Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão 7
2005Matemática

(FUVEST - 2005 - 2FASE)Determine todos os valores de x pertencentes ao intervalo que satisfazem a equao cos22x= - sen2x.

Questão 7
2005Português

(FUVEST - 2005 - 2FASE)Leia o seguinte poema de Manuel Bandeira: PORQUINHO-DA-NDIA Quando eu tinha seis anos Ganhei um porquinho-da-ndia. Que dor de corao me dava Porque o bichinho s queria estar debaixo do fogo! Levava ele pra sala Pra os lugares mais bonitos mais limpinhos Ele no gostava: Queria era estar debaixo do fogo. No fazia caso nenhum das minhas ternurinhas ... ⎯ O meu porquinho-da-ndia foi a minha primeira namorada. a) Aponte, no poema, dois aspectos de estilo que estejam relacionados ao tema da infncia. Explique sucintamente. b) Qual o elemento comum entre a experincia infantil e a experincia mais adulta presentes no poema? Explique sucintamente.

Questão 7
2005História

(FUVEST - 2005 - 2FASE)Com relao ao povoamento e colonizao da regio norte do Brasil, nos sculos XVII e XVIII, explique: a) As particularidades da administrao poltica e religiosa da regio. b) A importncia da explorao econmica dessa regio para a Metrpole.

Questão 8
2005Português

(FUVEST - 2005 - 1 FASE)Texto para as questes O filme Cazuza O tempo no pra me deixou numa espcie de felicidade pensativa. Tento explicar por qu. Cazuza mordeu a vida com todos os dentes. A doena e a morte parecem ter-se vingado de sua paixo exagerada de viver. impossvel sair da sala de cinema sem se perguntar mais uma vez: o que vale mais, a preservao de nossas foras, que garantiria uma vida mais longa, ou a livre procura da mxima intensidade e variedade de experincias? Digo que a pergunta se apresenta mais uma vez porque a questo hoje trivial e, ao mesmo tempo, persecutria. (...) Obedecemos a uma proliferao de regras que so ditadas pelos progressos da preveno. Ningum imagina que comer banha, fumar, tomar pinga, transar sem camisinha e combinar, sei l, nitratos com Viagra seja uma boa idia. De fato no . primeira vista, parece lgico que concordemos sem hesitao sobre o seguinte: no h ou no deveria haver prazeres que valham um risco de vida ou, simplesmente, que valham o risco de encurtar a vida. De que adiantaria um prazer que, por assim dizer, cortasse o galho sobre o qual estou sentado? Os jovens tm uma razo bsica para desconfiar de uma moral prudente e um pouco avara que sugere que escolhamos sempre os tempos suplementares. que a morte lhes parece distante, uma coisa com a qual a gente se preocupar mais tarde, muito mais tarde. Mas sua vontade de caminhar na corda bamba e sem rede no apenas a inconscincia de quem pode esquecer que o tempo no pra. tambm (e talvez sobretudo) um questionamento que nos desafia: para disciplinar a experincia, ser que temos outras razes que no sejam s a deciso de durar um pouco mais? (Contardo Calligaris, Folha de S. Paulo) Embora predomine no texto a linguagem formal, possvel identificar nele marcas de coloquialidade, como as expresses assinaladas em:

Questão 8
2005Física

(FUVEST - 2005 - 2FASE)O som produzido por um determinado instrumento musical, longe da fonte, pode ser representado por uma onda complexa S, descrita como uma sobreposio de ondas senoidais de presso, conforme a figura. Nela, est representada a variao da presso P em funo da posio, num determinado instante, estando as trs componentes de S identificadas por A, B e C. a) Determine os comprimentos de onda, em metros, de cada uma das componentes A, B e C, preenchendo o quadro da folha de respostas. b) Determine o comprimento de onda 0, em metros, da onda S. c) Represente, no grfico apresentado na folha de respostas, as intensidades das componentes A e C. Nesse mesmo grfico, a intensidade da componente B j est representada, em unidades arbitrrias.

Questão 8
2005Matemática

(FUVEST - 2005 - 2FASE)A base ABCD da pirmide ABCDE um retngulo de lados AB = 4 e BC = 3. As reas dos tringulos ABE e CDE so, respectivamente, e . Calcule o volume da pirmide.

Questão 8
2005Química

(FUVEST - 2005 - 2FASE) cido ntrico produzido pela oxidao de amnia com excesso de oxignio, sobre um catalisador de platina, em uma seqncia de reaes exotrmicas. Um esquema simplificado desse processo a) Escreva as equaes qumicas balanceadas das reaes que ocorrem no reator, na torre de oxidao e na torre de absoro. Note que, desta ltima, sai NO(g), nela gerado. A maior parte desse gs aproveitada na prpria torre, onde h oxignio em excesso. Duas reaes principais ocorrem nessa torre. b) A velocidade da reao que ocorre na torre de oxidao, ao contrrio da velocidade da maioria das reaes qumicas, diminui com o aumento da temperatura. Baseando-se em tal informao, explique o que deve ser o dispositivo A.

Questão 8
2005Português

(FUVEST - 2005 - 2FASE)Considere os seguintes versos, que fazem parte de um poema em que Carlos Drummond de Andrade fala de Guimares Rosa e de sua obra: (...) ou ele mesmo [Guimares Rosa] era a parte de gente servindo de ponte entre o sub e o sobre que se arcabuzeiam de antes do princpio, que se entrelaam para melhor guerra, para maior festa? (arcabuzeiam = lutam com arcabuzes, espingardas) a) A luta entre Augusto Matraga e Joozinho Bem-Bem (do conto A hora e vez de Augusto Matraga) apresenta, conjugados, os aspectos de guerra e de festa referidos nos versos de Drummond. Voc concorda com esta afirmao? Justifique sucintamente. b) O conflito entre Turbio Todo e Cassiano Gomes (do conto Duelo) apresenta essa mesma juno de aspectos de guerra e de festa? Justifique sucintamente.

