Questões de Português - FUVEST | Gabarito e resoluções

Questão 1
2022Português

(FUVEST - 2022 - 2 fase) Texto 1 Disponvel em: https: //www.publicitarioscriativos.com/21-propagandas-surpreendentemente-criativas/. Traduzido e adaptado. Texto 2 Por respeito natureza, artista Tikuna levou 16 anos para criar um cocar As primeiras penas de gavio real que conseguiu chegaram em 2005. Um amigo o encontrou na aldeia certa vez e ofereceu algumas penas do animal que tinha encontrado morto no meio do mato tempos antes. Depois, em 2011, um cacique me disse que tinha algumas tambm, perguntou se eu queria, eram umas oito. Juntando com as que eu tinha, j dava para fazer um pedao do cocar, conta Jos Tikuna. Para completar a pea, ele precisou contar com mais doaes de amigos e conhecidos. Jos mesmo chegou a rodar pela floresta atrs das penas do bicho, mas no encontrava nada. Os anos passavam, e ele seguia procurando e esperando. S em 2014 encontrou novas penas. Dessa vez, um colega o procurou para que ele usasse seus dotes artsticos para criar um amarrador de cabelo com pena. Jos topou fazer e ainda conseguiu ficar com algumas para colocar em seu cocar. Jos lembra das conversas com amigos tocadores de tambor que sempre falam que se um animal ou uma rvore sofreu ou morreu para que conseguissem produzir o instrumento musical, o mnimo que eles deveriam ter respeito. Paula Rodrigues. Disponvel em https://www.uol.com.br/ecoa/ultimas-noticias/2021/09/08/por-respeito-a-natureza-artista-tikuna-levou-16-anos-para-criar-um-cocar.htm. 08/09/2021. Adaptado. a) Explique o sentido da expresso mais assustador no contexto do anncio, comparando-a com o processo de produo do cocar mencionado na notcia. b) Aponte a funo sinttica de por respeito natureza e explique como a expresso contribui para o sentido do ttulo e do texto.

Questão 2
2022Português

(FUVEST - 2022 - 2 fase) Fico imaginando se, em uma visita casa de amigos, algum me receber de cara fechada ou demorar para abrir a porta, sem demonstrar o mnimo de acolhimento. Talvez eu perca o teso do encontro, deixando toda minha empolgao do lado de fora. Para mim, no diferente do servio em um restaurante. Por mais que a comida seja meu ponto principal, j perdi literalmente a fome quando fui ignorada, presenciei erros e mais erros de anotaes de pratos, causando estresse nos comensais e na cozinha, sem contar as atitudes desagradveis da brigada, quando resolve discutir no meio do salo. De outro lado, criei laos com restaurantes e bares por conta do atendimento impecvel, dos quais os comes e bebes no so necessariamente maravilhosos. O fato de me sentir acolhida e bem atendida causa um grande peso naquilo que tanto se fala na gastronomia: a experincia. Beatriz Marques. A arte de servir. Revista Menu. Maro/2019. Adaptado. a) Explique o sentido do termo literalmente no trecho Por mais que a comida seja meu ponto principal, j perdi literalmente a fome quando fui ignorada. b) Reescreva o excerto causando estresse nos comensais e na cozinha, sem contar as atitudes desagradveis da brigada, substituindo os termos grifados por outros de sentido equivalente.

Questão 2
2022Português

(FUVEST - 2022 - 1 fase) Por mais bem informado que voc possa ser, no d para baixar a guarda. Mas por que as notcias falsas mesmo aquelas mais improvveis parecem to convincentes para tantas pessoas? Van Bavel, professor de psicologia e cincia neural da Universidade de Nova York, se especializou em entender como as crenas polticas e identidades de grupo influenciam a mente, e descobriu que a identificao com posies polticas pode interferir em como o crebro processa as informaes. Tendemos a rejeitar fatos que ameaam nosso senso de identidade e sempre buscar informaes que confirmem nossas prprias crenas, seja por meio de memrias seletivas, leituras de fontes que esto do nosso lado ou mesmo interpretando os fatos de determinada maneira. Isso tudo est relacionado a no querermos ter nossas ideias, gostos, identidade questionados, e por isso temos dificuldade em aceitar o que contradiz aquilo em que acreditamos. Ana Prado. A cincia explica por que camos em fake news. Superinteressante. 15/06/2018. Adaptado. De acordo com o texto,

