Gabarito ENEM - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão 23
2012HistóriaSociologia

(ENEM 2012) Nossa cultura lipofbica muito contribui para a distoro da imagem corporal, gerando gordos que se veem magros e magros que se veem gordos, numa quase unanimidade de que todos se sentem ou se veem distorcidos. Engordamos quando somos gulosos. pecado da gula que controla a relao do homem com a balana. Todo obeso declarou, um dia, guerra balana. Para emagrecer preciso fazer as pazes com a dita cuja, visando adequar-se s necessidades para as quais ela aponta. FREIRE, D. S. Obesidade no pode ser pr-requisito. Disponvel em: http//gnt.globo.com. Acesso em: 3 abr. 2012 (adaptado). O texto apresenta um discurso de disciplinarizao dos corpos, que tem como consequncia

Questão 33
2012História

(ENEM 2012) O açúcar e suas técnicas de produção foram levados à Europa pelos árabes no século VIII, durante a Idade Média, mas foi principalmente a partir das Cruzadas (séculos XI e XIII) que a sua procura foi aumentando. Nessa época passou a ser importado do Oriente Médio e produzido em pequena escala no sul da Itália, mas continuou a ser um produto de luxo, extremamente caro, chegando a figurar nos dotes de princesas casadoiras. CAMPOS, R. Grandeza do Brasil no tempo de Antonil (1681-1716). São Paulo: Atual, 1996. Considerando o conceito do Antigo Sistema Colonial, o açúcar foi o produto escolhido por Portugal para dar início à colonização brasileira, em virtude de

Questão 43
2012Sociologia

(Enem 2012) Leia. Minha vida é andar Por esse país Pra ver se um dia Descanso feliz Guardando as recordações Das terras onde passei Andando pelos sertões E dos amigos que lá deixei GONZAGA, L.; CORDOVIL, H. A vida de viajante, 1953. Disponível em: www.recife.pe.gov.br. Acesso em: 20 fev. 2012 (fragmento). A letra dessa canção reflete elementos identitários que representam a

Questão 44
2012História

(ENEM 2012) Prximo da Igreja dedicada a So Gonalo nos deparamos com uma impressionante multido que danava ao som de suas violas. To logo viram o Vice-Rei, cercaram-no e o obrigaram a danar e pular, exerccio violento e pouco apropriado tanto para sua idade quanto posio. Tivemos ns mesmos que entrar na dana, por bem ou por mal, e no deixou de ser interessante ver numa igreja padres, mulheres, frades, cavalheiros e escravos a danar e pular misturados, e a gritar a plenos pulmes Viva So Gonalo do Amarante. Barbinais, Le Gentil. Noveau Voyage autour du monde. Apud: TINHORO, J. R.As festas no Brasil Colonial. So Paulo: Ed. 34, 2000 (adaptado). O viajante francs, ao descrever suas impresses sobre uma festa ocorrida em Salvador, em 1717, demonstra dificuldade em entend-la, porque, como outras manifestaes religiosas do perodo colonial, ela

Questão 46
2012BiologiaQuímica

(ENEM - 2012) Para diminuir o acmulo de lixo e o desperdcio de materiais de valor econmico e, assim, reduzir a explorao de recursos naturais, adotou-se, em escala internacional, a poltica dos trs erres: Reduo, Reutilizao e Reciclagem. Um exemplo de reciclagem a utilizao de

Questão 48
2012Biologia

(ENEM - 2012) O milho transgnico produzido a partir da manipulao do milho original, com a transferncia, para este, de um gene de interesse retirado de outro organismo de espcie diferente. A caracterstica de interesse ser manifestada em decorrncia

Questão 49
2012Química

(ENEM 2012) A produo mundial de alimentos poderia se reduzir a 40% da atual sem a aplicao de controle sobre as pragas agrcolas. Por outro lado, o uso frequente dos agrotxicos pode causar contaminao em solos, guas superficiais e subterrneas, atmosfera e alimentos. Os biopesticidas, tais como a piretrina e a coronopilina, tm sido uma alternativa na diminuio dos prejuzos econmicos, sociais e ambientaisgerados pelos agrotxicos. Identifique as funes orgnicas presentes simultaneamente nas estruturas dos dois biopesticidas apresentados:

Questão 51
2012Biologia

(ENEM -2012) Pesticidas so contaminantes ambientais altamente txicos aos seres vivos e, geralmente, com grande persistncia ambiental. A busca por novas formas de eliminao dos pesticidas tem aumentado nos ltimos anos, uma vez que as tcnicas atuais so economicamente dispendiosas e paliativas. A biorremediao de pesticidas utilizando microorganismos tem se mostrado uma tcnica muito promissora para essa finalidade, por apresentar vantagens econmicas e ambientais. Para ser utilizado nesta tcnica promissora, um microrganismo deve ser capaz de

