ENEM

ITA

IME

FUVEST

UNICAMP

UNESP

UNIFESP

UFPR

UFRGS

UNB

VestibularEdição do vestibular
Disciplina
Busca avançada
Ir para Ranking
Português | Interpretação de texto | fatores de contextualização | fatores de construção da coerência | inferências
Português | Interpretação de texto | gêneros jornalísticos
Português | Interpretação de texto | noção de texto | fatores linguísticos e pragmáticos | fatores semânticos e linguísticos da textualidade
FUVEST 2012FUVEST Português

(FUVEST 2012) Leia o seguinte trecho de uma entrevista concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa:

 

Entrevistador: - O protagonismo do STF dos últimos tem usurpado as funções do Congresso? 


Entrevistado: - Temos uma Constituição muito boa, mas excessivamente detalhista, com um número imenso de dispositivos e, por isso, suscetível a fomentar interpretações e toda sorte de litígios. Também temos um sistema de jurisdição constitucional, talvez único no mundo, com um rol enorme de agentes e instituições dotadas da prerrogativa ou de competência para trazer questões ao Supremo. É um leque considerável de interesses, de visões, que acaba causando a intervenção do STF nas mais diversas questões, nas mais diferentes áreas, inclusive dando margem a esse tipo de acusação. Nossas decisões não deveriam passar de duzentas, trezentas por ano. Hoje, são analisados cinquenta mil, sessenta mil processos. É uma insanidade.

 

Tendo em vista o contexto, a palavra do texto que sintetiza o teor da acusação referida na entrevista é

A

“usurpado”.

B

“detalhista”.

C

“fomentar”.

D

“litígios”.

E

“insanidade”.