Questões de Português - FUVEST 2000 | Gabarito e resoluções

1-8 de 8
Questão
2000Português

(FUVEST - 2000) A exploso dos computadores pessoais, as infovias, as grandes redes - a lnternet e a World Wide Web - atropelaram o mundo. Tornaram as leis antiquadas, reformularam a economia, reordenaram prioridades, redefiniram os locais de trabalho, desafiaram constituies, mudaram o conceito de realidade e obrigaram as pessoas a ficar sentadas, durante longos perodos de tempo, diante de telas de computadores, enquanto o CD-Rom trabalha. No h dvida de que vivemos a revoluo da informao e, diz o professor do MIT, Nicholas Negroponte, revolues no so sutis. (Jornal do Brasil, 13/02/96) A expresso revolues no so sutis indica

Questão
2000Português

(FUVEST) Sinha Vitria falou assim, mas Fabiano resmungou, franziu a testa, achando a frase extravagante. Aves matarem bois e cabras, que lembrana! Olhou a mulher, desconfiado, julgou que ela estivesse tresvariando. (Graciliano Ramos, Vidas secas) Uma das caractersticas do estilo de Vidas secas o uso do discurso indireto livre, que ocorre no trecho

Questão
2000Português

(Fuvest-2000) Em A ilustre Casa de Ramires, a novela histórica escrita por Gonçalo apresenta traços dominantes de um tipo de narrativa e de um estilo praticados principalmente durante o

Questão
2000Português

(Fuvest 2000) Ossian o bardo é triste como a sombra Que seus cantos povoa. O Lamartine É monótono e belo como a noite, Como a lua no mar e o som das ondas... Mas pranteia uma eterna monodia, Tem na lira do gênio uma só corda; Fibra de amor e Deus que um sopro agita: Se desmaia de amor a Deus se volta, Se pranteia por Deus de amor suspira. Basta de Shakespeare. Vem tu agora, Fantástico alemão, poeta ardente Que ilumina o clarão das gotas pálidas Do nobre Johannisberg! Nos teus romances Meu coração deleita-se... Contudo, Parece-me que vou perdendo o gosto, (...) (Álvares de Azevedo, Lira dos vinte anos) Considerando-se este excerto no contexto do poema a que pertence (Ideias íntimas), é correto afirmar que, nele,

Questão
2000Português

(Fuvest-2000) Sinha Vitória falou assim, mas Fabiano resmungou, franziu a testa, achando a frase extravagante. Aves matarem bois e cabras, que lembrança! Olhou a mulher, desconfiado, julgou que ela estivesse tresvariando. (Graciliano Ramos, Vidas secas) O prefixo assinalado em tresvariando traduz ideia de

Questão
2000Português

(Fuvest 2000) Em A ilustre Casa de Ramires, a novela histórica escrita por Gonçalo apresenta traços dominantes de um tipo de narrativa e de um estilo praticados principalmente durante o

Questão
2000Português

(Fuvest 2000) Óbito do autor Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo princípio ou pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o meu nascimento ou a minha morte. Suposto o uso vulgar seja começar pelo nascimento, duas considerações me levaram a adotar diferente método: a primeira é que eu não sou propriamente um autor defunto, mas um defunto autor, para quem a campa foi outro berço; a segunda é que o escrito ficaria assim mais galante e mais novo. (Machado de Assis, Memórias póstumas de Brás Cubas, Capítulo primeiro) ______________________________________________________________________________________________________________________________________ A metáfora presente em a campa foi outro berço baseia-se

Questão
2000Português

(FUVEST - 2000) No texto, o emprego de artigos definidos e a omisso de artigos indefinidos tm como efeito, respectivamente, As duas manas Lousadas! Secas, escuras e grrulas como cigarras, desde longos anos, em Oliveira, eram elas as esquadrinhadoras de todas as vidas, as espalhadoras de todas as maledicncias, as tecedeiras de todas as intrigas. E na desditosa cidade, no existia ndoa, pecha, bule rachado, corao dorido, algibeira arrasada, janela entreaberta, poeira a um canto, vulto a uma esquina, bolo encomendado nas Matildes, que seus olhinhos furantes de azeviche sujo no descortinassem e que sua solta lngua, entre os dentes ralos, no comentasse com malcia estridente. (Ea de Queirs, A ilustre Casa de Ramires)

1-8 de 8