Questões - FUVEST | Gabarito e resoluções

Questão 4
2016Geografia

(FUVEST - 2016) Considere este mapa, que representa uma regio com histrico de migraes e disputas territoriais e que j abrigou, desde antes da Era Crist, vrias civilizaes. a) Mencione duas caractersticas da bacia hidrogrfica dos rios Tigre/Eufrates, relacionando-as com sua ocupao na Antiguidade. Justifique. b) Identifique um importante conflito que, atualmente, ocorre na rea indicada no mapa e apresente uma motivao poltico-religiosa para esse conflito.

Questão 4
2016História

(FUVEST - 2016- 2aFASE) Com base nessas imagens, a) identifique as situaes histricas especficas s quais elas se referem; b) descreva dois elementos internos a cada uma que permitam estabelecer uma relao entre elas.

Questão 4
2016Física

(FUVEST 2016 - 2 FASE) Miguel e Joo esto conversando, parados em uma esquina prxima a sua escola, quando escutam o toque da sirene que indica o incio das aulas. Miguel continua parado na esquina, enquanto Joo corre em direo escola. As ondas sonoras propagam-se, a partir da sirene, em todas as direes, com comprimento de onda = 17 cm e velocidade Vs= 340 m/s, em relao ao ar. Joo se aproxima da escola com velocidade de mdulo v = 3,4 m/s e direo da reta que une sua posio da sirene. Determine a) a frequncia fMdo som da sirene percebido por Miguel parado na esquina; b) a velocidade vRdo som da sirene em relao a Joo correndo; c) a frequncia fJdo som da sirene percebido por Joo quando est correndo. Miguel, ainda parado, assobia para Joo, que continua correndo. Sendo o comprimento de onda do assobio igual a 10 cm, determine d) a frequncia fAdo assobio percebido por Joo

Questão 4
2016Português

(FUVEST - 2016 - 2fase) Leia este texto Nosso andar elegante e gracioso, e tambm extremamente eficiente do ponto de vista energtico. Somos capazes de andar dezenas de quilmetros por quilo de feijo ingerido. At agora, nenhum sapato, nenhuma tcnica especial de balanar os braos, ou qualquer outro truque foram capazes de melhorar o nmero de quilmetros caminhados por quilo de feijo consumido. Mas, agora, depois de anos investigando o funcionamento de nossas pernas, um grupo de cientistas construiu uma traquitana simples, mas extremamente sofisticada, que capaz de diminuir o consumo de energia de uma caminhada em at 10%. Trata-se de um pequeno exoesqueleto que recobre nosso p e fica preso logo abaixo do joelho. Ele mimetiza o funcionamento do tendo de Aquiles e dos msculos ligados ao tendo. Uma haste na altura do tornozelo, a qual se projeta para trs, segura uma ponta de uma mola. Outra haste, logo abaixo do joelho, segura uma espcie de embreagem (...). Fernando Reinach, www.estadao.com.br, 13/06/2015. Adaptado. a) Transcreva o trecho do texto em que o autor explora, com fins expressivos, o emprego de termos contraditrios, sublinhando-os. b) Esse excerto provm de um artigo de divulgao cientfica. Aponte duas caractersticas da linguagem nele empregada que o diferenciam de um artigo cientfico especializado.

Questão 5
2016Matemática

(FUVEST - 2016 - 1a FASE) Em um experimento probabilstico, Joana retirar aleatoriamente 2 bolas de uma caixa contendo bolas azuis e bolas vermelhas. Ao montar-se o experimento, colocam-se 6 bolas azuis na caixa. Quantas bolas vermelhas devem ser acrescentadas para que a probabilidade de Joana obter 2 azuis seja?

Questão 5
2016Português

(FUVEST - 2016 - 2 fase) Leia este texto. O tempo personalizou minha forma de falar com Deus, mas sempre termino a conversa com um pai-nosso e uma ave-maria. (...) Metade da ave-maria uma saudao floreada para, s no final, pedir que ela rogue por ns. No pai nosso, sempre ser um mistrio para mim o mas do no nos deixeis cair em tentao, mas livrai-nos do mal. Me parece que, a princpio, se o Pai no nos deixa cair em tentao, j estar nos livrando do mal. Denise Fraga, www1.folha.uol.com.br, 07/07/2015. Adaptado. a) Mantendo-se a relao de sentido existente entre os segmentos no nos deixeis cair em tentao / mas livrai nos do mal, a conjuno mas poderia ser substituda pela conjuno e, de modo a dissipar o mistrio a que se refere a autora? Justifique. b) Sem alterar seu sentido, reescreva o trecho da orao citado pela autora, colocando os verbos deixeis e livrai na terceira pessoa do singular.

Questão 5
2016Matemática

(FUVEST - 2016 - 2a FASE) A figura abaixo representa o grfico de uma funo. Note que . A restrio de f ao intervalotem como grfico parte de uma parbola com vrtice no ponto (-2,-3); restrita ao intervalo [0,5], ftem como grfico um segmento de reta. a) Calcule f(-1) e f(3). Usando os sistemas de eixos da folha de respostas, esboce b) o grfico de g(x) = |f(x)|, x[-5,5] c) o grfico de h(x) = f(|x|), x[-5,5]

Questão 5
2016Física

(FUVEST 2016 - 2 FASE) Em janeiro de 2006, a nave espacial New Horizons foi lanada da Terra com destino a Pluto, astro descoberto em 1930. Em julho de 2015, aps uma jornada de aproximadamente 9,5 anos e 5 bilhes de km, a nave atinge a distncia de 12,5 mil km da superfcie de Pluto, a mais prxima do astro, e comea a enviar informaes para a Terra, por ondas de rdio. Determine a) a velocidade mdia v da nave durante a viagem; b) o intervalo de tempo t que as informaes enviadas pela nave, a 5 bilhes de km da Terra, na menor distncia de aproximao entre a nave e Pluto, levaram para chegar em nosso planeta; c) o ano em que Pluto completar uma volta em torno do Sol, a partir de quando foi descoberto.

