Chat with us, powered by LiveChat
Redação nota 1000: existe receita?

Redação nota 1000: existe receita?

Todo vestibulando sabe que para ter um bom resultado é preciso fazer uma boa redação. Nesse sentido, é óbvia a necessidade de respeitar a estrutura textual e estar adequado à proposta e tema definidos pelo vestibular. Mas, afinal, será que é possível e, se sim, como tirar 1000 na redação?

Neste post nós vamos descobrir se de fato existe um macete para conseguir a nota máxima na produção textual. Confira algumas dicas!

Existe um macete para fazer uma redação nota 1000?

Se você é vestibulando, deve estar torcendo para a resposta ser sim. Mas na realidade, é preciso dizer que não. Não existe uma receita mágica para a sua redação funcionar bem em qualquer tema ou proposta.

Existe uma estrutura a ser seguida, como acontece em qualquer gênero textual. Esse “esqueleto”, quando respeitado e em conjunto com uma boa articulação de ideias, é o melhor caminho para uma redação nota 1000.

Muitas vezes, achamos que se utilizarmos determinadas referências, sendo sociólogos, filósofos, pensadores, etc, e atribuir a eles pensamentos, ideais e teorias, vamos estar fortalecendo nossa argumentação e desenvolvendo o texto de forma mais adequada. Isso não é uma mentira, desde que todas essas informações estejam organizadas dentro de um tema e dialoguem com as ideias presentes no seu texto.

No entanto, não basta escolher um período histórico ou um dado e achar que isso poderá ser usado em qualquer tema ou proposta. Para uma redação perfeita, é necessário sim embasamento teórico. Mas, mais do que isso, a teoria precisa estar relacionada à proposta do texto.

Então eu não posso utilizar sempre as mesmas referências nos meus textos?

As referências que você utiliza para argumentar ou criar um texto mais rico devem sempre ser consideradas do zero. Não leve em consideração que existe uma referência mágica que irá caber em qualquer texto, tema ou proposta de vestibular.

Aliás, se você procura utilizar as mesmas informações para todos os seus textos, tome cuidado! A correção do vestibular sempre avalia a originalidade e capacidade criativa de quem escreve.

Por isso, não é legal você tentar usar uma única referência como um macete para enquadrar em qualquer tema de redação. Você corre o risco de não adequar as referências às propostas e ainda perder pontos pelo uso de clichês.

O que vale mais é a sua originalidade e capacidade de desenvolver um bom texto do zero, independente do tema a ser discorrido.

Vamos supor que você saiba alguns dados da ONU. Essas informações, provavelmente, combinam mais com temas sociais. Se a banca pedir um comportamento específico, como o uso da internet, não adianta tentar encaixar a taxa de desemprego. Mesmo que seja importante explorar o tema ao máximo, é preciso ter atenção para não fugir dele.

Como alcançar a redação nota 1000?

Essa receita de fato não existe, existem alguns métodos podem ajudar você a escrever melhor e — quem sabe — atingir a nota máxima no vestibular. Saiba mais!

Dica 1

Leia com muita atenção a coletânea de textos disponíveis na sua prova (literalmente, na prova toda). Todos os textos de história, filosofia, sociologia e português poderão ajudar você a construir a sua redação.

Dica 2

Fique atento às notícias atuais. Estar contextualizado sobre os acontecimentos do país e do mundo te ajuda a se posicionar acerca do tema. Isso fará com que você desenvolva uma argumentação coerente com a sua tese.

Dica 3

Os estudos da filosofia e sociologia, bem como a história, irão ajudar muito na compreensão de determinados temas. Eles também vão te ajudar na hora de utilizar referências que fortalecem seus argumentos e constroem o desenvolvimento do seu texto.
É a partir desse conhecimento que o vestibulando consegue construir um bom texto, sem apelar para um macete. Afinal, não precisa de uma receita mágica quando se sabe discorrer sobre qualquer assunto, certo?

Dica 4

Respeite a estrutura da redação e, principalmente, leia a proposta com bastante cuidado. Geralmente, os vestibulares cobram textos dissertativo-argumentativos.

Nesse caso, você deve iniciar com uma introdução sobre o assunto e expor sua tese. A sua opinião deve estar embasada em dados, períodos históricos, notícias… enfim, informações que possam contextualizar o porquê um fato acontece ou aconteceu, as consequência dele e até possíveis soluções.

Após a introdução, faça um novo parágrafo para o desenvolvimento, argumentando e utilizando as referências necessárias para uma boa argumentação. Por fim, vem a conclusão, no qual deve-se retomar a tese (ideia principal) e fazer suas considerações finais. Caso o vestibular solicite uma proposta de intervenção, como na redação do Enem, é nesse parágrafo que ela deve estar presente.

Viu só? Não é necessário uma receitinha mágica para a redação nota mil! Basta estar atento à estrutura da redação, respeitar o tema e organizar as ideias de modo coerente.

Veja na aula abaixo dicas sobre falhas na argumentação e mais sobre a construção de uma redação nota 1000:

Para atingir o máximo de desempenho na redação, é importante treinar bastante antes da prova. Ou seja, não vale apenas se dedicar apenas ao estudo de outras matérias. Então, dedique ao menos um dia da semana para escrever sobre os assuntos da atualidade.

Já sabe mais sobre como fazer uma redação nota 1000? Venha para o Kuadro e complete a sua preparação para o vestibular!

Petropolitana, mas do mundo. Morei em muitos lugares e achei minha Pasárgada na UFMG, na Faculdade de Letras onde conclui minha graduação. Especializei-me em Gramática e em Linguística Aplicada. E continuo estudando! Agora faço especialização em Psicopedagogia, para entender ainda mais das dificuldades dos meus alunos. Sou professora em pré-vestibulares, orientadora pedagógica, coach de vestibulandos, youtuber e muito apaixonada pela Língua Portuguesa. Acompanhei centenas de alunos até o ingresso na faculdade e acredito no poder transformador da educação. Vamos estudar juntos?

Blog Kuadro