ENEM

ITA

IME

FUVEST

UNICAMP

UNESP

UNIFESP

UFPR

UFRGS

UNB

VestibularEdição do vestibular
Disciplina
Busca avançada
Ir para Ranking

(Famema 2017)  A reciclagem de alumínio no Brasil funciona com altíssimos índices de eficácia, acima da média mundial, com o reprocessamento de praticamente toda sucata disponível. Em 2014, o país reciclou 540 mil toneladas de alumínio. Desse total, 289,5 mil toneladas referem-se à sucata de latas de alumínio para bebidas, o que corresponde a 98,4% do total de embalagens consumidas em 2014, índice que mantém o Brasil na liderança mundial de reciclagem desde 2001.

(www.abal.org.br. Adaptado.)

A reciclagem de latas de alumínio no Brasil relaciona-se, entre outros fatores, com questões de ordem

A

econômica, pois é uma forma de utilizar mais energia ao longo do processo produtivo.   

B

política, pois é contemplada por programas de incentivo ao descarte consciente para angariar créditos de carbono.

C

social, pois a coleta do material é fonte de renda para pessoas em condições econômicas frágeis.

D

comercial, pois caracteriza uma forma de preservar as pequenas reservas de bauxita pelo território.

E

ambiental, pois configura um incentivo pelo emprego de um material de rápida decomposição na natureza.