Questões de História - FUVEST

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
1-15 de 260
Questão 1
2020História

(fuvest - 2020 - 2 FASE) Os efeitos sociais do futebol enquanto elemento de uma dinmica cultura popular impelira o estado colonial a intervir sobre este universo. Depois da abolio [...] do indigenato, o desporto servir para alimentar a propaganda luso‐tropicalista, nomeadamente depois das vitrias do Benfica de Coluna e Eusbio (este s na segunda) na Taa dos Campees Europeus em 1961 e 1962, mais tarde, com a participao da seleo no Mundial de 1966. Nuno Domingos, Desporto moderno e situaes coloniais: o caso do futebol em Loureno Marques. In: MELO, V. A. de e outros (orgs.) Mais que um jogo: o esporte e o continente africano. Rio de Janeiro: Apicuri, 2010. a) Explique a relao entre Moambique e Portugal na dcada de 1960. b) Quais as relaes da propaganda luso‐tropicalista portuguesa com a imagem da democracia racial no Brasil? c) As conquistas do Benfica e o desempenho da seleo portuguesa no Mundial de 1966 fortaleceram a propaganda oficial do governo portugus? Justifique.

Questão 2
2020História

(FUVEST- 2020- 2 FASE) O suplcio tem ento uma funo jurdico‐poltica. um cerimonial para reconstituir a soberania lesada por um instante [...]. A execuo pblica, por rpida e cotidiana que seja, se insere em toda a srie dos grandes rituais do poder eclipsado e restaurado (coroao, entrada do rei numa cidade conquistada, submisso dos sditos revoltados). [...] O suplcio no restabelecia a justia; reativava o poder. No sculo XVII, e ainda no comeo do XVIII, ele no era, com todo o seu teatro de terror, o resduo ainda no extinto de uma outra poca. Suas crueldades, sua ostentao, a violncia corporal, o jogo desmesurado de forcas, o cerimonial cuidadoso, enfim, todo o seu aparato se engrenava no funcionamento poltico da penalidade. [...] Mas nessa cena de terror o papel do povo ambguo. Ele chamado como espectador: convocado para assistir s exposies, s confisses pblicas; os pelourinhos, as forcas e os cadafalsos so erguidos nas praas pblicas ou beira dos caminhos; os cadveres dos supliciados muitas vezes so colocados bem em evidncia perto do local de seus crimes. As pessoas no s tm que saber, mas tambm ver com seus prprios olhos. Porque necessrio que tenham medo; mas tambm porque devem ser testemunhas e garantias da punio, e porque at certo ponto devem tomar parte nela. Michel Foucault, Vigiar e Punir. Petrpolis: Vozes, 1983. a) Identifique uma das prticas punitivas descritas no texto empregadas na sociedade colonial brasileira. b) Explique as relaes entre a exibio do poder monrquico e as punies judiciais na sociedade do Antigo Regime europeu. c) A participao do povo nas execues conferia a elas um carter democrtico? Justifique.

Questão 3
2020História

(FUVEST 2020 - 2 fase) Leia o poema e responda ao que se pede. Mas a taba cresceu... Tigueras* agressivas, Para trs! Agora o asfalto anda em Tabatinguera. Mal se esgueira um paj entre locomotivas E o forde assusta os manes** lentos do Anhanguera. [...] Segue pra forca da Tabatinguera. Lento O cortejo acompanha a rubra cadeirinha Pro Ipiranga. Ser que em to pequeno assento A marquesa botou sua imperial bundinha!... Mrio de Andrade, Tabatinguera, Losango Cqui (1924). In: Poesias completas v.1. So Paulo: Martins Fontes, 1979. * rea plantada onde j se fez a colheita. ** alma dos mortos, restos mortais. a) Identifique um aspecto mencionado no poema que justifique a expresso a taba cresceu. b) Destaque um argumento histrico e outro de carter esttico para o emprego de expresses indgenas no poema. c) Explique as condies histricas que favoreceram a citao do asfalto, das locomotivas e do forde.

