Questões de História - FUVEST | Gabarito e resoluções

Questão 5
2018História

(FUVEST - 2018) Em 14 de maio de 1930, um jornalista argentino comps a seguinte crnica, referindo-se abolio da escravido no Brasil: Hoje almoando na companhia do senhor catalo cujo nome no vou dizer por razes que os leitores podem adivinhar, ele me disse: -13 de maio festa nacional... Ah! mesmo? Continuei botando azeite na salada. -Festa da abolio da escravatura. -Ah, que bom. E como o assunto no me interessava especialmente, dedicava agora minha ateno a dosar a quantidade de vinagre que colocava na verdura. -Semana que vem far 42 anos que foi abolida a escravido. Dei tamanho pulo na cadeira, que metade da vinagreira foi parar na salada... -Como disse? repliquei espantado. -Sim, 42 anos, sob a regncia de dona Isabel de Bragana, aconselhada por Benjamin Constant. Dona Isabel era filha de Dom Pedro II. -Quarenta e dois anos? No possvel... -13 de maio de 1888, menos 1930: 42 anos... -Quer dizer que... -Que qualquer negro de 50 anos que voc encontrar hoje pelas ruas foi escravo at os 8 anos de idade; o negro de 60 anos, escravo at os 18 anos. -No ser possvel! O senhor deve estar enganado. No ser o ano de 1788... Olhe: acho que o senhor est enganado. No possvel. -Bom, se no acredita em mim, pode averiguar por a. Roberto Arlt. guasfortes cariocas. Rio de Janeiro: Rocco, 2013. Traduo: Gustavo Pacheco. a) Identifique e explique o estranhamento do cronista argentino. b) Aponte e explique duas caractersticas do processo de abolio da escravido no Brasil.

Questão 6
2018História

(FUVEST - 2018) Come anans, mastiga perdiz. Teu dia est prestes, burgus. Vladimir Maiakvski. Come anans, 1917. Cidado fiscal de rendas! Desculpe a liberdade. Obrigado... No se incomode... Estou vontade. A matria que me traz algo extraordinria: O lugar do poeta da sociedade proletria. Ao lado dos donos de terras e de vendas estou tambm citado por dbitos fiscais. Voc me exige 500 rublos por 6 meses e mais (...) Cidado fiscal de rendas, eu encerro. Pago os 5 e risco todos os zeros. Tudo o que quero um palmo de terra ao lado dos mais pobres camponeses e obreiros. Porm se vocs pensam que se trata apenas de copiar palavras a esmo, eis aqui, camaradas, minha pena, podem escrever vocs mesmo! Vladimir Maiakvski. Conversa sobre poesia com o fiscal de rendas, 1926. a) Indique duas caractersticas da produo cultural na Rssia, nos anos posteriores Revoluo de 1917. b) Identifique e comente uma crtica e uma proposta de mudana presentes nos dois poemas.

Questão 9
2018InglêsHistória

(FUVEST - 2018) Leia os textos e, em seguida, atenda ao que se pede. Queridos amigos, conhecidos e estranhos, meus conterrneos queridos e toda a humanidade: Em poucos minutos possivelmente uma nave espacial ir me levar para o espao sideral. O que posso dizerlhes sobre estes ltimos minutos? Toda a minha vida parece se condensar neste momento nico e belo. Tudo que eu fiz e vivi foi para isso! Yuri Gagarin. Cosmonauta russo da primeira misso tripulada da Histria, a bordo da Vostok 1, lanada no dia 12 de abril de 196 Ground Control to Major Tom Your circuits dead, theres something wrong Can you hear me, Major Tom? Can you hear me, Major Tom? Can you hear me, Major Tom? Can you... Here I am floating round my tin can Far above the Moon Planet Earth is blue And there is nothing I can do Space Oddity, David Bowie. LP Space Oddity, 1969 a) Indique a que conquista cada um dos autores se refere e seu significado simblico no contexto internacional da poca. b) Explique de que maneira cada um dos textos representa a tenso poltica e os conflitos internacionais dos anos 1960.

