Kuadro
Entrar

ENEM

ITA

IME

FUVEST

UNICAMP

UNESP

UNIFESP

UFPR

UFRGS

UNB

VestibularEdição do vestibular
vozes verbais

EDUCAÇÃO E COOPERAÇÃO: PRÁTICAS QUE SE RELACIONAM

A educação e a cooperação são duas práticas sociais em que, sob certos aspectos, uma contém a outra. Na educação, podem-se identificar práticas cooperativas; na cooperação podem-se identificar práticas educativas.

Entrelaçam-se e potencializam-se como processos sociais. A organização da cooperação exige de seus atores uma comunicação de interesses, de objetivos, a respeito dos quais precisam falar, argumentar e decidir. Nesse processo de interlocução de saberes, acontece a educação. , portanto, uma estreita relação entre esses dois fenômenos: na prática cooperativa, para além de seus propósitos e interesses específicos, produz-se conhecimento, aprendizagem, educação; na prática educativa, como um processo complexo de relações humanas, produz-se cooperação. Assim, as práticas cooperativas na escola podem constituir-se em privilegiados "espaços pedagógicos", através dos quais os seus sujeitos tomam consciência das diferentes dimensões da vida social.

 

FRANTZ, Walter. Educação e cooperação: práticas que se relacionam. Sociologias [online]. 2001, n.6, pp.242-264. ISSN 1517-4522. http://dx.doi.org/10.1590/S1517-45222001000200011. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-45222001000200011&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: 27 nov. 2019 (adaptado).

 

Observe a forma verbal destacada no texto e assinale a alternativa cuja explicação justifica CORRETAMENTE sua flexão no singular.

A

Trata-se de verbo impessoal, isto é, que não tem sujeito.

B

Trata-se de verbo intransitivo, logo, não tem complementos com os quais deva concordar.

C

Concorda com o seu sujeito, a expressão “estreita relação”, que também está no singular.

D

Possui dois complementos (“estreita relação” e “dois fenômenos”), podendo concordar com o mais próximo.

E

É apenas um elemento coesivo, portanto, não precisa concordar com outros elementos.