Questão 3
2022Português

(FUVEST - 2022 - 2 fase) Ela desatinou Ela desatinou Viu chegar quarta-feira Acabar brincadeira Bandeiras se desmanchando E ela inda est sambando Ela desatinou Viu morrer alegrias Rasgar fantasias Os dias sem sol raiando E ela inda est sambando Ela no v que toda gente J est sofrendo normalmente Toda a cidade anda esquecida Da falsa vida da avenida onde Ela desatinou Viu chegar quarta-feira Acabar brincadeira Bandeiras se desmanchando E ela inda est sambando Ela desatinou Viu morrer alegrias Rasgar fantasias Os dias sem sol raiando E ela inda est sambando Quem no inveja a infeliz Feliz no seu mundo de cetim Assim Debochando Da dor, do pecado Do tempo perdido Do jogo acabado Chico Buarque de Hollanda, 1968. a) Explique quais so os universos em oposio apresentados na letra da cano e exemplifique com dois versos. b) Considerando a ambiguidade no verso Os dias sem sol raiando, transforme a orao reduzida de gerndio em duas possveis oraes desenvolvidas, contemplando os diferentes sentidos do verso.

Questão 4
2022Português

(FUVEST - 2022 - 1 fase) Considerando a ironia da tirinha, possvel inferir que

Questão 4
2022Português

(FUVEST - 2022 - 2 fase) Existe o Rio de Janeiro, o Rio de Janeiro e o Rio de Janeiro. O primeiro Rio aquele que ainda anseia por Ipanemas perdidas, de um tempo em que os amores eram recatados e silenciosos, o povo sorridente e polido, a gua do mar cristalina e tpida e a msica suave e gingada. O segundo Rio a terra de ningum, trombeteada nos noticirios de TV, em que cada esquina um Vietn ou Iraque e no h lugar seguro para correr. Uma cidade de favelas que cercam os redutos de cidadania, favelas dominadas por traficantes e de mais bandidos que cada vez mais transbordam para o asfalto a sua violncia. Mas h ainda um terceiro Rio de Janeiro. Aquele de quem anda de nibus, compra nas bancas os jornais populares, zanza pelo cameldromo, permite-se um churrasquinho de gato com cerveja na esquina e sabe que existem muitos matizes entre o preto e o branco, a favela e o asfalto, a lei e o crime. Cidade de pessoas que, seja qual for a cor e a classe social, andam pra l e pra c com celulares, rdios minsculos, CDs piratas ou no e DVDs idem. uma cidade que pode ir do samba de roda aotechno music, da umbanda ao padre pop, do grito para a casa da vizinha internet num microinstante. o Rio de Janeiro que, musicalmente, no cabe mais no compasso da bossa nova por mais que alguns tenham tentado aditivar eletronicamente o seu balano e nem no chamado samba de raiz, cultuado por setores jovens da classe mdia, mas definitivamente trocado pela grande massa pelo flexvel pagode romntico, que assume sem preconceitos as formas teis de toda a msica popular, seja ela o rock, o sertanejo, o pop negro americano. Slvio Essinger.Batido.Uma histria do Funk. Rio de Janeiro: Record, 2005. Adaptado. a) Aponte a figura de linguagem utilizada para descrever o segundo Rio e explique como o seu uso contribui para a caracterizao em curso no texto. b) Com base no texto, explique em que consiste o terceiro Rio de Janeiro.

Questão 5
2022Português

(FUVEST- 2022 - 2 fase) https://deposito-de-tirinhas.tumblr.com/post/46675766891/por-laerte a) Como as formas verbais gostaria e achocontribuem para a construo de sentido dos quadros 1 e 2? b) Considerando o contexto da tirinha, como o enunciador se v no ltimo quadro?