Questão 10
2018História

(FUVEST - 2018 - 2a FASE) Desde 1930, somente cinco presidentes eleitos pelo voto popular, excludos os vices, completaram seus mandatos: Eurico Gaspar Dutra (1946-1951), Juscelino Kubitschek (1956-1961), Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), Luiz Incio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Rousseff (2011-2014). Quatro no completaram: Getlio Vargas (1951-1954), Jnio Quadros (1961), Fernando Collor (1990-1992) e Dilma Rousseff (2015-2016). Alm disso, sete no foram eleitos pelo voto direto: Getlio Vargas (1930-1945), Castelo Branco (1964-1967), Costa e Silva (1967-1969), Garrastazu Mdici (1969-1974), Ernesto Geisel (1974-1979), Joo Figueiredo (1979-1985) e Jos Sarney (1985-1990). J. M. de Carvalho. Brasil no soube assimilar entrada do povo na vida poltica, diz historiador. http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima. Acessada em 10/09/201 A partir do recorte temporal estabelecido pelo autor, indique o perodo mais extenso de a) ininterrupta estabilidade democrtica, apontando duas de suas caractersticas poltico institucionais; b) contnua ruptura democrtica, apontando duas de suas caractersticas poltico institucionais

Questão 59
2018História

(FUVEST- 2018) Um grande manto de florestas e vrzeas cortado por clareiras cultivadas, mais ou menos frteis, tal o aspecto da Cristandade -algo diferente do Oriente muulmano, mundo de osis em meio a desertos. Num local a madeira rara e as rvores indicam a civilizao, noutro a madeira abundante e sinaliza a barbrie. A religio, que no Oriente nasceu ao abrigo das palmeiras, cresceu no Ocidente em detrimento das rvores, refgio dos gnios pagos que monges, santos e missionrios abatem impiedosamente. J. Le Goff. A civilizao do ocidente medieval. Bauru: Edusc, 2005. Adaptado. Acerca das caractersticas da Cristandade e do Isl no perodo medieval, pode-se afirmar que

Questão 60
2018História

(FUVEST- 2018) A imagem representa a morte de Atahualpa, o ltimo imperador inca, em 1533, aps a conquista espanhola comandada por Francisco Pizarro. Analise as quatro afirmaes seguintes, a respeito da empresa e da conquista colonial espanhola no Peru e da representao presente na imagem I. A conquista foi favorecida pelo conflito interno entre os dois irmos incas, Atahualpa e Huscar, aproveitado pelas foras espanholas lideradas por Francisco Pizarro. II. A produo agrcola das plantations escravistas constituiu-se na base econmica do vice-reinado do Peru, controlado pelos espanhis. III. Do lado esquerdo da pintura, h uma movimentao conflituosa, na qual as mulheres incas so contidas por guardas espanhis, contrastando com a expresso ordenada e solene do lado direito, composto por religiosos e autoridades espanholas em torno do corpo do imperador inca. IV. A pintura revela o resgate de elementos histricosimportantes para a construo do iderio nacionalista no sculo XIX, no processo ps-independncia e de formao do Estado nacional peruano, mas retrata os personagens indgenas com trajes e feies europeus. Esto corretas apenas as afirmaes

Questão 61
2018História

(FUVEST- 2018)A respeito dos espaos econmicos do acar e do ouro no Brasil colonial, correto afirmar:

Questão 62
2018História

(FUVEST- 2018) Na edio de julho de 1818 do Correio Braziliense, o jornalista Hiplito Jos da Costa, residente em Londres, publicou a seguinte avaliao sobre os dilemas ento enfrentados pelo Imprio portugus na Amrica: A presena de S.M. [Sua Majestade Imperial] no Brasil lhe dar ocasio para ter mais ou menos influncia naqueles acontecimentos; a independncia em que el-rei ali se acha das intrigas europeias o deixa em liberdade para decidir-se nas ocorrncias, segundo melhor convier a seus interesses. Se volta para Lisboa, antes daquela crise se decidir, no poder tomar parte nos arranjamentos que a nova ordem de coisas deve ocasionar na Amrica. Nesse excerto, o autor referia-se

Questão 63
2018História

(FUVEST- 2018) No que se refere crise do colonialismo portugus na frica na segunda metade do sculo XX.

