Kuadro
Entrar
VestibularEdição do vestibular
fatores linguísticos e pragmáticosInterpretação de textonoção de textotipos e gêneros textuais

(Enem 2010)


Fora da ordem
Em 1588, o engenheiro militar italiano Agostinho Romelli publicou Le Diverse ET Artificiose Machine , no qual descrevia uma máquina de ler livros. Montada para girar verticalmente, como uma roda de hamster, a invenção permitia que o leitor fosse de um texto ao outro sem se levantar de sua cadeira.
Hoje podemos alternar entre documentos com muito mais facilidade – um clique no mouse é suficiente para acessarmos imagens, textos, vídeos e sons instantaneamente. Para isso, usamos o computador, e principalmente a internet – tecnologias que não estavam disponíveis no Renascimento, época em que Romelli viveu.


BERCITTO, D. Revista Língua Portuguesa. Ano II. N°14.


O inventor italiano antecipou, no século XVI, um dos princípios definidores do hipertexto: a quebra de linearidade na leitura e a possibilidade de acesso ao texto conforme o interesse do leitor. Além de ser característica essencial da internet, do ponto de vista da produção do texto, a hipertextualidade se manifesta também em textos impressos, como:

A

dicionários, pois a forma do texto dá liberdade de acesso à informação.

B

documentários, pois o autor faz uma seleção dos fatos e das imagens.

C

relatos pessoais, pois o narrador apresenta sua percepção dos fatos.

D

editoriais, pois o editorialista faz uma abordagem detalhada dos fatos.

E

romances românticos, pois os eventos ocorrem em diversos cenários.