Questões de História - FUVEST | Gabarito e resoluções

Questão 44
2005História

(FUVEST - 2005 - 1 FASE) Nos ltimos 20 anos, houve mudanas scio-econmicas significativas no Brasil. Entre elas, observa-se que

Questão 1
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 1) Parece-me que ... o temor religioso salvaguarda os interesses de Roma. Desenvolvendo este sentimento, pensava-se, sobretudo, no povo. Em uma sociedade composta apenas por sbios, esta precauo talvez no fosse necessria; mas como toda multido cheia de inconstncia, de paixes desregradas, de cleras violentas e irrefletidas, no possvel, a quem quer que seja, mant-la, exceto pelo temor de seres invisveis e por toda espcie de fices. Polbio, autor romano do sculo II A.C. Baseando-se no texto, indique: a) A relao estabelecida pelo autor entre religio e poltica. b) Duas caractersticas da religio romana no perodo em que o texto foi escrito.

Questão 2
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 2) A imprensa de tipos mveis de madeira foi inicialmente uma inveno chinesa do sculo XI. Posteriormente, em meados do sculo XV, a imprensa foi introduzida, com modificaes, na Europa, difundindo-se a produo de livros religiosos e, logo depois, de livros de literatura, de poesia e de viagens, tudo isto com extraordinria rapidez. Considerando o texto, indique: a) Como e por quem eram transmitidos os conhecimentos escritos antes da introduo da imprensa na Europa medieval? b) Uma transformao decorrente da difuso da imprensa na Europa entre os sculos XVI e XVIII.

Questão 3
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 3) O ouro e a prata que os reis incas tiveram em grande quantidade no eram avaliados [por eles] como tesouro porque, como se sabe, no vendiam nem compravam coisa alguma por prata nem por ouro, nem por eles pagavam os soldados, nem os gastavam com alguma necessidade que lhes aparecesse; tinham-nos como suprfluos, porque no eram de comer. Somente os estimavam por sua formosura e esplendor e para ornamento [das casas reais e ofcios religiosos]. Garcilaso de la Vega, Comentrios Reais, 1609. Com base no texto, aponte: a) As principais diferenas entre o conjunto das idias expostas no texto e a viso dos conquistadores espanhis sobre a importncia dos metais preciosos na colonizao. b) Os princpios bsicos do mercantilismo.

Questão 4
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 4) Depois de permanecermos ali pelo espao de dois meses, durante os quais procedemos ao exame de todas as ilhas e stios da terra firme, batizou-se toda a regio circunvizinha, que fora por ns descoberta, de Frana Antrtica. (...) Em seguida, o senhor de Villegagnon, para se garantir contra possveis ataques de selvagens, que se ofendiam com extrema facilidade e tambm contra os portugueses, se estes alguma vez quisessem aparecer por ali, fortificou o lugar da melhor maneira que pde. Andr Thevet, As singularidades da Frana Antrtica, 1556. Tendo por base o texto, indique: a) A qual regio brasileira o autor se refere e por que afirma ter sido por ns descoberta? b) Quais foram os resultados do estabelecimento da Frana Antrtica?

Questão 5
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 5) Os soldados franceses que guerrearam da Andaluzia a Moscou, do Bltico Sria [...] estenderam a universalidade de sua revoluo mais eficazmente do que qualquer outra coisa. E as doutrinas e instituies que levaram consigo, mesmo sob o comando de Napoleo, eram doutrinas universais, como os governos sabiam e como tambm os prprios povos logo viriam a saber. Eric Hobsbawm. A era das revolues 1789 1848. Baseando-se no texto, aponte: a) As doutrinas e instituies referidas pelo autor. b) Os desdobramentos dessas guerras para a Amrica Ibrica.

Questão 6
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 6) Cano 1 Suba ao trono o jovem Pedro Exulte toda a Nao; Os heris, os pais da Ptria Aprovaram com unio. Cano 2 Por subir Pedrinho ao trono, No fique o povo contente; No pode ser coisa boa Servindo com a mesma gente. Quadrinhas populares cantadas nas ruas do Rio de Janeiro em 1840. Compare as quadrinhas populares e responda: a) Por que D. Pedro II tornou-se imperador, antes dos dezoito anos, como previa a Constituio? b) Quais as diferentes posies polticas expressas nas duas canes populares?

