Questões - FUVEST 2006 | Gabarito e resoluções

Questão 6
2006História

(FUVEST - 2006)A recente catstrofe ocorrida em Nova Orleans mostrou a pobreza da regio, mais uma vez apontando as diferenas econmicas e sociais entre o norte e o sul dos Estados Unidos. Para a maioria dos historiadores, essas diferenas esto associadas Guerra de Secesso, que dividiu o pas, no sculo XIX, e deixou srias conseqncias. a) Quais eram as diferenas entre o norte e o sul dos Estados Unidos antes da Guerra? b) Qual o tratamento dispensado pelos vitoriosos aos derrotados no final da Guerra?

Questão 6
2006Geografia

(FUVEST - 2006)Considere o mapa e as figuras. a) Explique por que a localizao geogrfica da rea urbana da metrpole de So Paulo amplia os conflitos de uso da gua. b) Caracterize a situao de abastecimento de gua na regio metropolitana de So Paulo, levando em considerao a demanda e os recursos disponveis.

Questão 6
2006Biologia

(FUVEST - 2006)O grfico a seguir mostra, em unidades arbitrrias, as quantidades de gs carbnico (CO2) liberadas e absorvidas por uma planta em diferentes intensidades luminosas. Indique as faixas de intensidades luminosas (I, II, III) em que a) ocorre aumento da quantidade de matria orgnica na planta. Justifique. b) a planta absorve gs oxignio do ambiente. Justifique.

Questão 6
2006Matemática

(FUVEST - 2006)Um torneiro mecnico dispe de uma pea de metal macia na forma de um cone circular reto de 15 cm de altura e cuja base B tem raio 8 cm (Figura 1). Ele dever furar o cone, a partir de sua base, usando uma broca, cujo eixo central coincide com o eixo do cone. A broca perfurar a pea at atravess-la completamente, abrindo uma cavidade cilndrica, de modo a obter-se o slido da Figura 2. Se a rea da base deste novo slido 2/3 da rea de B , determine seu volume.

Questão 6
2006Português

(FUVEST - 2006) H certas expresses significativas: Contra fato no h argumento. Elas querem dizer que, diante da evidncia do real, no cabem as argumentaes em contrrio, o que em princpio parece estar certo. Mas, na verdade, significam tambm coisas como o que vale a fora ou idia no resolve. Assim, pregam o reconhecimento do fato consumado, a capitulao diante do que se imps no terreno prtico, negando o direito de discutir, de argumentar para mudar a realidade. E ento se tornam sinistras. Antonio Candido, Recortes. Entre as expresses significativas, a que se refere o autor do texto, podem-se incluir certos provrbios, como, por exemplo, Cada macaco no seu galho. Indique o sentido que esse provrbio assume, a) se for entendido como uma afirmao aceitvel, que em princpio parece estar certa. b) se for entendido como uma afirmao autoritria, que impe um fato consumado.

Questão 6
2006Português

(FUVEST - 2006 - 1 FASE) Ele se aproximou e com voz cantante de nordestino que a emocionou, perguntou-lhe: ⎯ E se me desculpe, senhorinha, posso convidar a passear? ⎯ Sim, respondeu atabalhoadamente com pressa antes que ele mudasse de idia. ⎯ E, se me permite, qual mesmo a sua graa? ⎯ Macaba. ⎯ Maca ⎯ o qu? ⎯ Bea, foi ela obrigada a completar. ⎯ Me desculpe mas at parece doena, doena de pele. ⎯ Eu tambm acho esquisito mas minha me botou ele por promessa a Nossa Senhora da Boa Morte se eu vingasse, at um ano de idade eu no era chamada porque no tinha nome, eu preferia continuar a nunca ser chamada em vez de ter um nome que ningum tem mas parece que deu certo ⎯ parou um instante retomando o flego perdido e acrescentou desanimada e com pudor ⎯ pois como o senhor v eu vinguei... pois ... ⎯ Tambm no serto da Paraba promessa questo de grande dvida de honra. Eles no sabiam como se passeia. Andaram sob a chuva grossa e pararam diante da vitrine de uma loja de ferragem onde estavam expostos atrs do vidro canos, latas, parafusos grandes e pregos. E Macaba, com medo de que o silncio j significasse uma ruptura, disse ao recm-namorado: ⎯ Eu gosto tanto de parafuso e prego, e o senhor? Da segunda vez em que se encontraram caa uma chuva fininha que ensopava os ossos. Sem nem ao menos se darem as mos caminhavam na chuva que na cara de Macaba parecia lgrimas escorrendo. Clarice Lispector, A hora da estrela. No trecho Sem nem ao menos SE DAREM AS MOS caminhavam na chuva, o segmento destacado pode ser corretamente substitudo por: Sem que nem ao menos se