Questão 6
2022Português

(FUVEST- 2022 - 2 fase) A crise atual no mundo - no Oriente Mdio, em Israel e na Palestina - no diz respeito aos valores do Isl. No diz respeito, de jeito algum, mentalidade dos rabes, como querem alguns racistas. Diz respeito lita antiga entre fanatismo e pragmatismo. Entre fanatismo e pluralismo. Entre fanatismo e tolerncia. O 11 de setembro no tem a ver nem mesmo com a questo de se a Amrica boa ou m, se o capitalismo ameaador ou transparente, se a globalizao deveria cessar ou no. Diz respeito, isto sim, reivindicao tpica dos fanticos: se julgo algo mau, elimino-o, junto com seus vizinhos. (...) Minha prpria infncia em Jerusalm tornou-me um especialista em fanatismo comparado. Jerusalm da minha infncia, l pelos idos dos anos 1940, era cheia de profetas espontneos, Redentores e Messias. Mesmo atualmente, cada um dos jerosolimitanos tem sua frmula pessoal de salvao instantnea. Todos dizem que vieram a Jerusalm - e aqui cito uma frase famosa de uma velha cano - para constru-la e para serem construdos por ela. De fato, alguns deles e algumas delas, judeus, cristos e muulmanos, realmente vieram a Jerusalm no tanto para constru-la, para serem construdos por ela, mas antes para serem crucificados, ou para crucificar outros, ou ambas as coisas. H um transtorno mental reconhecido, uma doena mental designada sndrome de Jerusalm: as pessoas vo para Jerusalm, inalam o maravilhoso ar transparente da montanha e, em seguida, repentinamente, inflamam-se e pes fogo numa mesquita, numa igreja ou sinagoga. Ou, de outra forma, tiram as roupas, sobem numa pedra e comeam a profetizar. Ningum escuta, Jamais. Ams Oz. Contra o fanatismo. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004. a) Como a sndrome de Jerusalm pode ser relacionada reivindicao tpica dos fanaticos? b) As duas ocorrncias da palavra transparente apresentam o mesmo sentido no texto? Justifique

Questão 7
2022Português

(FUVEST- 2022 - 2 fase) Sweet home Quebra-luz, aconchego. Teu brao morno me envolvendo. A fumaa de meu cachimbo subindo. Como estou bem nesta poltrona de humorista ingls. O jornal conta histrias, mentiras... Ora afinal a vida um bruto romance e ns vivemos folhetins sem o saber. Mas surge o imenso ch com torradas, ch de minha burguesia contente. gozo de minha poltrona! doura de folhetim! bocejo de felicidade! Carlos Drummond de Andrade.Alguma Poesia a) Porque a expresso em ingls Sweet Homesuscita, no ttulo do poema, um teor de ironia? b) Na circunstncia do poema, os termos bruto romance e folhetins, como formas literrias, representam diferentes vises de mundo, estabelecendo entre si um contraste simblico. Comente.

Questão 8
2022Português

(FUVEST - 2022 - 2 fase) O que me espanta no a traio que d na vista, no a tolice que brilha em pblico: a decncia que se mantm, a dignidade que se preserva, a honradez que se resguarda, o sacrifcio obscuro e quotidiano que se continua. Eu lhe digo, porque tenho vivido em muitos cantos do Brasil e mexido com muita gente eu posso lhe dizer que, entre milhares de homens to diferentes de carter e mesmo de idias, sempre se tem conservado, atravs de todas as tribulaes e contingncias, um patrimnio comum. E voc, Graciliano Ramos, faz parte deste nosso patrimnio. O que senti vontade de lhe dizer hoje, e fica dito agora, o seguinte: que tanto quanto eu, h milhares de pessoas no Brasil que no esto presentes ao banquete mas que desejam que voc fique sabendo que esto ao seu lado. Conte conosco, no apenas na hora de comer e de beber, como tambm na hora de ter dio de Julio Tavares, de lutar contra Julio Tavares e de matar Julio Tavares. Rubem Braga Discurso de um ausente, mensagem do cronista a seu amigo Graciliano Ramos por ocasio do jantar em homenagem aos cinquenta anos do autor de Angstia. a) Como os valores ticos descritos por Rubem Braga constituem a resistncia (e logo a tenso) que forma o ponto de vista em Angstia? b) Caracterize o perfil de Julio Tavares, de modo a explicar por que o cronista o considera um inimigo do patrimnio comum.

