Kuadro
Entrar

ENEM

ITA

IME

FUVEST

UNICAMP

UNESP

UNIFESP

UFPR

UFRGS

UNB

VestibularEdição do vestibular

(Unifor 2014) A pilha seca ácida foi desenvolvida em 1866, pelo químico francês George Leclanché (1839-1882). Trata-se de uma pilha comum hoje em dia, pois é a mais barata, sendo usada em lanternas, rádios, equipamentos portáteis e aparelhos elétricos como gravadores, flashes e brinquedos. Essa pilha na verdade não é seca, pois dentro dela há uma pasta aquosa, úmida.

http://www.mundoeducacao.com/quimica/pilha-seca-leclanche.htm

A reação global de funcionamento da pilha seca ácida é apresentada abaixo:

Zn(s) + 2 MnO2 (aq) + 2 NH4+(aq) → Zn2+(aq) + Mn2O3 (s) + 2 NH3 (g)

Sobre a referida reação é possível afirmar que

A
No anodo, ocorre a oxidação do zinco metálico que fica no envoltório da pilha segundo a reação: Zn (s) → Zn2+ + 2e-. Os 2 elétrons do Zn metálico oxidado são transferidos para o dióxido de manganês que assim é convertido a trióxido de manganês.
B
O dióxido de manganês sofre oxidação sendo convertido a trióxido de manganês e portanto age como agente redutor no processo.
C
Zinco metálico sofre oxidação no catodo e geram a corrente de 1,5 V típica destas pilhas.
D
Dióxido de manganês sofrem redução no anodo e geram a corrente de 1,5 V típica destas pilhas.
E
No catodo, ocorre a oxidação do zinco metálico que fica no envoltório da pilha segundo a reação: Zn(s) → Zn2+ + 2e-. Os 2 elétrons do Zn metálico reduzido são transferidos para o dióxido de manganês que assim é convertido a trióxido de manganês.
F
Não sei.