Questão 3
2020História

(FUVEST - 2020 - 2 FASE) Leia o poema e responda ao que se pede. Mas a taba cresceu... Tigueras* agressivas, Para trs! Agora o asfalto anda em Tabatinguera. Mal se esgueira um paj entre locomotivas E o forde assusta os manes** lentos do Anhanguera. [...] Segue pra forca da Tabatinguera. Lento O cortejo acompanha a rubra cadeirinha Pro Ipiranga. Ser que em to pequeno assento A marquesa botou sua imperial bundinha!... Mrio de Andrade, Tabatinguera, Losango Cqui (1924). In: Poesias completas v.1. So Paulo: Martins Fontes, 1979. * rea plantada onde j se fez a colheita. ** alma dos mortos, restos mortais. a) Identifique um aspecto mencionado no poema que justifique a expresso a taba cresceu. b) Destaque um argumento histrico e outro de carter esttico para o emprego de expresses indgenas no poema. c) Explique as condies histricas que favoreceram a citao do asfalto, das locomotivas e do forde.

Questão 4
2020História

(FUVEST- 2020 - 2 FASE) A semente da integrao nacional seria, pois, lanada pela nova Corte como um prolongamento da administrao e da estrutura colonial, um ato de vontade de portugueses adventcios, cimentada pela dependncia e colaborao dos nativos e forjada pela presso dos ingleses que queriam desfrutar do comrcio sem ter de administrar. A insegurana social cimentaria a unio das classes dominantes nativas com a vontade de ser brasileiros dos portugueses imigrados que vieram fundar um novo Imprio nos trpicos. A luta entre as faces locais levaria fatalmente procura de um apoio maisslido no poder central. Os conflitos inerentes sociedade no se identificam com a ruptura poltica com a Me Ptria, e continuam como antes, relegados para a posteridade. Maria Odila Leite da Silva Dias, A interiorizao da metrpole e outros estudos. So Paulo: Alameda, 2005. a) Caracterize o perodo histrico de que trata o texto. b) Descreva os projetos dos principais grupos polticos do perodo. c) Explique a frase: Os conflitos inerentes sociedade no se identificam com a ruptura poltica com a Me Ptria, e continuam como antes, relegados para a posteridade.

Questão 5
2020História

(FUVEST 2020 - 2 fase) Observe a imagem e leia o texto. Felipe Guamn Poma de Ayala, o autor da imagem, foi um cronista amerndio de ascendncia incaica que viveu no Peru entre 1534 e 1615. A imagem faz parte de sua Nueva Cornica y Buen Gobierno, finalizada no comeo do sculo XVII e endereada ao rei Felipe III, sendo acompanhada da seguinte legenda, traduzida do espanhol: Pobre dos ndios, de seis animais que comem e a que temem os pobres dos ndios deste reino: serpente, corregedor; tigre, espanhis das cidades; leo, encomendero; cadela, padre da doutrina; gato, escrivo; rato, cacique principal. Estes ditos animais que no temem a Deus esfolam aos pobres ndios deste reino, e no h remdio, pobre Jesus Cristo. a) Identifique a situao do Peru quando da elaborao da obra. b) Descreva as estruturas de poder poltico e econmico que so comentadas na imagem e no texto que a acompanha. c) Analise as tenses no mundo indgena sugeridas por texto e imagem.

Questão 6
2020História

(FUVEST - 2020 - 2 fase) Em 29 de outubro de 1956, uma grave crise poltica descambou em uma interveno militar na regio do Canal de Suez e da Pennsula do Sinai (Egito). a) Indique a importncia dessa regio nos quadros da poltica internacional do perodo. b) Mencione as potncias envolvidas diretamente nesse conflito e os seus respectivos interesses. c) Explique as tenses associadas articulao poltica entre os diversos Estados rabes nesse perodo.