Questão 9
2022Português

(FUVEST - 2022 - 2 fase) Quem ficava mais vezes de castigo era ele, Miguilim; mas quem apanhava mais era a Chica. A Chica tinha malgnio - todos diziam. Ela aprontava birra, encapelava no cho, capeteava; mordia as pessoas, no tinha respeito nem do pai. Mas o pai no devia de dizer que um dia punha ele Miguilim de castigo pior, amarrado em rvore, na beirada do mato. Fizessem isso, ele morria da estrangulao do medo? Do mato de cima do morro, vinha ona. Como o pai podia imaginar judiao, querer amarrar um menino no escuro do mato? S o pai de Joozinho mais Maria, na estria, o pai e a me levaram eles dois, para desnortear no meio da mata, em distantesm porque no tinham de-comer para dar a eles. Miguilim sofria tanta pena, por Joozinho mais Maria, que voltava a vontade de chorar. Joo Guimares Rosa. Campo Geral. A estria no quer ser histria. A estria, em rigor, deve ser contra a Histria. A estrias, s vezes, quer-se um pouco parecido anedota. A anedota, pela etimologia e para a finalidade, requer fechado ineditismo. Uma anedota como um fsforo; riscado, deflagrada, foi-se a serventia. Mas sirva talvez ainda a outro emprego a j usada, qual mo de induo ou por exemplo instrumento de anlise, nos tratos da poesia e da transcedncia. Nem ser sem razo que a palavra graa guarde os sentidos de gracejo, de dom sobrenatural e de atrativo. Joo Guimares Rosa. Aletria e hermenutica, Tutamia. a) Por que Miguilim, ao recordar as personagens do conto de fadas, se comove tanto e tem vontade de chorar? b) Considerando as ideias do autor em torno das palavrashistria,Histriaeanedota, pode-se dizer queCampo Geral umaestria? Desenvolva a sua resposta com base na leitura da obra.

Questão 10
2022Português

(FUVEST- 2022 - 2 fase) Muitos povos indgenas brasileiros costumavam matar os gmeos antes do contato com os brancos, que combateram a prtica. Quando chegamos l (ao Parque Indgena do Xingu), ainda matavam. Fizemos uma campanha, mas, apesar da tolerncia, os ndios ainda recebem com muita reserva os gmeos. O repdio ao duo muito forte, disse Folha o sertanista Orlando Villas Boas. Muitos povos indgenas tm uma atitude contrria aos gmeos porque seriam sinal de transgresso. Eles so vistos como perigosos e, segundo os ndios, poderiam trazer males e doenas, afirma a antroploga Betty Mindlin, autora de Terra Grvida, antologia de mitos indgenas. ndios brasileiros matavam gmeos. Redao. Folha de So Paulo, 30/01/2000. a) Qual personagem de Terra sonmbula estigmatizada pelo mesmo motivo apresentado na matria? Justifique sua resposta. b) No romance de Mia Couto, como a personagem Romo Pinto representa uma crtica ao dito homem civilizado?

Questão 17
2022Português

(FUVEST - 2022 - 1 fase) TEXTO PARA A QUESTO. No modelo hegemnico, quase todo o treinamento reservado para o desenvolvimento muscular, sobrando muitopouco tempo para a mobilidade, a flexibilidade, o treino restaurativo, o relaxamento e o treinamento cardiovascular. Na teoria, seria algo em torno de 70% para o fortalecimento, 20% para o crdio e 10% para a flexibilidade e outros. Na prtica, muitos alunos direcionam 100% do tempo para o fortalecimento. Como a prtica cardiovascular infinitamente mais significativa e determinante para a nossa sade orgnica comoum todo, podendo ser considerada o corao de um treinamento consciente e saudvel, essa ordem deveria ser revista. Nuno Cobra Jr. Fitness no sade. Uol. 06/05/2021. Adaptado Sem alterao de sentido, o segundo pargrafo do texto poderia ser reescrito da seguinte maneira:

Questão 18
2022Português

(FUVEST - 2022 - 1 fase) TEXTO PARA A QUESTO. No modelo hegemnico, quase todo o treinamento reservado para o desenvolvimento muscular, sobrando muitopouco tempo para a mobilidade, a flexibilidade, o treino restaurativo, o relaxamento e o treinamento cardiovascular. Na teoria, seria algo em torno de 70% para o fortalecimento, 20% para o crdio e 10% para a flexibilidade e outros. Na prtica, muitos alunos direcionam 100% do tempo para o fortalecimento. Como a prtica cardiovascular infinitamente mais significativa e determinante para a nossa sade orgnica comoum todo, podendo ser considerada o corao de um treinamento consciente e saudvel, essa ordem deveria ser revista. Nuno Cobra Jr. Fitness no sade. Uol. 06/05/2021. Adaptado Dentre as expresses destacadas, a que exerce a mesma funo sinttica do termo sublinhado em o treino restaurativo, o relaxamento e o treinamento cardiovascular :

Questão 19
2022Português

(FUVEST - 2022 - 1 fase) Por narrativas paralelas entende-se um procedimento literriosegundo o qual dois ou mais fios narrativos pertencentes a nveis distintos de realidade se desenrolam intercaladamente formandoum todo. Considerando-se a sua estrutura, as duas narrativas que podem ser identificadas com base nessa definio so: