Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

Questão
2013Biologia

(FUVEST - 2013) A prtica conhecida como Anel de Malpighi consiste na retirada de um anel contendo alguns tecidos do caule ou dos ramos de uma angiosperma. Essa prtica leva morte da planta nas seguintes condies:

Questão
2013Química

O nmero N de tomos de um istopo radioativo existente em uma amostra diminui com o tempo t, de acordo com a expresso , sendo o nmero de tomos deste istopo em t = 0 e a constante de decaimento. Abaixo, est apresentado o grfico do log10 N em funo de t, obtido em um estudo experimental do radiofrmaco Tecncio 99 metaestvel (), muito utilizado em diagnsticos do corao. A partir do grfico, determine a) o valor de ; b) o nmero de tomos radioativos de ; c) a meia-vida () do . Note e adote: A meia-vida () de um istopo radioativo o intervalo de tempo em que o nmero de tomos desse istopo existente em uma amostra cai para a metade.

Questão
2013Biologia

(FUVEST - 2013) A lei 7678 de 1988 define que vinho a bebida obtida pela fermentaoalcolica do mosto simples de uva s, fresca e madura. Na produo de vinho, so utilizadasleveduras anaerbicas facultativas. Os pequenos produtores adicionam essas leveduras aomosto (uvas esmagadas, suco e cascas) com os tanques abertos, para que elas sereproduzam mais rapidamente. Posteriormente, os tanques so hermeticamente fechados. Nessas condies, pode-se afirmar, corretamente, que:

Questão
2013FísicaQuímica

(FUVEST 2013 - 2 fase) Antes do incio dos Jogos Olmpicos de 2012, que aconteceram em Londres, a chama olmpica percorreu todo o Reino Unido, pelas mos de cerca de 8000 pessoas, que se revezaram nessa tarefa. Cada pessoa correu durante um determinado tempo e transferiu a chama de sua tocha para a do prximo participante. Suponha que (i) cada pessoa tenha recebido uma tocha contendo cerca de 1,02 g de uma mistura de butano e propano, em igual proporo, em mols; (ii) a vazo de gs de cada tocha fosse de 48 mL/minuto. Calcule: a) a quantidade de matria, em mols, da mistura butano + propano contida em cada tocha; b) o tempo durante o qual a chama de cada tocha podia ficar acesa. Um determinado participante P do revezamento correu a uma velocidade mdia de 2,5 m/s. Sua tocha se apagou no exato instante em que a chama foi transferida para a tocha do participante que o sucedeu. c) Calcule a distncia, em metros, percorrida pelo participante P enquanto a chama de sua tocha permaneceu acesa. Dados: Massa molar (g/mol): butano 58 propano 44 Volume molar nas condies ambientes: 24 L/mol

Questão
2013Biologia

(FUVEST 2013) No morango, os frutos verdadeiros são as estruturas escuras e rígidas que se encontram sobre a parte vermelha e suculenta. Cada uma dessas estruturas resulta, diretamente,

Questão
2013Física

(Fuvest 2013 1 fase) A energia potencial eltrica U de duas partculas em funo da distncia r que as separa est representada no grfico da figura abaixo. Uma das partculas est fixa em uma posio, enquanto a outra se move apenas devido fora eltrica de interao entre elas. Quando a distncia entre as partculas varia de ri = 3 x 10-10 m a rf = 9 x 10-10 m, a energia cintica da partcula em movimento

Questão
2013História

(Fuvest 2013) Durante os primeiros tempos de sua existncia, o PCB prosseguiu em seu processo de diferenciao ideolgica com o anarquismo, de onde provinha parte significativa de sua liderana e de sua militncia. Nesse curso, foi necessrio, no que se refere questo parlamentar, tambm proceder a uma homogeneizao de sua prpria militncia. Houve algumas tentativas de participao em eleies e de formulao de propostas a serem apresentadas sociedade que se revelaram infrutferas por questes conjunturais. A primeira vez em que isso ocorreu foi, em 1925, no municpio porturio paulista de Santos, onde os comunistas locais, apresentando-se pela legenda da Coligao Operria, tiveram um resultado pfio. No entanto, como todos os atos pioneiros, essa participao deixou uma importante herana: a presena na cena poltica brasileira dos trabalhadores e suas reivindicaes. Estas, em particular, expressavam um acmulo de anos de lutas do movimento operrio brasileiro. (Dainis Karepovs. A classe operria vai ao Parlamento. So Paulo: Alameda, 2006, p.169.) A partir do texto acima, pode-se afirmar corretamente que

Questão
2013QuímicaGeografia

(FUVEST 2013 -2 fase) A matriz energtica brasileira constituda, principalmente, por usinas hidreltricas, termeltricas, nucleares e elicas, e tambm por combustveis fsseis (por exemplo, petrleo, gasolina e leo diesel) e combustveis renovveis (por exemplo, etanol e biodiesel). a) Para cada tipo de usina da tabela abaixo, assinale no mapa seguinte, utilizando o smbolo correspondente, um estado, ou a divisa de estados limtrofes, em que tal usina pode ser encontrada. A entalpia de combusto do metano gasoso, principal componente do gs natural, corrigida para 25C, 213 kcal/mol e a do etanol lquido, mesma temperatura, 327 kcal/mol. b) Calcule a energia liberada na combusto de um grama de metano e na combusto de um grama de etanol. Com base nesses valores, qual dos combustveis mais vantajoso sob o ponto de vista energtico? Justifique. Dados: Massa molar(g/mol): CH4=16; C2H6O=46.