Questão 58
2020História

(FUVEST -2020)Pesquisadores do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, encontraram o crânio e uma parte do fêmur de Luzia, o esqueleto humano mais antigo descoberto na América que revolucionou as teorias científicas sobre a ocupação do continente. Os fósseis foram achados há alguns dias (não foi divulgado quando) junto aos escombros do edifício, parcialmente destruído por um incêndio em 2 de setembro. O crânio está fragmentado, porque a cola que mantinha os seus pedaços juntos se foi com o calor, mas a equipe está bastante otimista com suas condições. (Júlia Barbon, Folha de São Paulo, Outubro/2018. Adaptado.) O esqueleto de Luzia,

Questão 59
2020História

(FUVEST - 2020) Afirmo, portanto, que tínhamos atingido já o ano bem farto da Encarnação do Filho de Deus, de 1348, quando, na mui excelsa cidade de Florença, (...) sobreveio a mortífera pestilência. (...) apareciam no começo, tanto em homens como nas mulheres, ou na virilha ou na axila, algumas inchações(...) chamava‐as o populacho de bubões (...). (Giovanni Boccaccio, Decamerão.) A respeito da Peste Negra do século XIV, é correto afirmar:

Questão 60
2020HistóriaGeografia

(FUVEST - 2020) A imagem a seguir refere‐se às principais rotas de comércio da África do Norte e Ocidental, no século XV. Eric Wolf, A Europa e os Povos sem História (trad.). São Paulo: Edusp, 2005. Em relação às rotas comerciais representadas no mapa, é correto afirmar que elas

Questão 61
2020História

(FUVEST - 2020) A chamada questão trabalhista no Brasil foi objeto de conflitos, debates e regulamentações entre os anos 1920 e 1946. Identifique uma das dimensões deste processo.

Questão 62
2020HistóriaGeografia

(FUVEST - 2020) A representação cartográfica a seguir refere‐se à viagem de circunavegação, iniciada em Sanlúcar de Barrameda, na Andaluzia, em 20 de setembro de 1519, e comandada pelo português Fernão de Magalhães, a serviço da monarquia da Espanha. A despeito da repercussão da viagem para o desenvolvimento dos conhecimentos náuticos e para a exploração do Oceano Pacífico, Battista Agnese foi um dos poucos cartógrafos a registrar a empreitada de Magalhães. Battista Agnese, Atlas Portulano, 1545. Biblioteca Digital Mundial. Disponível em https://www.wdl.org/pt/. A representação cartográfica de Battista Agnese

Questão 63
2020História

(FUVEST - 2020) As tentativas holandesas de conquista dos territórios portugueses na América tinham por objetivo central

Questão 64
2020História

(FUVEST - 2020) Ao primeiro brilho da alvorada chegou do horizonte uma nuvem negra, que era conduzida [pelo] senhor da tempestade (...). Surgiram então os deuses do abismo; Nergal destruiu as barragens que represavam as águas do inferno; Ninurta, o deus da guerra, pôs abaixo os diques (...). Por seis dias e seis noites os ventos sopraram; enxurradas, inundações e torrentes assolaram o mundo; a tempestade e o dilúvio explodiam em fúria como dois exércitos em guerra. Na alvorada do sétimo dia o temporal (...) amainou (...) o dilúvio serenou (...) toda a humanidade havia virado argila (...). Na montanha de Nisir o barco ficou preso (...). Na alvorada do sétimo dia eu soltei uma pomba e deixei que se fosse. Ela voou para longe, mas, não encontrando um lugar para pousar, retornou. Então soltei um corvo. A ave viu que as águas haviam abaixado; ela comeu, (...) grasnou e não mais voltou para o barco. Eu então abri todas as portas e janelas, expondo a nave aos quatro ventos. Preparei um sacrifício e derramei vinho sobre o topo da montanha em oferenda aos deuses (...). (A Epopeia de Gilgamesh, São Paulo: Martins Fontes, 2001.) Com base no texto,registrado aproximadamente no século VII a.C. e que se refere a um antigo mito da Mesopotâmia, bem como em seus conhecimentos, é possível dizer que a sociedade descrita era

Questão 65
2020História

(FUVEST - 2020) Depois de 20 anos na escola Não é difícil aprender Todas as manhas do seu jogo sujo Não é assim que tem que ser Vamos fazer nosso dever de casa E aí então vocês vão ver Suas crianças derrubando reis Fazer comédia no cinema com as suas leis Somos os filhos da revolução Somos burgueses sem religião Somos o futuro da nação Geração Coca‐Cola. (Dado Villa‐Lobos e Renato Russo, Geração Coca‐Cola, 1984) Esses versos

NOVIDADES
Kuadro