Questões - UFSJ 2013 | Gabarito e resoluções

1-15 de 30chevron right center
Questão
2013História

(UFSJ - 2013) Em 1776, o Marqus de Pombal, que na poca era o principal ministro da monarquia portuguesa, declarou: As colnias ultramarinas, havendo sido estabelecidas com o preciso objetivo da utilidade da metrpole a que eram pertencentes, da se derivavam leis infalveis e universalmente observadas na prtica de todas as naes. NOVAIS, F. Portugal e Brasil na crise do antigo sistema colonial (1777-1808). So Paulo: Hucitec, 2011, p.59. Assinale a alternativa que apresenta a utilidade a que o Marqus de Pombal fez referncia.

Questão
2013História

(UFSJ - 2013) Assinale a alternativa que apresenta CORRETAMENTE caractersticas do feudalismo medieval.

Questão
2013Geografia

(Ufsj 2013) Observe o grfico abaixo. Assinale a alternativa CORRETA, com base nas coordenadas geogrficas e nos fusos horrios representados.

Questão
2013Filosofia

(UFSJ 2013) Para David Hume, os homens so, em grande medida, governados pelo interesse e isso perfeitamente visvel, j que

Questão
2013História

(UFSJ - 2013) Ilha do Bananal, atual Estado de Tocantins, ano de 1750. Um grupo de homens descalos, sujos e famintos se aproxima de uma aldeia caraja. Cautelosamente, convencem os indios a permitirem que acampem na vizinhana. Aos poucos, ganham a amizade dos anfitries. Um belo dia, entretanto, mostram a que vieram. De surpresa, durante a madrugada, invadem a aldeia. Os indios so acordados pelo barulho de tiros de mosqueto e correntes arrastando. Muitos tombam antes de perceber a traio. Mulheres e crianas gritam e so silenciadas a golpes de machete. Os sobreviventes do massacre, feridos e acorrentados, iniciam, sob chicote, uma marcha de 1500 quilmetros at a vila de So Paulo - como escravos TORAL, A. e BASTOS, G. Os brutos que conquistaram o Brasil. In: Revista Superin- teressante, abril de 2000. Fonte: httpz//superabriI.com.br/historia/brutos- conquistaram-brasiI-441292.3html. Acesso em 29/08/2012 Aes desse gnero, ocorridas na America Portuguesa, eram frequentemente empreendidas pelos

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Na obra “O existencialismo é um humanismo”, Jean-Paul Sartre intenta

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Na filosofia de Friedrich Nietzsche, é fundamental entender a crítica que ele faz à metafísica. Nesse sentido, é CORRETO afirmar que essa crítica

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) O romantismo, movimento cultural que se iniciou no final do século XVIII e início do século XIX, influenciou diretamente a filosofia no

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) “Os leitores de jornais dizem: este partido foi destruído devido a esta ou aquela falta que cometeu. Minha política superior contesta: um partido que comete esta ou aquela falta agoniza, não possui a segurança do instinto”. Esse comentário é emblemático e foi propalado por

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Thomas Hobbes afirma que Lei Civil, para todo súdito, é

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) “A Filosofia a golpes de martelo” é o subtítulo que Nietzsche dá à sua obra Crepúsculo dos ídolos. Tais golpes são dirigidos, em particular, ao(s)

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Liberdade significa, em sentido próprio, a ausência de oposição [] e não se aplica menos às criaturas irracionais e inanimadas do que às racionais. Esse é um fragmento de texto colhido de

Questão
2013História

(UFSJ - 2013) Entretanto, a revolta no uniu toda a populao gacha. Ela foi preparada por estancieiros da fronteira e algumas figuras da classe mdia das cidades, obtendo apoio principalmente nesses setores sociais. Eles pretendiam acabar com a taxao de gado na fronteira com o Uruguai ou reduzi-la, estabelecendo a livre circulao dos rebanhos que possuam nos dois pases [...]. Nas fileiras dos revoltosos, destacaram-se pelo menos duas dezenas de revolucionrios italianos refugiados no Brasil, sendo o mais clebre deles Giuseppe Garibaldi. FAUSTO, Boris. Histria do Brasil. So Paulo: Editora da Universidade de So Paulo, 2003, p. 169. O texto refere-se a um dos perodos mais agitados da histria poltica do pas, pois estavam em jogo a unidade nacional, a centralizao e a descentralizao do poder, a autonomia das provncias e a organizao das foras armadas. A passagem descreve a revolta da

Questão
2013História

(UFSJ -2013) [...] Nada mais liberal que um conservador na oposio; nada mais conservador que um liberal no governo. SILVA, Francisco de Assis, BASTOS, Pedro Ivo de Assis. Histria do Brasil. So Paulo: Editora Moderna, 1976 p. 107. Analise as afirmativas a seguir, sobre a expresso acima. I. Muito propagada no Perodo Regencial, mostra que, embora com denominaes diferentes, conservadores e liberais possuam basicamente os mesmos interesses. II. Muito propagada no Perodo Regencial, mostra que conservadores e liberais possuam posies polticas, sociais e econmicas muito distintas. III. Muito propagada no Perodo Regencial, mostra que conservadores e liberais possuam as mesmas origens sociais e no se opunham, por exemplo, escravido. IV. Muito propagada no Perodo Regencial, mostra que conservadores e liberais possuam concepes polticas muito diferentes e defendiam a participao popular no poder. De acordo com essa anlise, so CORRETAS apenas as alternativas

Questão
2013Sociologia

(Ufsj 2013) A soberania é a alma do Estado, e uma vez separada do corpo os membros deixam de receber dela seu movimento. Esse fragmento representa o pensamento de

1-15 de 30chevron right center