Gabarito ENEM - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão 35
2018Português

(ENEM - 2018) TEXTO I TEXTO II A body art pe o corpo to em evidncia e o submete a experimentaes to variadas, que sua influncia estende-se aos dias de hoje. Se na arte atual as possibilidades de investigao do corpo parecem ilimitadas - pode-se escolher entre representar, apresentar, ou ainda apenas evocar o corpo - isso ocorre graas ao legado dos artistas pioneiros. SILVA, P.R. Corpo na arte, body art, body modification: fronteiras. II Encontro de Histria da Arte: IFCH-Unicamp, 2006 (adaptado) Nos textos, a concepo de body art est relacionada inteno de

Questão 36
2018Português

(ENEM - 2018) Deficientes visuais j podem ir a algumas salas de cinema e teatros para curtir, em maior intensidade, as atraes em cartaz. Quem ajuda na tarefa o aplicativo Whatscine, recm-chegado ao Brasil e disponvel para os sistemas operacionais iOS (Apple) ou Android (Google). Ao ser conectado rede wi-fi de cinemas e teatros, o app sincroniza um udio que descreve que ocorre na tela ou no palco com o espetculo em andamento: o usurio, ento, pode ouvir a narrao em seu celular. O programa foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade Carlos III, em Madri. Na Espanha, 200 salas de cinema j oferecem o recurso e filmes de grandes estdios j so exibidos com o recurso do Whatscine!, diz o brasileiro Luis Mauch, que trouxe a tecnologia para o pas. No Brasil, j fechamos parceria com a So Paulo Companhia de Dana para adaptar os espetculos deles! Isso j um avano. Concorda? Disponvel em: https://veja.abril.com.br. Acesso em: 25 jun. 2014. (adaptado) Por ser mltipla e apresentar peculiaridades de acordo com a inteno do emissor, a linguagem apresenta funes diferentes. Nesse fragmento, predomina a funo referencial da linguagem, porque h a presena de elementos que

Questão 37
2018Português

(ENEM - 2018) A internet proporcionou o surgimento de novos paradigmas sociais e impulsionou a modificao de outros j estabelecidos nas esferas da comunicao e da informao. A principal consequncia criticada na tirinha sobre esse processo a:

Questão 38
2018Português

(ENEM -2018) V Clarissa deixou cair os talheres no prato, fazendo a porcelana estalar. Joaquim, meu primo, continuava com o queixo suspenso, batendo com o garfo nos lbios, esperando a resposta. Beatriz ecoou a palavra como pergunta, o que lsbica?. Eu fiquei muda. Joaquim sabia sobre mim e me entregaria para a v e, mais tarde, para toda a famlia. Senti um calor letal subir pelo meu pescoo e me doer atrs das orelhas. Previ a cena: v, a senhora lsbica? Porque a Joana . A vergonha estava na minha cara e me denunciava antes mesmo da delao. Apertei os olhos e contrai o peito, esperando o tiro. [...] [...] Pensei na naturalidade com que Tais e eu levvamos a nossa histria. Pensei na minha insegurana de contar isso minha famlia, pensei em todos os colegas e professores que j sabiam, fechei os olhos e vi a boca da minha v e a boca da tia Carolina se tocando, apesar de todos os impedimentos. Eu quis saber mais, eu quis saber tudo, mas no consegui perguntar. POLESSO, N. B. V, a senhora lsbica? Amora. Porto Alegre: No Editora. 2015 (fragmento). A situao narrada revela uma tenso fundamentada na perspectiva do

Questão 39
2018Português

(ENEM - 2018) Somente uns tufos secos de capim empedrados crescem na silenciosa baixada que se perde de vista. Somente uma rvore, grande e esgalhada mas com pouqussimas folhas, abre-se em farrapos de sombra. nico ser nas cercanias, a mulher magra, ossuda, seu rosto est lanhado de vento. No se v o cabelo, coberto por um pano desidratado. Mas seus olhos, a boca, a pele - tudo de uma aridez sufocante. Ela est de p. A seu lado est uma pedra. O sol explode. Ela estava de p no fim do mundo. Como se andasse para aquela baixada largando para trs suas noes de si mesma. Desapossada e despojada, no se abate em auto acusaes e remorsos. Vive. Sua sombra somente que lhe faz companhia. Sua sombra, que se derrama em traos grossos na areia, que adoa como um gesto a claridade esqueltica. A mulher esvaziada emudece, se dessangra, se cristaliza, se mineraliza. J quase de pedra como a pedra a seu lado. Mas os traos de sua sombra caminham e, tomando-se mais longos e finos, esticam-se para os farrapos de sombra da ossatura da rvore, com os quais se enlaam. FROS, L. Vertigens:obra reunida. Riode Janeiro: Rocco, 1998 Na apresentao da paisagem e da personagem, o narrador estabelece uma correlao de sentidos em que esses elementos se entrelaam. Nesse processo, a condio humana figura-se