Questão 8
2005História

(FUVEST - 2005 - 2FASE)Este comrcio de carne humana , pois, um cancro que corri as entranhas do Brasil ... Acabese de uma vez o infame trfico de escravatura africana... Torno a dizer, porm, que eu no desejo ver abolida de repente a escravido; tal acontecimento traria consigo grandes males. Para emancipar escravos, sem prejuzo da sociedade, cumpre faz-los primeiramente dignos da liberdade: cumpre que sejamos forados pela razo e pela lei a convert-los gradualmente de vis escravos em homens livres e ativos. Jos Bonifcio, 1823. a) Qual a posio do autor com relao escravido no Brasil? b) Essas idias esto relacionadas ao contexto scio-econmico brasileiro? Por qu?

Questão 8
2005Geografia

(FUVEST - 2005 - 2FASE)Observe os mapas: a) Descreva o avano do desmatamento no perodo de 1950-2000, destacando as atividades econmicas predominantes. b) Analise a participao do estado nesse processo, utilizando-se de exemplos.

Questão 8
2005Biologia

(FUVEST - 2005 - 2FASE) Num campo, vivem gafanhotos que se alimentam de plantas e servem de alimento para passarinhos. Estes so predados por gavies. Essas quatro populaes se mantiveram em nmeros estveis nas ltimas geraes. a) Qual o nvel trfico de cada uma dessas populaes? b) Explique de que modo a populao de plantas poder ser afetada se muitos gavies imigrarem para esse campo. c) Qual a trajetria dos tomos de carbono que constituem as protenas dos gavies desde sua origem inorgnica? d) Qual o papel das bactrias na introduo do nitrognio nessa cadeia alimentar?

Questão 9
2005Português

(FUVEST - 2005 - 1 FASE) Texto para as questes. Assim, pois, o sacristo da S, um dia. ajudando a missa, viu entrar a dama, que devia ser sua colaboradora na vida de Dona Plcida. Viu-a outros dias, durante semanas inteiras, gostou, disse-lhe alguma graa, pisou-lhe o p, ao acender os altares, nos dias de festa. Ela gostou dele, acercaram-se, amaram-se. Dessa conjuno de luxrias vadias brotou D. Plcida. de crer que D. Plcida no falasse ainda quando nasceu, mas se falasse podia dizer aos autores de seus dias: Aqui estou. Para que me chamastes? E o sacristo e a sacrist naturalmente lhe responderiam: Chamamos-te para queimar os dedos nos tachos, os olhos na costura, comer mal, ou no comer, andar de um lado para outro, na faina, adoecendo e sarando, com o fim de tornar a adoecer e sarar outra vez, triste agora, logo desesperada, amanh resignada, mas sempre com as mos no tacho e os olhos na costura, at acabar um dia na lama ou no hospital; foi para isso que te chamamos, num momento de simpatia. (Machado de Assis, Memrias Pstumas de Brs Cubas) No trecho acima, Brs Cubas reflete sobre a histria de Dona Plcida, reconhecendo a extrema dureza de sua vida. No contexto do livro, esse reconhecimento revela que Brs Cubas, embora perceba com preciso o desamparo dos pobres, no faz mais que

Questão 9
2005Química

(FUVEST - 2005 - 2FASE) Recentemente, foi lanado no mercado um tira-manchas, cujo componente ativo 2Na2CO33H2O2. Este, ao se dissolver em gua, libera perxido de hidrognio, que atua sobre as manchas. a) Na dissoluo desse tira-manchas, em gua, forma-se uma soluo neutra, cida ou bsica? Justifique sua resposta por meio de equaes qumicas balanceadas. b) A soluo aquosa desse tira-manchas (incolor) descora rapidamente uma soluo aquosa de iodo (marrom). Com base nos potenciais-padro de reduo indicados, escreva a equao qumica que representa essa transformao. c) No experimento descrito no item b, o perxido de hidrognio atua como oxidante ou como redutor? Justifique.

Questão 9
2005Física

(FUVEST - 2005 - 2FASE) Um determinado aquecedor eltrico, com resistncia R constante, projetado para operar a 110 V. Pode-se ligar o aparelho a uma rede de 220 V, obtendo os mesmos aquecimento e consumo de energia mdio, desde que haja um dispositivos que o ligue e desligue, em ciclos sucessivos, como indicado no grfico: Nesse caso, a cada ciclo, o aparelho permanece ligado por 0,2s e desligado por um intervalo de tempo t, determine a) A relao entre as potncias e , dissipadas por esse aparelho em 220V e 110V, respectivamente, quando est continuamente ligado, sem interrupo. b) O valor do intervalo t, em segundos, em que o aparelho deve permanecer desligado 220V, para que a potncia mdia dissipada pelo resistor nessa tenso seja a mesma que quando ligado continuamente em 110V. c) A relao entre as correntes mdias e , que percorrem o resistor quando em redes de 220 V e 110 V, respectivamente, para a situao do item anterior.

Questão 9
2005Matemática

(FUVEST - 2005 - 2FASE)Seja f(x) = ax2 + (1 a) x + 1, onde a um nmero real diferente de zero. Determine os valores de a para os quais as razes da equao f(x) = 0 so reais e o nmero x = 3 pertence ao intervalo fechado compreendido entre as razes.

NOVIDADES
Kuadro