Questão 7
2006Português

(FUVEST - 2006) POEMA TIRADO DE UMA NOTCIA DE JORNAL Joo Gostoso era carregador de feira livre e morava no morro da Babilnia num barraco sem nmero. Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro Bebeu Cantou Danou Depois se atirou na Lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado. Manuel Bandeira, Libertinagem. a) Relacione o ttulo do poema corrente esttica da qual o texto participa. b) O poema adota o procedimento de relatar os acontecimentos sem coment-los ou interpret-los diretamente. Que atitude esse procedimento pede ao leitor? Explique brevemente.

Questão 7
2006Matemática

(FUVEST - 2006)No paralelogramo ABCD abaixo, tem-se que AD=3 e . Alm disso, sabe-se que o ponto P pertence ao lado DC e bissetriz do ngulo . a) Calcule AP. b) Determine AB sabendo que a rea do quadriltero ABCP 21.

Questão 7
2006Biologia

(FUVEST - 2006)Os portadores do vrus HIV, agente causador da aids (sndrome da imunodeficincia adquirida), so tratados com os chamados coquetis antivirais, que combinam drogas inibidoras da transcriptase reversa com drogas inibidoras de proteases. a) Por que a transcriptase reversa essencial para que o vrus HIV se multiplique? b) Como o vrus HIV causa a imunodeficincia em humanos?

Questão 7
2006Português

(FUVEST - 2006 - 1 FASE ) o Kramer apaixonou-se por uma corista que se chamava Olga. por algum motivo nunca conseguiam encontrar-se. ele gritava passando pela casa de Olga, manhzinha (ela dormia): Olga, Olga, hoje estou de folga! mas nunca se viam e penso que ele sabia que se efetivamente se deitasse com ela o sonho terminaria. sbio Kramer. nunca mais o vi. h sonhos que devem permanecer nas gavetas, nos cofres, trancados at o nosso fim. e por isso passveis de serem sonhados a vida inteira. (Hilda Hilst, Estar sendo. Ter sido.) OBSERVAES: O emprego sistemtico de minscula na abertura de perodo opo estilstica da autora. Corista = atriz/bailarina que figura em espetculo de teatro musicado. Na perspectiva do narrador, o Kramer considerado sbio porque, como um bom sonhador,

Questão 7
2006História

(FUVEST - 2006) Este quadro de Modesto Brocos, A redeno de Cam, pintado em 1895, mostra uma famlia brasileira que vai se transformando: da figura mais negra at a mais branca. Relacione o quadro com as questes a) da imigrao europia nas dcadas de 1880 e 1890. b) das concepes dominantes sobre raas no perodo.

Questão 7
2006Geografia

(FUVEST - 2006)O mapa distingue reas onde predominam dois tipos de turismo no Brasil. a) Identifique os tipos. b) Cite um exemplo de cada tipo e explique suas ocorrncias. c) Aponte e explique um impacto scio-ambiental de cada exemplo citado.

Questão 8
2006História

(FUVEST - 2006)A Histria Contempornea, no programa de Histria da FUVEST, contm um item que diz: A Europa em competio (1871-1914): imperialismo, neocolonialismo e belle poque. Indique a) em que consistia essa competio e por que era imperialista. b) o significado da expresso belle poque.

Questão 8
2006Português

(FUVEST - 2006) a) Referindo-se a suas intenes ao escrever o livro Macunama, Mrio de Andrade afirmou: Um dos meus interesses foi desrespeitar lendariamente a geografia e a fauna e flora geogrficas. No livro, esse interesse alcanado? Justifique brevemente. b) Sobre a personagem Macunama, Mrio de Andrade afirmou: fcil de provar que estabeleci bem dentro de todo o livro que Macunama uma contradio de si mesmo. A afirmao sublinhada se justifica? Explique sucintamente.

Questão 8
2006Geografia

(FUVEST - 2006)Observe o mapa. a) Identifique o estado da federao brasileira em que apareceu recentemente o foco original da aftosa. Indique e explique duas possveis causas do aparecimento desse foco. b) Aponte conseqncias scio-econmicas, uma interna e outra externa, que tenham resultado dessa ocorrncia. Fundamente sua resposta.