Como se tornar um Oficial das Forças Armadas

As promessas da carreira militar encantam muita gente: salários acima da média, estabilidade, promoção de cargo e até mesmo uma boa aposentadoria. Esses são alguns dos benefícios que motivam milhares de jovens no Brasil a se dedicarem com afinco aos estudos e prestarem concursos das Forças Armadas e militares .

Passar nesses concursos é o principal caminho para se tornar um Oficial das Forças Armadas, por exemplo. Quem já conhece esse universo sabe que ser aprovado não é meta fácil, mas não é impossível.

Márcio Varchavsky, 33 anos, hoje carrega com orgulho o título de Bacharel em Engenharia da Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), respeitada instituição universitária pública ligada ao comando da Aeronáutica. Ele conta que a conquista do grau foi árdua e exigiu um plano bem estruturado.

“Quando comecei a estudar para ser oficial, não tinha condições financeiras para arcar com um curso preparatório focado no vestibular do ITA. Então consegui uma bolsa num curso extensivo onde tinha aulas pela manhã e estudava sozinho à tarde e à noite”, lembra.

“Eu conseguia me organizar bem e ter foco para estudar sozinho. A grande dificuldade mesmo era saber que meus concorrentes faziam um cursinho preparatório direcionado. Eu não. Tive que buscar meios próprios para fazer simulados com participantes de preparatórios para ITA e IME”, revela Márcio.

Foco e disciplina para realizar o sonho de ser um oficial das Forças Armadas

Muitos jovens ficam entusiasmados com o que podem conseguir depois de entrar na carreira de oficial das Forças Armadas ou em qualquer outro cargo público. Porém não se dão conta dos desafios que terão de encarar para alcançar esse objetivo. E aí, diante dos primeiros obstáculos acabam desistindo. Não foi o que aconteceu com Márcio.

Pelo contrário: ele é um exemplo a seguir. Quando decidiu prestar o vestibular do ITA, já era aluno da Escola Preparatória de Cadetes do AR (EPCaR). Com isso, tinha vaga garantida para entrar na Academia da Força Aérea (AFA) e se tornar Oficial Aviador. Porém, abriu mão de ingressar na para arriscar tudo e tentar o vestibular do ITA, que seria ainda mais difícil.

“Todo mundo achava que eu tinha arriscado demais, jogando fora uma carreira garantida como aviador para tentar um vestibular praticamente impossível. Mas confiei, mantive o foco e deu tudo certo.”, comemora Márcio.

Dicas de quem passou no Concurso das Forças Armadas

A jovem de 21 anos Juliana Serafim, de Maceió, se mudou para a cidade de São José dos Campos, no interior de São Paulo, para seguir o sonho de ser oficial engenheira pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

No início de 2017, Juliana estava na internet procurando simulados de revisão para o vestibular e conheceu o Kuadro. Em um ano, ela foi aprovada para cursar a Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx). Com o sucesso nos estudos, ela foi convidada pela nossa reportagem a compartilhar dicas com quem tem sonhos parecidos.

Foco nos estudos; resolução de provas antigas; ler atentamente o edital; certificar-se de que estudou tudo o que é pedido e manter constância nos estudos. Essas são algumas dicas que Juliana dá à quem deseja passar na EsPCEx.  “É necessário também conhecer bem o vestibular e resolver provas anteriores da turma escolhida, porque eles seguem um estilo”, aconselha.

Segundo Juliana, para fazer parte das Forças Armadas Brasileiras, também é necessário se preparar para o teste físico. “Você precisa traçar um plano de atividades físicas com base no que eles costumam cobrar todos os anos”, conta.

Aposte em um cursinho preparatório

Juliana e Márcio são a prova de que é completamente possível se preparar para os concursos militares e vestibulares estudando em plataformas digitais. Sobre a possibilidade de estudar para concursos concorridos somente em plataformas on-line, o engenheiro Márcio acredita que, “não só é possível como é a melhor opção atualmente”.

Para passar no Concurso das Forças Armadas é preciso foco e disciplina!

Para ele, essa geração de estudantes nasceu imersa no ambiente digital e acabam se frustrando com o ritmo de uma sala presencial. “On-line, com conteúdo de qualidade e profissionais especializados, a chance de aprovação é muito maior, e ainda com um custo muito mais atrativo.”

A facilidade dos estudos on-line é mais um fator para garantir a tão sonhada aprovação num concurso das Forças Armadas. Com tantas possibilidades, a única coisa proibida é desistir. “Gosto da metodologia do Kuadro, pois dá a liberdade de você focar nos assuntos que têm mais dificuldades. Isso otimizou meu tempo de estudos”, conta Juliana.

Quer passar em um concurso das Forças Armadas assim como a Juliana e o Márcio? Conheça o Kuadro e realize seu sonho.

O que você achou?