Como estruturar um cronograma de estudos

Todo vestibulando sabe que o segredo para alcançar um bom desempenho nos vestibulares mais concorridos do país é desenvolver e aplicar um bom e eficiente cronograma de estudos.

Porém, quando chega a hora de começar a estudar, surgem muitas dúvidas: por onde começar? O que levar em consideração? Como montar um cronograma de estudos? Essas são apenas algumas das questões.

Mas a boa notícia é que existe, sim, uma fórmula certeira para estruturar o melhor plano de estudos para o seu perfil. Quer saber como? Leia nossas dicas e descubra!

Montando um cronograma de estudos em três passos 

Foco e determinação são palavras de ordem para qualquer vestibulando. Mas, quando aliadas à organização, tornam-se mais poderosas ainda. Pode ser muito fácil levar o ano de vestibular de uma forma mais planejada, com organização e bem-ordenada.

Com um bom plano de estudo para vestibular, você consegue tornar essa jornada algo muito mais prazeroso e eficaz. É só estruturar seu cronograma levando em consideração os vestibulares os quais você vai prestar.

Por exemplo: ao montar um cronograma de estudos para o ENEM, leve em conta que a prova é feita em dois dias, sendo que a redação é no primeiro dia, junto das demais ciências humanas. Por isso, ao definir o plano de estudos, você pode incluir uma tarde de simulação, onde você resolve questões intercalando os tipos de conhecimento, assim como vai acontecer no dia da prova.

É muito mais fácil levar um ano de vestibular de forma planejada e ordenada. Torne essa jornada mais prazerosa e eficaz a partir da estruturação de um cronograma de estudos! Confira as dicas que o Kuadro separou para você:

1. Defina seus horários e sua rotina

Definir como será a sua rotina e seus horários de estudo em geral é o passo mais importante na montagem de um cronograma de estudos. É preciso mapear os seguintes horários: aulas no cursinho, estudo em casa e descanso.

É nesse momento que você descobre quanto tempo tem disponível para estudar. Abrir mão de outras atividades faz parte do processo, mas é um ato temporário que com certeza vai ajudar bastante a aumentar seus conhecimentos.

É também sempre bom lembrar que momentos de descanso são extremamente fundamentais para um bom desempenho. Seu cérebro precisa de alguns minutos entre uma hora e outra para assimilar o que você aprendeu.

Montar um bom cronograma de estudos pode ajudar o vestibulando a alcançar seus objetivos mais rápido!

2. Determine alguns objetivos

Agora que você já reuniu algumas informações sobre seus estudos, é hora de definir os objetivos a serem alcançados. Já sabemos que você quer ser aprovado no vestibular, mas quebrar este ideal em pequenos pedaços é uma boa forma de observar o seu desenvolvimento.

Por exemplo: coloque como meta estudar um número x de módulos por semana; ou, alcançar uma determinada nota nos simulados dos vestibulares que você mais quer; ou revisar um número x de conteúdos por mês. Assim, você passa a ter pequenas conquistas que, aos poucos, te levarão a alcançar o resultado final: entrar na faculdade dos seus sonhos!

3. Estabeleça prioridades

Estabelecer prioridades também é parte essencial de um cronograma de estudos de excelência. É preciso compreender que você deve dedicar tempo para disciplinas que têm mais dificuldade.

Isso não significa deixar de lado aquelas que você considera mais fáceis, mas sim, saber dividir o tempo de estudo para que seu plano de estudos contemple todas as matérias.

Estude para os vestibulares com o Kuadro 

Se você precisa se preparar para o vestibular e não sabe por onde começar, estude com o Kuadro. No nosso blog, você encontra dicas e notícias sobre o mundo dos vestibulares, além de encontrar diversas opções de cursinhos on-line.

Temos opções de cursos semiextensivos, com vídeo-aulas, orientação pedagógica individual e personalizada e monitoria diária; cursos de medicina, com conteúdo organizado, um plano de estudos ideal para cada aluno e aulas ao vivo; e cursos para o ITA-IME, com foco especial para os vestibulares. Estude com o Kuadro!

O que você achou?