Chat with us, powered by LiveChat

Resumo teórico – Espelhos Planos

1.Elementos da Reflexão:

Elementos da Reflexão em um espelho plano

Elementos da Reflexão em um espelho plano

Reta Normal: Reta que forma 90° com a superfície do espelho

Raio Incidente: Raio de luz que chega no espelho

Raio Refletido: Raio de luz que sai do espelho

Ângulo de Incidência: Ângulo formado pelo raio incidente e a reta normal

Ângulo de Reflexão: Ângulo formado pelo raio refletido e a reta normal

2.Leis da Reflexão:

– 1ª lei: O raio de luz incidente, o raio de luz refletido e a reta normal pertencem à um mesmo plano.

– 2ª lei: O ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão.

3. Recurso geométrico para aplicar as leis da reflexão:

No momento da prova do vestibular não é possível utilizar transferidor ou outro objeto que permite fazer um ângulo de incidência igual ao ângulo de reflexão, por isso utiliza-se um recurso da geometria para garantir tal igualdade. Eis o procedimento:
I) Traça-se uma reta perpendicular que saia do ponto objeto e passe pelo espelho ou pelo prolongamento dele;

1º Passo do Recurso Geométrico

II) Sobre a reta perpendicular, faz-se um ponto imagem do objeto que esteja a mesma distância do espelho só que simétrico ao ponto objeto;

2º Passo do Recurso Geométrico

III) Traça-se o raio incidente saindo do ponto objeto e traça-se o raio refletido saindo do ponto imagem, de modo que ambos os raios se encontrem no mesmo ponto do espelho.

3º Passo do Recurso Geométrico

Esse recurso garante, no desenho, que o ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão.

4. Campo visual:

Quando um observador está diante de um espelho, faz-se necessário saber a região que ele consegue ver através do espelho. Nesse caso é necessário fazer o “Recurso geométrico”, apresentado anteriormente, nas extremidades do espelho e determinar o campo visual desse observador nessa determinada posição, conforme pode ser observado na figura a seguir:

Construção do Campo Visual

5. Observação importante:

Em um espelho plano, a distância do objeto até o espelho é sempre igual a distância da imagem até o espelho. Quando o topo do objeto e a base possuem distâncias diferentes em relação ao espelho, faz-se necessário analisar os dois separadamente.

6. Assuntos raros de aparecer nos vestibulares modernos:

I) Quando um espelho translada com uma velocidade V, a velocidade da imagem em relação ao objeto é 2V.

II) Quando rotaciona um espelho de um ângulo α, a imagem é rotacionada de um ângulo 2α.

III) Em uma associação de espelhos planos, o número de imagens (n) é dado pela seguinte equação:

n = \frac{360}{\alpha}-1

Onde: α = ângulo formado pelos espelhos

7. Exercício de Aplicação de Espelhos Planos:

(Unesp 2014) Uma pessoa está parada numa calçada plana e horizontal diante de um espelho plano vertical E pendurado na fachada de uma loja. A figura representa a visão de cima da região.

Visão superior da situação

Olhando para o espelho, a pessoa pode ver a imagem de um motociclista e de sua motocicleta que passam pela rua com velocidade constante V = 0,8 m/s, em uma trajetória retilínea paralela à calçada, conforme indica a linha tracejada. Considerando que o ponto O na figura represente a posição dos olhos da pessoa parada na calçada, é correto afirmar que ela poderá ver a imagem por inteiro do motociclista e de sua motocicleta refletida no espelho durante um intervalo de tempo, em segundos, igual a

A) 2.
B) 3.
C) 4.
D) 5.
E) 1.

O que achou desse conteúdo? Deixe seus comentários e sugestões nos comentários!

Para mais resumos teóricos continue acompanhando o nosso Blog!

Professor de Física desde 2008, quando ainda cursava Engenharia Civil na Escola Politécnica da USP, vindo a graduar neste curso em 2013 e posteriormente fazer licenciatura em Física. Lecionou em renomados cursinhos de São Paulo e de São José dos Campos, sendo responsável por várias aprovações em cursos concorridos no Brasil. Ao longo dos 10 anos de carreira passou a acompanhar as mudanças nos vestibulares das estaduais paulistas (Fuvest, Unicamp, Unesp, Famema e Famerp) e no ENEM sendo grande conhecedor de tais concursos. Atualmente é professor de física em todos os anos do Ensino Médio e professor do Kuadro.

Blog Kuadro