Quais disciplinas têm maior peso no vestibular de medicina?

Quais disciplinas têm maior peso no vestibular de medicina?

A gente sabe que se preparar para o vestibular de Medicina não é uma tarefa fácil. É preciso estudar muito e dominar todas as matérias. Afinal, um ponto a menos no resultado final pode separar você do seu sonho.
Em todo processo seletivo, existem aquelas disciplinas que tem um peso maior na nota. Nessas você tem de arrasar! Mas como saber qual pesa mais? Bom, não há uma resposta única, pois cada vestibular tem uma configuração diferente
Para ajudar você na tarefa, a gente resolveu listar as principais disciplinas para você focar nos três principais cursos do Brasil segundo o Guia Folha: Unifesp, Unicamp e USP.

Como é calculada a nota para o vestibular de Medicina da UNIFESP?

A UNIFESP utiliza o sistema misto para aprovação dos alunos no vestibular de Medicina. A primeira fase é a nota do Enem, sem a utilização do sistema TRI (Teoria da Resposta ao Item), ou seja, o número exato de acertos. O Enem vale de 0 a 100 pontos.
A segunda fase é composta de dois dias. O primeiro é de 30 questões de múltipla escolha de português, 15 de inglês e uma redação. Cada questão objetiva vale 1 ponto e a redação tem 50 pontos de nota máxima.
No segundo dia, a prova possui 5 questões dissertativas de matemática, 5 de física, 5 de química e 5 de biologia. Cada uma das questões tem uma nota entre 1 e 4.
A média aritmética da pontuação de ENEM somada às pontuações do dia 1 e dia 2 resultam na nota final.

Quais são as disciplinas de maior peso?

Nesse cenário, as disciplinas de maior importância para o vestibular de Medicina são as questões dissertativas das matemática, biologia, química e física. Em 2016, por exemplo, a prova de biologia cobrou: Biologia Celular, Seres Vivos e Evolução.
A prova de física cobrou: Mecânica, Termodinâmica, Eletricidade, Óptica e Ondas. Já em matemática, os candidatos tiveram que resolver exercícios de Conjuntos Numéricos, Polinômios, Álgebra, Análise Combinatória, Probabilidade, Matrizes e Geometria. E em química, Transformações, Materiais, Água, Energia e Carbono.

Como é calculada a nota no vestibular de medicina da Unicamp?

O Unicamp distribui as provas de vestibular em duas fases. A primeira é composta por 90 questões objetivas comuns a todos os cursos disponíveis na universidade. Se o aluno tiver interesse, ele pode usar a nota do Enem daquele ano ou anterior na composição da nota dessa fase. Nesse caso, ela valerá 80% da composição.
A segunda fase tem três dias. No primeiro dia, há a proposta de 2 textos a serem desenvolvidos e 6 questões de língua portuguesa e literatura. No segundo dia, são 6 questões de matemática, 6 de geografia, 6 de história. No terceiro dia, são 6 questões de biologia, 6 de química e 6 de física. Nessa fase todas as questões são dissertativas.

Quais são as disciplinas de maior peso?

Nas provas de vestibular de Medicina da Unicamp, as matérias têm os seguintes pesos: língua portuguesa, literatura e biologia valem 3, matemática, geografia e química vale 2, já história e física tem peso 1.
Portanto,  foque nas três primeiras. Para ser aprovado, o candidato precisa obter pontuação mínima de 450 total delas. O próximo vestibular, que valerá para o ingresso em 2020, exigirá a leitura das seguintes obras:

  • Sonetos (selecionados pelo Comvest) – Luís de Camões;
  • Sobrevivendo no inferno – MC’s Racionais;
  • A teus pés – Ana Cristina Cesar;
  • Sagarana – Guimarães Rosa;
  • O Espelho – Machado de Assis;
  • O bem amado – Dias Gomes
  • A falência – Júlia Lopes de Almeida;
  • Caminhos Cruzados – Érico Veríssimo;
  • História de Cerco de Lisboa – José Saramago;
  • Quarto de despejo – Carolina Maria de Jesus;
  • A cabra vadia – Nelson Rodrigues,
  • Sermões (selecionados pelo Comvest) – Antonio Vieira.

Em biologia, o candidato precisa dominar: Bases Moleculares e Celulares, Hereditariedade, Evolução, Meio Ambiente e Saúde Humana.

Como é calculada a nota no vestibular de medicina da USP?

O vestibular da Fuvest é composto por duas fases. A primeira fase é composta por 90 questões objetivas comuns a todos os cursos. A segunda tem três dias provas dissertativas.
O primeiro dia é composto de duas partes: uma redação e 10 questões de interpretação de texto em português. Cada uma dessas partes vale 50 pontos. O segundo dia é composto de 16 questões interdisciplinares comuns a todos os candidatos e vale 100 pontos. No terceiro dia, é realizada uma prova com 12 questões com base na escolha do candidato. Também vale 100 pontos.
A nota final será obtida da média aritmética da primeira fase, do primeiro, do segundo dia e do terceiro dia da segunda fase.

Quais são as disciplinas de maior peso?

Para o vestibular de 2018, a faculdade de Ribeirão Preto pedia em sua prova específica conhecimentos de geografia, química e biologia. Em São Paulo, a prova específica era composta por física, química e biologia. Em Bauru: geografia, química e biologia.
Conteúdos que mais caem por matéria:

  • Física: Energia, Mecânica, Universo, Sistema Solar, Ondas, Som e Luz;
  • Biologia: Biologia Celular, DNA, Evolução, Vírus, Bactérias, Botânica, Animais e Seres Humanos;
  • Geografia: Geopolítica, Espaço Geográfico Brasileiro, Planeta Terra, Meio Ambiente e a Representação do Espaço Geográfico,
  • Química: Transformações Químicas, Materiais, Água, Energia, Compostos Orgânicos.

Quer se preparar para o vestibular de medicina, de onde quiser e com a ajuda de diversos recursos pedagógicos? Inscreva-se já no cursinho on-line do Kuadro!

Petropolitana, mas do mundo. Morei em muitos lugares e achei minha Pasárgada na UFMG, na Faculdade de Letras onde conclui minha graduação. Especializei-me em Gramática e em Linguística Aplicada. E continuo estudando! Agora faço especialização em Psicopedagogia, para entender ainda mais das dificuldades dos meus alunos. Sou professora em pré-vestibulares, orientadora pedagógica, coach de vestibulandos, youtuber e muito apaixonada pela Língua Portuguesa. Acompanhei centenas de alunos até o ingresso na faculdade e acredito no poder transformador da educação. Vamos estudar juntos?

Blog Kuadro