Questão
2013Biologia

(FUVEST - 2013) Frequentemente, os fungos so estudados juntamente com as plantas, narea da Botnica. Em termos biolgicos, correto afirmar que essa aproximao:

Questão
2013Biologia

(FUVEST - 2013) Nos mamferos, o tamanho do corao proporcional ao tamanho do corpo e corresponde a aproximadamente 0,6% da massa corporal. O grfico abaixo mostra a relao entre a frequncia cardaca e a massa corporal de vrios mamferos. O quadro abaixo traz uma relao de mamferos e o resultado da pesagem de indivduos adultos. Animal Massa corporal (g) Cuca 30 Sagui 276 Gamb 1.420 Bugio 5.180 Capivara 37.300 Fauna silvestre Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, SP, 2007. Considerando esse conjunto de informaes, analise as afirmaes seguintes: I. No intervalo de um minuto, a cuca tem mais batimentos cardacos do que a capivara. II. A frequncia cardaca do gamb maior do que a do bugio e menor do que a do sagui. III. Animais com corao maior tm frequncia cardaca maior. Est correto apenas o que se afirma em

Questão
2013Biologia

(FUVEST - 2013) A figura abaixo representa uma clula de uma planta jovem. Considere duas situaes: 1) a clula mergulhada numa soluo hipertnica; 2) a clula mergulhada numa soluo hipotnica. Dentre as figuras numeradas de I a III, quais representam o aspecto da clula, respectivamente, nas situaes 1 e 2?

Questão
2013Biologia

(FUVEST - 2013) A forma do lobo da orelha, solto ou preso, determinada geneticamente por um par de alelos. O heredograma mostra que a caracterstica lobo da orelha solto NO pode ter herana

Questão
2013Biologia

(FUVEST 2013) O gráfico mostra uma estimativa do número de espécies marinhas e dos níveis de oxigênio atmosférico, desde 550 milhões de anos atrás até os dias de hoje. Analise as seguintes afirmativas: I. Houve eventos de extinção que reduziram em mais de 50% o número de espécies existentes. II. A diminuição na atividade fotossintética foi a causa das grandes extinções. III. A extinção dos grandes répteis aquáticos no final do Cretáceo, há cerca de 65 milhões de anos, foi, percentualmente, o maior evento de extinção ocorrido. De acordo com o gráfico, está correto apenas o que se afirma em

Questão
2013FísicaQuímica

(Fuvest 2013) Em um recipiente termicamente isolado e mantido a presso constante, socolocados 138 g de etanol lquido. A seguir, o etanol aquecido e sua temperatura T medidacomo funo da quantidade de calor Q a ele transferida. A partir do grfico de TxQ,apresentado na figura abaixo, pode-se determinar o calor especfico molar para o estadolquido e o calor latente molar de vaporizao do etanol como sendo, respectivamente,prximos de Dados: Frmula do etanol = C2H5OH; Massas molares = C(12g/mol), H(1g/mol), O(16g/mol).

Questão
2013RedaçãoPortuguês

(FUVEST - 2013) Vivendo e... Eu sabia fazer pipa e hoje no sei mais. Duvido que se hoje pegasse uma bola de gude conseguisse equilibr-la na dobra do dedo indicador sobre a unha do polegar, quanto mais jog-la com a1preciso que tinha quando era garoto. (...) Juntando-se as duas mos de um determinado jeito, com os polegares para dentro, e assoprando pelo buraquinho, tirava-se um silvo bonito que inclusive variava de tom conforme o posicionamento das mos. Hoje no sei mais que jeito esse. Eu sabia a2frmula de fazer cola caseira. Algo envolvendo farinha e gua e3muita confuso na cozinha, de onde ramos expulsos sob ameaas. Hoje no sei mais. A gente comeava a contar depois de ver um relmpago e11o nmero a que chegasse quando ouvia a trovoada, multiplicado por outro nmero, dava a4distncia exata do relmpago. No me lembro mais dos nmeros. (...) 12Lembro o orgulho com que consegui, pela primeira vez, cuspir corretamente pelo espao adequado entre os dentes de cima e a ponta da lngua de modo que o cuspe ganhasse distncia e pudesse ser mirado. Com prtica, conseguia-se controlar a5trajetria elptica da cusparada com uma6mnima margem de erro. Era7puro instinto. Hoje o mesmo feito requereria8complicados clculos de balstica, e eu provavelmente s acertaria a frente da minha camisa. Outra9habilidade perdida. Na verdade, deve-se revisar aquela antiga frase. vivendo e .................... . No falo daquelas13coisas que deixamos de fazer porque no temos mais as condies fsicas e a coragem de antigamente, como subir em bonde andando mesmo porque14no h mais bondes andando. Falo da sabedoria desperdiada, das10artes que nos abandonaram. Algumas at teis. Quem nunca desejou ainda ter o cuspe certeiro de garoto para acertar em algum alvo contemporneo, bem no olho, e depois sair correndo? Eu j. Lus F. Verssimo, Comdias para se ler na escola. A palavra que o cronista omite no ttulo, substituindo-a por reticncias, ele a emprega no ltimo pargrafo, na posio marcada como pontilhado. Tendo em vista o contexto, conclui-se que se trata da palavra