Questão 5
2016Geografia

(FUVEST - 2016) De acordo com o IBGE, domiclio com Segurana Alimentar aquele em que seus moradores relatam, principalmente, no ter havido falta de alimentos em quantidade e qualidade suficientes nos trs meses anteriores coleta de dados. a) Como se deu, em 2013, a distribuio regional da Segurana Alimentar no pas? Considere, em sua anlise, a situao do domiclio (urbano e rural). b) Indique as regies com a maior e com a menor Segurana Alimentar na zona rural, em 2013. Explique as razes que justificam essa diferena na condio de Segurana Alimentar, tendo em vista a estrutura e ocupao agrria de cada uma delas.

Questão 5
2016Biologia

(FUVEST- 2016) Analise a tirinha. A Fadinha no concretizou o desejo do personagem Vrus, pois, de acordo com a classificao biolgica, as amebas no esto includas no reino animal. a) Que caracterstica das amebas as inclui em um reino diferente daquele dos animais? b) Nos vrus, o material gentico encontrase no interior de uma cpsula proteica. Onde est localizado o material gentico das amebas? c) Os vrus apresentam hbito parasita obrigatrio. Como so as amebas, quanto a seu hbito? d) Amebas conseguem sobreviver em meio hipotnico em relao ao seu citoplasma? Justifique sua resposta.

Questão 5
2016Química

(FUVEST - 2016 - 2 fase) A oxidao de SO2 a SO3 uma das etapas da produo de cido sulfrico. Em uma indstria, diversas condies para essa oxidao foram testadas. A tabela a seguir rene dados de diferentes testes: a) Em qual dos quatro testes houve maior rendimento na produo de SO3? Explique b) Em um dado instante t1, foram medidas as concentraes de SO2, O2e SO3em um reator fechado, a 1000 C, obtendo-se os valores: [SO2] = 1,0 mol/L; [O2] = 1,6 mol/L; [SO3] = 20 mol/L. Considerando esses valores, como possvel saber se o sistema est ou no em equilbrio? No grfico da pgina de resposta, represente o comportamento das concentraes dessas substncias no intervalo de tempo entre t1e t2, considerando que, em t2, o sistema est em equilbrio qumico.

Questão 5
2016História

(FUVEST - 2016- 2 FASE) No sculo XII, padres e guerreiros esperavam da dama que, depois de ter sido filha dcil, esposa clemente, me fecunda, ela fornecesse em sua velhice, pelo fervor de sua piedade e pelo rigor de suas renncias, algum bafio de santidade casa que a acolhera. Ela, por certo, era dominada. Entretanto, era dotada de um singular poder por esses homens que a temiam, que se tranquilizavam clamando bem alto sua superioridade nativa, que a julgavam contudo capaz de curar os corpos, de salvar as almas, e que se entregavam nas mos das mulheres para que seus despojos carnais depois de seu ltimo suspiro fossem convenientemente preparados e sua memria fielmente conservada pelos sculos dos sculos. Georges Duby, Damas do sculo XII. Adaptado. A partir do texto, a) identifique dois papis sociais exercidos pelas mulheres na Idade Mdia; b) associe as relaes entre homens e mulheres estrutura social na Idade Mdia.

Questão 6
2016Química

(FUVEST - 2016 - 2 fase) A gelatina uma mistura de polipeptdeos que, em temperaturas no muito elevadas, apresenta a propriedade de reter molculas de gua, formando, assim, um gel. Esse processo chamado de gelatinizao. Porm, se os polipeptdeos forem hidrolisados, a mistura resultante no mais apresentar a propriedade de gelatinizar. A hidrlise pode ser catalisada por enzimas, como a bromelina, presente no abacaxi. Em uma srie de experimentos, todos mesma temperatura, amostras de gelatina foram misturadas com gua ou com extratos aquosos de abacaxi. Na tabela a seguir, foram descritos os resultados dos diferentes experimentos. a) Explique o que ocorreu no experimento 3 que permitiu a gelatinizao, mesmo em presena do extrato de abacaxi. Na hidrlise de peptdeos, ocorre a ruptura das ligaes peptdicas. No caso de um dipeptdeo, sua hidrlise resulta em dois aminocidos. b) Complete o esquema da pgina de resposta, escrevendo as frmulas estruturais planas dos dois produtos da hidrlise do peptdeo representado ao lado.

Questão 6
2016Biologia

(FUVEST- 2016) No grfico abaixo, uma das curvas representa a entrada e a outra, a sada de gua em uma rvore da mata atlntica, ao longo de 12 horas, num dia ensolarado. a) Considerando que, em uma planta terrestre, a transpirao realizada majoritariamente pelos estmatos, identifique a curva que representa a transpirao e a que representa a absoro de gua. b) Explique como os processos da transpirao e da absoro de gua nas plantas se relacionam fisiologicamente. c) Na pgina de resposta, h o esquema de um estmato aberto. Nas quatro barras pretas, coloque setas indicando a direo do fluxo da gua entre as clulas estomticas, para manter o estmato aberto.

Questão 6
2016Português

(FUVEST - 2016 - 2 fase) Um restaurante, cujo nome foi substitudo por Y, divulgou, no ano de 2015, os seguintes anncios: a) Na redao do anncio II, evitou-se um erro gramatical que aparece no anncio I. De que erro se trata? Explique. b) Tendo em vista o carter publicitrio dos textos, com que finalidade foi usada, em ambos os anncios, a forma pra, em lugar de para?