Questão 7
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 7) Na comunidade domstica de constituio patriarcal, ainda bem viva durante nosso Imprio, os escravos constituam uma simples ampliao do crculo familiar. Por isso e tambm por motivos compreensveis de interesse econmico, o bem estar dos escravos devia ser mais caro ao fazendeiro do que o dos colonos. Sergio Buarque de Holanda. Introduo da obra Memria de um colono no Brasil de Thomas Davatz. Com base no texto, a) Indique quais os conflitos decorrentes da tradio escravista dos fazendeiros com relao ao emprego da mo-de-obra livre. b) Explique o que levou os colonos a deixarem a Europa e virem para o Brasil, apesar dos problemas apontados.

Questão 8
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 8) Reproduo de Cartaz da Revoluo de 1932. Observando o cartaz: a) Identifique os trs personagens. b) Explique a frase Abaixo a Ditadura.

Questão 9
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 9) A Primeira Guerra Mundial, (1914-1918), foi o primeiro conjunto de acontecimentos que abalou seriamente o domnio colonial e a existncia de imprios europeus no sculo XX. Tendo por base o texto, explique: a) A associao entre o colonialismo europeu e a Primeira Guerra. b) A relao entre a Primeira Guerra e a destruio do Imprio Russo.

Questão 10
2004História

(FUVEST - 2004 - 2 fase - Questo 10) Os militares latino-americanos j provaram ser a maior fora coesiva de que se dispe para assegurar a ordem pblica e apoiar governos resolutos na tentativa de manter a segurana interna. As Foras Armadas da Amrica Latina, atuando em conjunto com a polcia e outras foras de segurana, ajudaram a pr cobro a desordens e greves, a conter ou eliminar terroristas e guerrilhas e desencorajar todos os que se sentiam tentados a apelar para a violncia a fim de derrubar o governo. Relatrio do Comit de Negcios Estrangeiros do Congresso dos Estados Unidos, 1967. Tendo por base as afirmaes do Relatrio, responda: a) A que situao histrica se refere o texto? D um exemplo. b) Qual o papel atribudo aos militares pelo Comit? Explique sua resposta.

Questão 33
2004História

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Nos ltimos anos, apoiada em tcnicas mais avanadas, a arqueologia tem fornecido pistas e indcios sobre a histria dos primeiros habitantes do territrio brasileiro antes da chegada dos europeus. Sobre esse perodo da histria, possvel afirmar que

Questão 34
2004História

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Quanto s galeras fugitivas, carregadas de doentes e feridos, tiveram que enfrentar, no rio Nilo, os navios dos muulmanos que barravam sua passagem e foi um massacre quase total: os infiis s pouparam aqueles que pudessem ser trocados por um bom resgate. A cruzada estava terminada. E foi cativo que o rei entrou em Mansourah, extenuado, consumido pela febre, com uma desinteria (sic) que parecia a ponto de consumi-lo. E foram os mdicos do sulto que o curaram e o salvaram. Joinville. Livro dos Fatos (A 1a Cruzada de So Lus) Os acontecimentos descritos pelo escritor Joinville, em 1250, revelam que as Cruzadas foram

Questão 35
2004História

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Comparando as colnias da Amrica portuguesa e da Amrica espanhola, pode-se afirmar que

Questão 36
2004História

(FUVEST - 2004 - 1a fase) No campo cientfico e matemtico, o processo da investigao racional percorreu um longo caminho. Os Elementos de Euclides, a descoberta de Arquimedes sobre a gravidade, o clculo por Eratstenes do dimetro da terra com um erro de apenas algumas centenas de quilmetros do nmero exato, todos esses feitos, no seriam igualados na Europa durante 1500 anos. Moses I. Finley. Os gregos antigos O perodo a que se refere o historiador Finley, para a retomada do desenvolvimento cientfico, corresponde