Questão 40
2018Português

(ENEM - 2018) Aconteceu mais de uma vez: ele me abandonou. Como todos os outros. O quinto. A gente j estava junto h mais de um ano. Parecia que dessa vez seria para sempre. Mas no: ele desapareceu de repente, sem deixar rastro. Quando me dei conta, fiquei horas ligando sem parar -mas s chamava, chamava, e ningum atendia. E ento fiz o que precisava ser feito: bloqueei a linha. A verdade que nenhum telefone celular me suporta. J tentei de todas as marcas e operadoras, apenas para descobrir que eles so todos iguais: na primeira oportunidade, do no p. Esse ltimo aproveitou que eu estava distrado e no desceu do txi junto comigo. Ou ser que ele j tinha pulado do meu bolso no momento em que eu embarcava no txi? Tomara que sim. Depois de fazer o que me fez, quero mais que ele tenha ido parar na sarjeta. [...1 Se ainda fossem embora do jeito que chegaram, tudo bem. [...]Mas j sei o que vou fazer. No caminho da loja de celulares, vou passar numa papelaria. Pensando bem, nenhuma das minhas agendinhas de papel jamais me abandonou. FREIRE, R Come, de novo. O Estado do S. Paulo, 24 nov. 2006 Nesse fragmento, a fim de atrair a ateno do leitor e de estabelecer um fio condutor de sentido, o autor utiliza-se de

Questão 41
2018Português

(ENEM - 2018) Enquanto isso, nos bastidores do universo Voc planeja passar um longo tempo em outro pas, trabalhando e estudando, mas o universo est preparando a chegada de um amor daqueles de tirar o cho, um amor que far voc jogar fora seu atlas e criar razes no quintal como se fosse uma figueira. Voc treina para a maratona mais desafiadora de todas, mas no chegar com as duas pernas intactas na hora da largada, e a primeira perplexidade ser esta: a experincia da frustrao. O universo nunca entrega o que promete. Alis, ele nunca prometeu nada, voc que escuta vozes. No dia em que voc pensa que no tem nada a dizer para o analista, faz a revelao mais bombstica dos seus dois anos de terapia. O resultado de um exame de rotina coloca sua rotina de cabea para baixo. Voc no imaginava que iriam tantos amigos sua festa, e tampouco imaginou que justo sua grande paixo no iria. Quando achou que estava bela, no arrasou coraes. Quando saiu sem maquiagem e com uma camiseta puda, chamou a ateno. E assim seguem os dias prova de planejamento e contrariando nossas vontades, pois, por mais que tenhamos ensaiado nossa fala e estejamos preparados para a melhor cena, nos bastidores do universo algum troca nosso papel de ltima hora, tornando surpreendente a nossa vida. MEDEIROS, M. O Globo. 21, 2015 Entre as estratgias argumentativas utilizadas para sustentar a tese apresentada nesse fragmento, destaca-se a recorrncia de

Questão 42
2018Português

(ENEM - 2018) A Declarao Universal dos Direitos Humanos est completando 70 anos em tempos de desafios crescentes. quando o dio, a discriminao e a violncia permanecem vivos, disse a diretora-geral da Organizao das Naes Unidas para a Educao, a Cincia e a Cultura (Unesco), Audrey Azoulay. Ao final da Segunda Guerra Mundial, a humanidade inteira resolveu promover a dignidade humana em todos os lugares e para sempre. Nesse esprito, as Naes Unidas adotaram a Declarao Universal dos Direitos Humanos como um padro comum de conquistas para todos os povos e todas as naes, disse Audrey. Centenas de milhes de mulheres e homens so destitudos e privados de condies bsicas de subsistncia e de oportunidades. Movimentos populacionais forados geram violaes aos direitos em uma escala sem precedentes. A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentvel promete no deixar ningum para trs - e os direitos humanos devem ser o alicerce para todo o progresso. Segundo ela, esse processo precisa comear o quanto antes nas carteiras das escolas. Diante disso, a Unesco lidera a educao em direitos humanos para assegurar que todas as meninas e meninos saibam seus direitos e os direitos dos outros. Defendendo a ideia de que os direitos humanos devem ser o alicerce para todo o progresso, a diretora-geral da Unesco aponta, como estratgia para atingir esse fim, a

