todas essas informações na sua mente é reescrevendo com suas próprias palavras.

O que queremos dizer é: não copie simplesmente as palavras de seu professor no papel, tente entender o conteúdo e escrever aquilo que foi compreendido. Leu? Fez sentido? Legal! Agora, você, além de fixar melhor o conteúdo em sua mente, ainda está começando um novo resumo para o vestibular.

Resumos para vestibular diferentes para matérias diferentes 

Nem sempre aquele seu modelo de resumo preferido é ideal para te ajudar em todas as matérias. Matemática e Geografia, por exemplo, são assuntos diferentes com abordagens completamente opostas. Um formato mais visual pode ser mais interessante para abordar questões mais abstratas, como aquelas que aprendemos nas matérias de exatas. Palavras e textos são mais indicados para as humanas, como História e Geografia.

Gostou deste artigo? Para mais dicas e técnicas para se dar bem no vestibular esse ano continue acompanhando o blog do Kuadro!

O que você achou?