Questão 52
2012Biologia

(ENEM - 2012) Medidas de saneamento bsico so fundamentais no processo de promoo de sade e qualidade de vida da populao. Muitas vezes, a falta de saneamento est relacionada com o aparecimento de vrias doenas. Nesse contexto, um paciente d entrada em um pronto atendimento relatando que h 30 dias teve contato com guas de enchente. Ainda informa que nesta localidade no h rede de esgoto e drenagem de guas pluviais e que a coleta de lixo inadequada. Ele apresenta os seguintes sintomas: febre, dor de cabea e dores musculares. Disponvel em: http://portal.saude.gov.br. Acesso em: 27 fev. 2012 (adaptado). Relacionando os sintomas apresentados com as condies sanitrias da localidade, h indicaes de que o paciente apresenta um caso de

Questão 53
2012Química

(ENEM 2012)O rtulo de um desodorante aerossol informa ao consumidor que o produto possui em sua composio os gases isobutano, butano e propano, dentre outras substncias. Alm dessa informao, o rtulo traz, ainda, a inscrio No contm CFC. As reaes a seguir, que ocorrem na estratosfera, justificam a no utilizao de CFC (clorofluorcarbono ou Freon) nesse desodorante: A preocupao com as possveis ameaas camada de oznio (O3) baseia-se na sua principal funo: proteger a matria viva na Terra dos efeitos prejudiciais dos raios solares ultravioleta. A absoro da radiao ultravioleta pelo oznio estratosfrico intensa o suficiente para eliminar boa parte da frao de ultravioleta que prejudicial vida. A finalidade da utilizao dos gases isobutano, butano e propano neste aerossol

Questão 57
2012Biologia

(ENEM - 2012) Muitas espcies de plantas lenhosas so encontradas no cerrado brasileiro. Para a sobrevivncia nas condies de longos perodos de seca e queimadas peridicas, prprias desse ecossistema, essas plantas desenvolveram estruturas muito peculiares. As estruturas adaptativas mais apropriadas para a sobrevivncia desse grupo de plantas nas condies ambientais de referido ecossistema so:

Questão 58
2012Química

(ENEM 2012) A prpolis um produto natural conhecido por suas propriedades anti-inflamatrias e cicatrizantes. Esse material contm mais de 200 compostos identificados at o momento. Dentre eles, alguns so de estrutura simples, como o caso do C6H5CO2CH2CH3, cuja estrutura est mostrada a seguir. O cido carboxlico e o lcool capazes de produzir o ster em apreo por meio da reao de esterificao so, respectivamente,

Questão 59
2012Química

(ENEM 2012) No Japo, um movimento nacional para a promoo da luta contra o aquecimento global leva o slogan: 1 pessoa, 1 dia, 1 kg de CO2 a menos! A ideia cada pessoa reduzir em 1 kg a quantidade de CO2emitida todo dia, por meio de pequenos gestos ecolgicos, como diminuir a queima de gs de cozinha. Um hamburguer ecolgico? pra j! Disponvel em: http://lqes.iqm.unicamp.br.Acesso em: 24 fev. 2012 (adaptado). Considerando um processo de combusto completa de um gs de cozinha composto exclusivamente por butano (C4H10), a mnima quantidade desse gs que um japons deve deixar de queimar para atender meta diria, apenas com esse gesto, de Dados: CO2 (44 g/mol); C4H10 (58 g/mol)

Questão 60
2012Física

(ENEM 2012) Para melhorar a mobilidade urbana na rede metroviria necessrio minimizar o tempo entre estaes. Para isso a administrao do metr de uma grande cidade adotou o seguinte procedimento entre duas estaes: a locomotiva parte do repouso com acelerao constante por um tero do tempo de percurso, mantm a velocidade constante por outro tero e reduz sua velocidade com desacelerao constante no trecho final, at parar. Qual o grfico de posio (eixo vertical) em funo do tempo (eixo horizontal) que representa o movimento desse trem?

Questão 62
2012Biologia

(ENEM 2012) No de hoje que o homem cria, artificialmente, variedades de peixes por meio da hibridao. Esta uma tcnica muito usada pelos cientistas e pelos piscicultores porque os hbridos resultantes, em geral, apresentam maior valor comercial do que a mdia de ambas as espcies parentais, alm de reduzir a sobrepesca no ambiente natural. Terra da Gente, ano 4, n. 47, mar. 2008 (adaptado). Sem controle, esses animais podem invadir rios e lagos naturais, se reproduzir e

NOVIDADES
Kuadro