Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

Questão
2007Química

(FUVEST/adaptada) Considere as seguintes equaes qumicas: I. H2+ F2 2 HF II. HF + H2O H3O++ F- III. 2 Na0+ F2 2 Na+F- IV. HF + NH3 NH4+F- a)Reescreva as equaesutilizando estruturas de Lewis (frmulas eletrnicas em que os eltrons de valncia so representados por ou x), tanto para os reagentes quanto para os produtos. b) Faa uma anlise comparativa dos pontos de fuso e ebuliodos produtos das equaes I e III.Justifique a diferena entre eles.

Questão
2007Biologia

(FUVEST - 2007 - 1a fase) Os carboidratos, os lipdios e as protenas constituem material estrutural ede reserva dos seres vivos. Qual desses componentes orgnicos mais abundante no corpode uma planta e de um animal?

Questão
2007Biologia

(FUVEST - 2007 - 1a fase) No interior do Maranho, uma doena que vitimou muitas pessoascomeava com dormncia e inchao nas pernas, evoluindo para paralisia, insuficinciarespiratria e cardaca. Esses sintomas so iguais aos do beribri, molstia conhecida h maisde 2.000 anos. Nas primeiras dcadas do sculo XX, o beribri foi relacionado carncia davitamina B1, usualmente encontrada em cereais integrais, legumes, ovos e leite. O quadrocarencial, comum em lugares pobres, onde a alimentao inadequada, pode ser agravadopela ingesto de bebidas alcolicas e pelo contato com agrotxicos. Como no passado,tambm hoje, as vtimas do beribri, no interior do Maranho, so subnutridas, sendo suaalimentao baseada quase que exclusivamente em arroz branco. Em uma das comunidadesafetadas, foram feitas algumas propostas, visando combater a doena: I. Incentivar o cultivo de hortas domsticas e a criao de pequenos animais para consumo. II. Isolar as pessoas afetadas e prevenir a doena com uma campanha de vacinao. III. Orientar os trabalhadores da regio sobre o uso de equipamentos de proteo individual,quando da manipulao de agrotxicos. Entre as trs propostas, podem contribuir para o combate doena, apenas:

Questão
2007Geografia

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 2) SPANGLISH O dirio El Pas de 02/10/2000 publicou uma entrevista com Ilan Stavans, escritor e fillogo mexicano, autor do primeiro dicionrio de spanglish, uma lngua com origens nos subrbios hispnicos de Miami, Los Angeles e Nova Iorque. Com cerca de 6000 palavras, esta lngua nasceu do choque do Espanhol com o Ingls e , segundo aquele fillogo, uma nova maneira de ser hispnico nos Estados Unidos. A entrevista termina com uma lista de algumas palavras a incluir no dicionrio; por ex., culsimo = muito frio (do ingls cool). Fonte: Lexicon, Vocabulrio de Filosofia, (http://ocanto. esenviseu.net/lexs.htm). Com base no texto, a) explique qual o fenmeno geogrfico responsvel por essa fuso de lnguas, nos EUA. b) cite e explique uma consequncia possvel desse fenmeno geogrfico.

Questão
2007Geografia

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 3) O objetivo da elaborao do ndice de Desenvolvimento Humano (IDH) oferecer um contraponto a outro indicador muito utilizado, o Produto Interno Bruto (PIB) per capita, que considera apenas a dimenso econmica do desenvolvimento. Criado por Mahbub ul Haq, com a colaborao do economista indiano Amartya Sen (...), o IDH pretende ser uma medida geral, sinttica, do desenvolvimento humano. No abrange todos os aspectos do desenvolvimento e no uma representao de felicidade das pessoas, nem indica o melhor lugar para se viver. Fonte: Adaptado de http://www.pnud.org.br, out. 2006. a) Quais os indicadores que compem o IDH? Apresente um aspecto relevante da realidade social ausente dessa composio. b) Analise a regio do Sahel, na frica, considerando o texto acima e os indicadores que compem o IDH.

Questão
2007Química

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 9) O Brasil campeo de reciclagem de latinhas de alumnio. Essencialmente, basta fundi-las, sendo, entretanto, necessrio compact-las, previamente, em pequenos fardos. Caso contrrio, o alumnio queimaria no forno, onde tem contato com oxignio do ar. a) Escreva a equao qumica que representa a queima do alumnio. b) Use argumentos de cintica qumica para explicar por que as latinhas de alumnio queimam, quando jogadas diretamente no forno, e por que isso no ocorre, quando antes so compactadas? Uma latinha de alumnio vazia pode ser quebrada em duas partes, executando-se o seguinte experimento: - Com uma ponta metlica, risca-se a latinha em toda a volta, a cerca de 3 cm do fundo, para remover o revestimento e expor o metal . - Prepara-se uma soluo aquosa de CuCl2, dissolvendo-se 2,69 g desse sal em 100 mL de gua. Essa soluo tem cor verde-azulada. - A latinha riscada colocada dentro de um copo de vidro, contendo toda a soluo aquosa de Cu Cl2, de tal forma a cobrir o risco. Mantm-se a latinha imersa, colocando-se um peso sobre ela. Aps algum tempo, observa-se total descoramento da soluo e formao de um slido floculoso avermelhado tanto sobre o risco, quanto no fundo da latinha. Um pequeno esforo de toro sobre a latinha a quebra em duas partes. c) Escreva a equao qumica que representa a transformao responsvel pelo enfraquecimento da latinha de alumnio. d) Calcule a massa total do slido avermelhado que se formou no final do experimento, ou seja, quando houve total descoramento da soluo. Dados: massas molares (g/mol) Cu .......... 63,5 Cl ........... 35,5

