Kuadro
Entrar
VestibularEdição do vestibular

(Enem/2003)

 Eu começaria dizendo que poesia é uma questão de linguagem. A importância do poeta é que ele torna mais viva a linguagem. Carlos Drummond de Andrade escreveu um dos mais belos versos da língua portuguesa com duas palavras comuns: cão e cheirando.

 

Um cão cheirando o futuro

(Entrevista com Mário Carvalho. Folha de SP, 24/05/1988. adaptação)

 

O que deu ao verso de Drummond o caráter de inovador da língua foi:

A

o modo raro como foi tratado o "futuro".   

B

a referência ao cão como "animal de estimação".   

C

a flexão pouco comum do verbo "cheirar" (gerúndio).   

D

a aproximação não-usual do agente citado e a ação de "cheirar".   

E

o emprego do artigo indefinido "um" e do artigo definido "o" na mesma frase.   

F

Não sei.