Kuadro
Entrar
VestibularEdição do vestibular
consistência e relevânciafatores de contextualizaçãoInterpretação de textoo conhecimento compartilhadoo conhecimento de mundo

(Enem 2010)

A Herança Cultural da Inquisição

A Inquisição gerou uma série de comportamentos humanos defensivos na população da época, especialmente por ter perdurado na Espanha e em Portugal durante quase 300 anos, ou no mínimo quinze gerações.

Embora a Inquisição tenha terminado há mais de um século, a pergunta que fiz a vários sociólogos, historiadores e psicólogos era se alguns desses comportamentos culturais não poderiam ter-se perpetuado entre nós.

Na maioria, as respostas foram negativas, ou seja, embora alterasse sem dúvida o comportamento da época, nenhum comportamento permanece tanto tempo depois, sem reforço ou estímulo continuado.

Não sou psicólogo nem sociólogo para discordar, mas tenho a impressão de que existem alguns comportamentos estranhos na sociedade brasileira, e que fazem sentido se você os considerar resquícios da era da Inquisição.

[...] KANITZ, S. A Herança Cultural da Inquisição. In: Revista Veja. Ano 38, no 5, 2 fev. 2005 (fragmento).

Considerando-se o posicionamento do autor do fragmento a respeito de comportamentos humanos, o texto

A

enfatiza a herança da Inquisição em comportamentos culturais observados em Portugal e na Espanha.

B

contesta sociólogos, psicólogos e historiadores sobre a manutenção de comportamentos gerados pela Inquisição.

C

contrapõe argumentos de historiadores e sociólogos a respeito de comportamentos culturais inquisidores.

D

relativiza comportamentos originados na Inquisição e observados na sociedade brasileira.

E

questiona a existência de comportamentos culturais brasileiros marcados pela herança da Inquisição.

F

Não sei.