Densidade dos gases

 A densidade dos gases é expressa nada mais do que pela razão entre a massa e o volume ocupado pelo gás nas condições de temperatura e pressão nas quais se encontra. Apesar de simples, tal conceito é de fundamental importância para resolver questões de vestibulares que o abordem (tanto em Química no ENEM, como também em Física no ENEM) e que você não pode deixar de fazer!

Neste resumo teórico, abordaremos de forma objetiva os conceitos de densidade absoluta e densidade relativa dos gases e como calculá-las!

Densidade Absoluta dos Gases

Como já dissemos a densidade dos gases é dada por

densidade dos gases

Mas, na grande maioria das questões de vestibulares, incluindo o ENEM, o que se pede é o cálculo das densidades dos gases por meio da Equação dos gases ideais (ou Equação de Clapeyron) dada por:

densidade dos gases

em que

densidade dos gases

Substituindo o n (número de mols) na equação acima, temos:

densidade dos gases

Agora, isolando o termo da densidade na equação, vem:

densidade dos gases

Lembre-se que, nas CNTP, o volume de 1 mol de gás ideal vale 22,4 L. Assim, se for dada a massa de 1 mol de gás e for dito que o mesmo se encontra nas CNTP, não perca tempo! Faça direto:

densidade dos gases 

(em g/L, geralmente)

Isso pode lhe poupar um tempo precioso!

Densidade dos gases

Densidade Relativa dos Gases

Já se perguntou por que balões de ar quente são capazes de subir (flutuar) na atmosfera terrestre ? Ou por que existe aquele vento suave do continente para a praia à noite?

As respostas estão relacionadas com a densidade relativa dos gases. No primeiro caso, o balão de ar quente sobe, pois o ar quente em seu interior é menos denso que o ar atmosférico (mais frio). Já no segundo caso ocorre algo parecido: à noite, a água do mar está mais quente que a areia da praia, o que faz com que o ar em contato com a água se aqueça mais e suba (por ser menos denso que o ar mais acima da água). Isso cria uma região de baixa pressão sobre a água, promovendo um fluxo de ar do continente para o mar.

Todos os fatos listados acima podem ser facilmente entendidos matematicamente com auxílio da fórmula de densidade gasosa.

densidade dos gases

Observe que quanto maior a temperatura, menor é a densidade do gás e quanto menor a temperatura, maior a densidade do gás.

Às vezes, opta-se por fornecer a densidade relativa entre dois gases como uma razão entre a densidade dos gases (Absolutas). Assim, faz-se:

densidade dos gases

onde d1 é a densidade do gás 1 e d2 é a densidade do gás 2.

Tranquilo, né?

Esperamos que tenha aproveitado esse resumo teórico sobre densidade dos gases e que garanta essa questão certa no ENEM! Bons estudos e Até a Próxima!

O José Neto é aluno do ITA. É também monitor do Kuadro para disciplinas exatas. Vai compartilhar os conteúdos que ele domina aqui nos resumos teóricos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog Kuadro