sombra

Como o Artur foi aprovado no vestibular da AFA

“Existem pessoas que passam a vida toda buscando uma inspiração e um área para se dedicar e podem nunca se encontrar. Mas, por outro lado, existem aquelas pessoas que tem aquele momento que algo mágico acontece, uma chave vira na cabeça e eles percebem para onde tem de ir. A de Artur Araújo aconteceu na sua escola.

 

Eu sempre fui sonhador. Mas teve um dia específico que eu percebi o que queria para a vida”, lembrou Artur. “No meu colégio, os melhores aluno sempre eram premiados. Um dia, um cara de outra sala recebeu um convite da AEB (Agência Espacial Brasileira) para fazer um treinamento do ITA. Isso ficou martelando na minha cabeça. No mesmo dia me inscrevi no ITA”.

Pedras no meio do caminho  

Mas, se engana quem pensa que tudo foram flores no caminho do Artur rumo ao sonho. Os primeiros passos foram bem complicados. “Naquele ano eu acabei nem prestando o vestibular do ITA. Não me sentia preparado”.

No outro ano, o professor dele, Assis Britto, percebeu o seu esforço e fez um convite para ele estudar em Fortaleza, capital do Ceará, com uma bolsa. O problema é que o conteúdo ainda era muito avançado para Artur e ele não conseguiu se adaptar. “Eu não entendia nada das aulas, elas eram muito difíceis. Nos simulados todo mundo mandava muito melhor que eu”.

O Kuadro surge como alternativa

No fim do ano, mais um problema. Ele não conseguiu passar no ITA e acabou perdendo a bolsa. “Isso me atingiu de uma forma absurda. Acho que foi a pior coisa que aconteceu na minha vida”.

Mas, não adiantava ficar parado, e ele decidiu continuar estudando. Nesse momento que surgiu o Kuadro. Ele viu que o cursinho tinha boas aprovações e era referência em assunto ITA, AFA e IME, e decidiu experimentar. “Na verdade, eu gostei mais do Kuadro que dos cursinhos presenciais. Eu podia seguir meu ritmo e não precisava gastar tanto tempo com locomoção”.

A tão sonhada aprovação no vestibular da AFA

Com pouco tempo, Artur percebeu valor na solução. Seu desempenho estava melhorando muito e a nota dele nos simulados evoluiu exponencialmente.

Por fim aconteceu a aprovação no vestibular da AFA e a alegria foi geral. “Não imaginava que ia conseguir com o tempo que estudei”.

Segundo Artur, isso não seria possível sem o Kuadro. “O Kuadro foi essencial. Hoje eu vejo que foi uma excelente escolha me matricular nele”.  

O que você achou?