Questão 43
2018Português

(ENEM - 2018) A utilizao determinadas variedades lingusticas em campanhas educativas tem a funo de atingir o pblico-alvo de forma mais direta e eficaz. No caso desse texto, identifica-se essa estratgia pelo(a)

Questão 45
2018Português

(ENEM - 2018) Na sociologia e na literatura, o brasileiro foi por vezes tratado como cordial e hospitaleiro, mas no isso o que acontece nas redes sociais: a democracia racial apregoada por Gilberto Freyre passa ao largo do que acontece diariamente nas comunidades virtuais do pas. Levantamento indito realizado pelo projeto Comunica que Muda [...] mostra em nmeros a intolerncia do internauta tupiniquim. Entre abril e junho. um algoritmo vasculhou plataformas [...] atrs de mensagens e textos sobre temas sensveis, como racismo, posicionamento poltico e homofobia. Foram identificadas 393 284 menes, sendo 84% delas com abordagem negativa, de exposio do preconceito e da discriminao. Disponvel em: https://oglobo.globo.com. Acesso em: 6 dez. 2017 (adaptado). Ao abordar a postura do internauta brasileiro mapeada por meio de uma pesquisa em plataformas virtuais, o texto:

Questão 46
2018Geografia

(ENEM - 2018) Os portos sempre foram respostas ao comrcio praticado em grande volume, que se d via martima, lacustre e fluvial, e sofreram adaptaes, ou modernizaes, de acordo com um conjunto de fatores que vo desde a sua localizao privilegiada frente a extensas hinterlndias, passando por sua conectividade com modernas redes de transportes que garantam acessibilidade, associados, no atual momento, tecnologia que os transformam em pontas de lana de uma economia globalizada que comprime o tempo em nome da produtividade e da competitividade. ROCHA NETO.JM;CRAVIDO.F.D Portos no contexto do meio tcnico. Mercator, n.2. maio-ago. 2014(adaptado) Uma mudana que permitiu aos portos adequarem-se s novas necessidades comerciais apontadas no texto foi a

Questão 47
2018Filosofia

(ENEM - 2018) O sculo XVIII , por diversas razes, um sculo diferenciado. Razo e experimentao se avaliam no que se acreditava ser o verdadeiro caminho para o estabelecimento do conhecimento cientifico, por tanto tempo almejado. O fato, a anlise e a induo passavam a ser parceiros fundamentais da razo. ainda no sculo XVIII que o homem comea a tomar conscincia de sua situao na histria. ODALIA, N. In: PINSKY. J, PINSKY, C. B. Histria da cidadania. So Paulo: Contexto, 2003. No ambiente cultural do antigo regime, a discusso filosfica mencionada no texto tinha como uma de suas caractersticas a

Questão 48
2018Geografia

(ENEM -2018) A dinmica hidrolgica expressa no grfico demonstra que o processo de urbanizao promove a

Questão 49
2018História

(ENEM - 2018) O encontro entre o Velho e o Novo Mundo, que a descoberta de Colombo tornou possvel, de um tipo muito particular: uma guerra ou a Conquista -, como se dizia ento. E um mistrio continua: o resultado do combate. Por que a vitria fulgurante, se os habitantes da Amrica eram to superiores em nmero aos adversrios e lutaram no prprio solo? Se nos limitarmos conquista do Mxico a mais espetacular,j que a civilizao mexicana a mais brilhante do mundo pr-colombiano como explicar que Cortez, liderando centenas de homens, tenha conseguindo tomar o reino de Montezuma, que dispunha de centenas de milhares de guerreiros? TODOROV. T. A conquista da Amrica. So Paulo; Martins Fontes. 1991 (adaptado) No contexto da conquista, conforme anlise apresentada no texto, uma estratgia para superar as disparidades levantadas foi

Questão 50
2018Geografia

(ENEM - 2018) A presuno de que a superfcie das chapadas e chapades representa uma velha peneplancie corroborada pelo fato de que ela coberta por acumulaes superficiais, tais como massas de areia, camadas de cascalhos e seixos e pela ocorrncia generalizada de concrees ferruginosas que formam uma crosta latertica, denominada canga. WEIBEL,L.. Disponvel em http://blibioteca.ibge.gov.br Acesso em: 8 jul, 2015 (adaptado). Qual tipo climtico favorece o processo de alterao do solo descrito no texto?

NOVIDADES
Kuadro