Questões de Filosofia - UFSJ

1-15 de 78chevron right center
Questão
2018Filosofia

(Ufsj 2010) Segundo as considerações sobre a Moral de Hume, é CORRETO afirmar que

Questão
2016Filosofia

(Ufsj 2006) Também se pergunta se a felicidade deve ser adquirida pela aprendizagem, pelo hábito ou por alguma outra espécie de adestramento, ou se ela nos é conferida por alguma providência divina, ou ainda pelo acaso. (ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. Livro I. São Paulo: Abril Cultural, 1984, p. 58-59). Considerando-se o trecho acima da Ética a Nicômaco, conclui-se que a felicidade é

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Ao declarar que “a moral e a religião pertencem inteiramente à psicologia do erro”, Nietzsche pretendeu

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Na obra “O existencialismo é um humanismo”, Jean-Paul Sartre intenta

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) A Filosofia a golpes de martelo é o subtítulo que Nietzsche dá à sua obraCrepúsculo dos ídolos. Tais golpes são dirigidos, em particular, ao(s)

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Na filosofia de Friedrich Nietzsche, é fundamental entender a crítica que ele faz à metafísica. Nesse sentido, é CORRETO afirmar que essa crítica

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Thomas Hobbes afirma que Lei Civil, para todo súdito, é

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) O romantismo, movimento cultural que se iniciou no final do século XVIII e início do século XIX, influenciou diretamente a filosofia no

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Sobre “as qualidades úteis da mente”, descritas por David Hume, é CORRETO afirmar que

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Liberdade significa, em sentido próprio, a ausência de oposição [] e não se aplica menos às criaturas irracionais e inanimadas do que às racionais. Esse é um fragmento de texto colhido de

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) “A Filosofia a golpes de martelo” é o subtítulo que Nietzsche dá à sua obra Crepúsculo dos ídolos. Tais golpes são dirigidos, em particular, ao(s)

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) Leia atentamente os fragmentos abaixo.I. “Também tem sido frequentemente ensinado que a fé e a santidade não podem ser atingidas pelo estudo e pela razão, mas sim por inspiração sobrenatural, ou infusão, o que, uma vez aceita, não vejo por que razão alguém deveria justificar a sua fé...”.II. “O homem não é a consequência duma intenção própria duma vontade, dum fim; com ele não se fazem ensaios para obter-se um ideal de humanidade; um ideal de felicidade ou um ideal de moralidade; é absurdo desviar seu ser para um fim qualquer”.III. “(...) podemos estabelecer como máxima indubitável que nenhuma ação pode ser virtuosa ou moralmente boa, a menos que haja na natureza humana algum motivo que a produza, distinto do senso de sua moralidade”.IV. “A má-fé é evidentemente uma mentira, porque dissimula a total liberdade do compromisso. No mesmo plano, direi que há também má-fé, escolho declarar que certos valores existem antes de mim (...).” Os quatro fragmentos de texto acima são, respectivamente, atribuídos aos seguintes pensadores

Questão
2013Filosofia

(UFSJ 2013) Para David Hume, os homens so, em grande medida, governados pelo interesse e isso perfeitamente visvel, j que

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) “Não que acreditemos que Deus exista; pensamos antes que o problema não está aí, no da sua existência [...] os cristãos podem apelidar-nos de desesperados”. Essa afirmação revela o pensador

Questão
2013Filosofia

(Ufsj 2013) “Os leitores de jornais dizem: este partido foi destruído devido a esta ou aquela falta que cometeu. Minha política superior contesta: um partido que comete esta ou aquela falta agoniza, não possui a segurança do instinto”. Esse comentário é emblemático e foi propalado por

1-15 de 78chevron right center