ENEM

ITA

IME

FUVEST

UNICAMP

UNESP

UNIFESP

UFPR

UFRGS

UNB

VestibularEdição do vestibular
Disciplina
Busca avançada
Ir para Ranking

(UNEMAT 2018)

 “A centralidade da subjetividade, a ênfase no indivíduo, a valorização do homem serão também problematizadas ao longo do desenvolvimento do pensamento moderno através de várias teorias e descobertas científicas que questionam, de diferentes pontos de vista, o antropocentrismo, a centralidade atribuída ao homem. Entenda-se por isso a definição tradicional de homem encontrada na modernidade, o próprio conceito de natureza humana como dotada de consciência autônoma. É ilustrativa a esse respeito a famosa frase de Michel Foucault na conclusão de As palavras e as coisas (1966), “[...] o homem é uma  invenção recente na história de nosso pensamento, e talvez seu fim esteja próximo”.

Marcondes, Danilo. Iniciação à história da filosofia: dos présocráticos a Wittgenstein. 6ª ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2001, p. 254.

A afirmação de Michel Foucault é citada no final do texto por Marcondes para ilustrar um processo de argumentação a respeito da definição tradicional de homem. Assinale a alternativa que explicita o sentido do enunciado de Foucault.

A

A ascensão do antropocentrismo na modernidade.

B

A possibilidade da extinção da humanidade.

C

A necessidade de preservação da subjetividade humana.

D

O questionamento da noção antropocêntrica de homem, centrada na individualidade e na subjetividade.

E

A distinção entre as noções biológica e histórica de homem.