ENEM

ITA

IME

FUVEST

UNICAMP

UNESP

UNIFESP

UFPR

UFRGS

UNB

VestibularEdição do vestibular
Disciplina

(FUVEST/1999)

Começo a arrepender-me deste livro. Não que ele me canse; eu não tenho que fazer; e, realmente, expedir alguns magros capítulos para esse mundo sempre é tarefa que distrai um pouco da eternidade. Mas o livro é enfadonho, cheira a sepulcro, traz certa contração cadavérica; vício grave, e aliás ínfimo, porque o maior defeito deste livro és tu, leitor. Tu tens pressa de envelhecer, e o livro anda devagar; tu amas a narração direita e nutrida, o estilo regular e fluente, e este livro e o meu estilo são como os ébrios, guinam à direita e à esquerda, andam e param, resmungam, urram, gargalham, ameaçam o céu, escorregam e caem...

(Machado de Assis, MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS)

 

 Tendo em vista o contexto das MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS, é correto afirmar que, nesse excerto,

A

as imagens que se referem ao próprio livro, mesmo exageradas, apontam para características que esse romance de fato apresenta.

B

ao ponderar a opinião do leitor, o narrador novamente evidencia o respeito e a consideração que tem por ele.   

C

o movimento autocrítico põe em relevo, principalmente, a modéstia e a contenção característica do narrador.   

D

o fato de o narrador dirigir-se diretamente ao leitor configura um momento de exceção no livro.   

E

a atitude do narrador contradiz a constância e a persistência com que habitualmente executa seus projetos.