Questão 64
2018História

(FUVEST- 2018) [...] a Declarao Universal representa um fato novo na histria, na medida em que, pela primeira vez, um sistema de princpios fundamentais da conduta humana foi livre e expressamente aceito, atravs de seus respectivos governos, pela maioria dos homens que vive na Terra. Com essa declarao, um sistema de valores pela primeira vez na histria universal, no em princpio, mas de fato, na medida em que o consenso sobre sua validade e sua capacidade de reger os destinos da comunidade futura de todos os homens foi explicitamente declarado. [...] Somente depois da Declarao Universal que podemos ter a certeza histrica de que a humanidade toda a humanidade partilha alguns valores comuns; e podemos, finalmente, crer na universalidade dos valores, no nico sentido em que tal crena historicamente legtima, ou seja, no sentido em que universal significa no algo dado objetivamente, mas algo subjetivamente acolhido pelo universo dos homens. N. Bobbio. A era dos direitos. Rio de Janeiro: Campus, 1992 A Declarao Universal mencionada no texto

Questão 65
2018História

(FUVEST- 2018)Aqui no Chile estava se construindo, entre imensas dificuldades, uma sociedade verdadeiramente justa, erguida sobre a base de nossa soberania, de nosso orgulho nacional, do herosmo dos melhores habitantes do Chile. Do nosso lado, do lado da revoluo chilena, estavam a constituio e a lei, a democracia e a esperana. Pablo Neruda. Confesso que vivi. Memrias. Rio de Janeiro: Difel, 1980 Nesse texto,

Questão 66
2018História

(FUVEST- 2018) O futurismo de Marinetti e o fascismo de Benito Mussolini tm em comum

Questão 67
2018História

(FUVEST- 2018) A operao era um pouco dolorosa e no durava mais que um minuto, mas era traumtica. Seu significado simblico estava claro para todos: este um sinal indelvel, daqui no sairo mais; esta a marca que se imprime nos escravos e nos animais destinados ao matadouro, e vocs se tornaram isso. Vocs no tm mais nome: este o seu nome. A violncia da tatuagem era gratuita, um fim em si mesmo, pura ofensa: no bastavam os trs nmeros de pano costurados nas calas, no casaco e no agasalho de inverno. Primo Levi. Os afogados e os sobreviventes. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990 Est de acordo com o texto a seguinte afirmao:

Questão 68
2018História

(FUVEST- 2018)Tanto no desenvolvimento poltico como no cientfico, o sentimento de funcionamento defeituoso, que pode levar crise, um pr-requisito para a revoluo. T. S. Kuhn. A estrutura das revolues cientficas. So Paulo: Perspectiva, 1989 Analise s quatro afirmaes seguintes, acerca das revolues polticas e cientficas da poca Moderna I. A concepo heliocntrica de Nicolau Coprnico, sustentada na obra Das revolues das esferas celestes, de 1543, reforava a doutrina catlica contra os postulados protestantes. II. A Lei da Gravitao Universal, proposta por Isaac Newton no sculo XVII, reforava as radicais perspectivas atestas que haviam pautado as aes dos grupos revolucionrios na Inglaterra poca da Revoluo Puritana. III. s experincias com eletricidade realizadas por Benjamin Franklin no sculo XVIII, somouse sua atuao no processo de emancipao poltica dos Estados Unidos da Amrica. IV. Os estudos sobre o oxignio e sobre a conservao da matria, feitos por Antoine Lavoisier ao final do sculo XVIII, estavam em consonncia com a racionalizao do conhecimento, caracterstica da Ilustrao. Esto corretas apenas as afirmaes

Questão
2018História

(FUVEST- 2018) Os Imprios helensticos, amlgamas eclticas de formas gregas e orientais, alargaram o espao da civilizao urbana da Antiguidade clssica, diluindo-lhe a substncia [...]. De 200 a.C. em diante, o poder imperial romano avanou para leste [...] e nos meados do sculo II as suas legies haviam esmagado todas as barreiras srias de resistncia do Oriente. P. Anderson. Passagens da Antiguidade ao feudalismo. Porto: Afrontamento, 1982. Na regio das formaes sociais gregas,