Questão
2007Física

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 4) Uma substncia radioativa, cuja meia-vida de aproximadamente 20 minutos, pode ser utilizada para medir o volume do sangue de um paciente. Para isso, so preparadas duas amostras, A e B, iguais, dessa substncia, diludas em soro, com volume de 10 cm3 cada. Uma dessas amostras, A, injetada na circulao sangunea do paciente e a outra, B, mantida como controle. Imediatamente antes da injeo, as amostras so monitoradas, indicando NA1 = NB1 = 160 000 contagens por minuto. Aps uma hora, extrada uma amostra C de sangue do paciente, com igual volume de 10 cm3 , e seu monitoramento indica NC = 40 contagens por minuto. a) Estime o nmero NB2, em contagens por minuto, medido na amostra de controle B, uma hora aps a primeira monitorao. b) A partir da comparao entre as contagens NB2 e NC, estime o volume V, em litros, do sangue no sistema circulatrio desse paciente. NOTE E ADOTE A meia vida o intervalo de tempo aps o qual o nmero de tomos radioativos presentes em uma amostra reduzido metade. Na monitorao de uma amostra, o nmero de contagens por intervalo de tempo proporcional ao nmero de tomos radioativos presentes.

Questão
2007Geografia

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 6) O biodiesel um combustvel biodegradvel, derivado basicamente de diversas fontes vegetais, e que pode substituir total ou parcialmente o diesel de petrleo em vrios tipos de motores. a) D exemplo de duas fontes utilizadas na produo do biodiesel. b) Explique por que o biodiesel tem sido considerado uma alternativa econmica e ambientalmente vivel para o Brasil.

Questão
2007Química

(FUVEST - 2007 - 1a fase)A figura mostra modelos de algumas molculas com ligaes covalentesentre seus tomos. Analise a polaridade dessas molculas, sabendo que tal propriedade depende da - diferena de eletronegatividade entre os tomos que esto diretamente ligados. (Nasmolculas apresentadas, tomos de elementos diferentes tm eletronegatividades diferentes.) - forma geomtrica das molculas. (Observao: Eletronegatividade a capacidade de um tomo para atrair os eltrons daligao covalente.) Dentre essas molculas, pode-se afirmar que so polares apenas

Questão
2007Química

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 3) steres podem ser preparados pela reao de cidos carboxlicos ou cloretos de cido, com lcoois, conforme exemplificado: Recentemente, dois polisteres biodegradveis (I e II) foram preparados, utilizando, em cada caso, um dos mtodos citados. a) Escreve a frmula mnima da unidade estrutural que se repete n vezes na estrutura I. Dentre os seguintes compostos, quais so os reagentes apropriados para a preparao de b) I? c) II?

Questão
2007Geografia

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 7) Alm do conceito de Plataforma Continental, do ponto de vista geomorfolgico, temos tambm o conceito de Plataforma Continental Jurdica. O desenho ao lado mostra um dos critrios possveis para a delimitao da Plataforma Continental Jurdica, no Brasil. a) Caracterize a Plataforma Continental, do ponto de vista geomorfolgico. Justifique sua importncia econmica para o Brasil. b) Discorra sobre a importncia da Plataforma Continental Jurdica, considerando a explorao do subsolo marinho.

Questão
2007Geografia

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 5) Leia o mapa. a) Indique a legenda correta para o problema ambiental representado em C. b) Desenvolva uma anlise que relacione caractersticas bsicas da atual economia da China ao problema ambiental representado em C.

Questão
2007Geografia

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 9) Estado de SP fica com peso menor no setor A Pesquisa Industrial Anual do IBGE confirma a continuidade do processo de desconcentrao regional da indstria no Brasil. O peso da indstria paulista caiu de 46,4% em 2000 para 42,5% em 2003. So Paulo, porm, ainda est bem frente do segundo colocado Minas Gerais, com 10%. Em contrapartida ao desempenho de So Paulo, ganharam espao, na estrutura industrial do pas, Rio de Janeiro (por causa do petrleo), Paran, Bahia, Amazonas, Gois e Par. Fonte: Adaptado de Folha de S. Paulo, 22/06/2005. a) Cite e explique dois motivos do processo de desconcentrao mencionado no texto. b) Identifique e explique um fenmeno geogrfico decorrente da desconcentrao industrial.

Questão
2007Química

(FUVEST - 2007 - 2 fase - Questo 2) Em 1912, Franois Auguste Victor Grignard recebeu o prmio Nobel de Qumica pela preparao de uma nova classe de compostos contendo, alm de carbono e hidrognio, magnsio e um halognio os quais passaram a ser denominados compostos de Grignard. Tais compostos podem ser preparados pela reao de um haleto de alquila com magnsio em solvente adequado. Os compostos de Grignard reagem com compostos carbonlicos (aldedos e cetonas), formando lcoois. Nessa reao, forma-se um composto intermedirio que, reagindo com gua, produz o lcool. ​​​​​​ Por este mtodo, para preparar o lcool tercirio h duas possibilidades de escolha dos reagentes. Preencha a tabela da folha de respostas ao lado para cada uma delas. Folha de respostas:

Questão
2007Biologia

(FUVEST - 2007 - 1a fase)Em ces labradores, dois genes, cada um com dois alelos (B/b e E/e), condicionam as trs pelagens tpicas da raa: preta, marrom e dourada. A pelagem dourada condicionada pela presena do alelo recessivo e em homozigose no gentipo. Os ces portadores de pelo menos um alelo dominante E sero pretos, se tiverem pelo menos um alelo dominante B; ou marrons, se forem homozigticos bb. O cruzamento de um macho dourado com uma fmea marrom produziu descendentes pretos, marrons e dourados. O gentipo do macho